Como o Marketing de Conteúdo pode te ajudar a gerar leads?



Por   

 21/11/2016 

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.

Gerar leads é o objetivo de toda e qualquer empresa que atua pela internet, seja um e-commerce, uma empresa B2C ou uma startup. E um dos métodos mais eficazes para gerar leads qualificados é o Marketing de Conteúdo.

Entretanto, uma boa estratégia de Marketing de Conteúdo nunca está relacionada à falta de planejamento ou ao famoso “tiro no escuro”. É essencial compreender os principais aspectos e conceitos que estão relacionados a esse modelo de marketing para que você tenha bons resultados na geração de leads.

Portanto, a fim de colaborar com o sucesso do seu negócio, apresentamos neste artigo os principais conceitos do Marketing de Conteúdo que você precisa conhecer antes de colocar a mão na massa. Vamos lá?

Afinal, o que é Marketing de Conteúdo?

Trata-se de uma estratégia de marketing digital originada dos conceitos de Inbound Marketing, que consiste em atrair e estimular prospects — ou clientes em potencial — por meio da produção e distribuição de um conteúdo altamente relevante para o público-alvo. O objetivo é gerar leads, ou seja, fazer com que esse público interaja com a sua empresa e, por fim, realize a compra.

A principal estratégia para fazer com que o conteúdo chegue ao seu público é a criação de um blog corporativo, dedicado somente às publicações de artigos e outros materiais.

O conteúdo divulgado no blog é construído com base em técnicas de SEO (Search Engine Optimization), que contribuem para o bom ranqueamento do seu site nos mecanismos de busca, como o Google. Desse modo, quando o usuário fizer uma pesquisa na web, encontrará o conteúdo que você produziu.

Além disso, o conteúdo pode ser divulgado também por meio de outros canais, como as redes sociais e e-mails.

Dica: Saiba como vender mais usando o copywriting na produção de conteúdo

Porém, como saber o tipo de conteúdo que deve chegar a determinado público? Não basta simplesmente produzir e divulgar? O funil de vendas poderá responder a essas e a outras questões.

O que é funil de vendas?

O funil de vendas é uma metodologia que estabelece diferentes estágios correspondentes às características e à maturidade de cada lead gerado.

Naturalmente, a sua empresa obterá diferentes níveis de leads, que devem ser tratados de formas diferentes, o que implica produzir diferentes tipos de conteúdos, de acordo com o estágio em que cada um se encontra. Dito isso, o funil de vendas é dividido em três estágios:

  • Topo do funil: também conhecido como estágio de Atração, é representado pelos prospects e pessoas que ainda não identificaram uma necessidade;
  • Meio do funil: aqui, os leads — também conhecidos como MQLs, ou Marketing Qualified Leads — já possuem um conhecimento mais avançado e já detectaram suas necessidades;
  • Fundo do funil: é um espaço ocupado pelos leads — também chamados SQLs, ou Sales Qualified Leads — que já estão prontos para se tornarem clientes e que precisam ser imediatamente contatados pelo time de vendas.

Agora que a sua empresa possui uma noção de como inserir no planejamento o conceito de funil de vendas, resta saber como alinhar tal conceito à jornada de compra do cliente.

Como funciona a jornada de compra do cliente?

Quando falamos em jornada de compra do cliente, nos referimos a um modelo que define os quatro estágios pelos quais os clientes passam até a conversão:

  • Aprendizado: o indivíduo ainda não identificou, com clareza, as suas necessidades;
  • Reconhecimento: após obter mais informações, o cliente já detectou seus problemas e sabe das suas necessidades;
  • Consideração: nesse estágio, ele passa a pesquisar pelas soluções disponíveis no mercado;
  • Decisão: finalmente, o cliente já fez a sua decisão e está determinado a comprar.

Dica: Inbound Marketing: 11 dicas para que sua empresa venda 600% mais

Quais estratégias de Marketing de Conteúdo utilizar para gerar leads?

Existem diversos formatos digitais que podem ser utilizados na produção de conteúdos. A escolha do formato e do tipo de conteúdo sempre dependerá das características do seu público-alvo.

O mais importante é ter pleno conhecimento de quem são essas pessoas para divulgar conteúdos úteis, que podem ser produzidos nos mais diversos formatos, tais como:

  • e-books;
  • infográficos;
  • podcasts;
  • webinars;
  • tutoriais;
  • vídeos.

Dica: Baixe gratuitamente nossos materiais educativos!

Por fim, esperamos que nossas dicas tenham sido úteis e que possam ajudá-lo a gerar leads qualificados. E, caso queira receber novos conteúdos como esse — e em primeira mão —, assine a nossa newsletter!



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!