Nutrição de leads: 5 erros que você deve evitar!



Por   

 22/08/2016 

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.

A nutrição de leads é uma prática importantíssima de marketing digital para empresas que querem gerar resultados online. Mas para que ela seja eficaz, é preciso evitar alguns erros bastante comuns. Não sabe quais são?

Então, continue a leitura e confira agora quais são os 5 erros comuns que acontecem na etapa de nutrição de leads e comece a evitá-los!

Não envie ofertas o tempo todo

É comum que as empresas achem que, a partir do momento em que se torna lead, a pessoa já está interessada em comprar e começam a inundá-la com ofertas, mas isso deve ser evitado! A nutrição de leads é o momento em que um futuro cliente será conquistado pela sua empresa.

Por isso, é importante que o fluxo de nutrição foque em conteúdos de qualidade que o eduquem, informem e mostrem que sua empresa não está apenas tentando empurrar produtos.

Dica: Entenda como funciona o Inbound Marketing!

Tenha cuidado na escolha de palavras-chave

É comum pensar que devem ser escolhidas as palavras-chave mais usadas, mas isso é um grande erro! Quando sua empresa seleciona as mesmas palavras que os concorrentes, as chances dela aparecer com destaque nos resultados das buscas são menores, pois a concorrência pelos termos é maior.

Selecione, portanto, palavras-chave menos disputadas, que aumentarão as chances do seu site aparecer entre os primeiros resultados das buscas.

Não aborde o lead sem considerar o funil de vendas

funil de vendas é um processo pelo qual o cliente passa, que vai desde o primeiro contato com o produto ou serviço até o fechamento da venda. Para ter sucesso na nutrição, é imprescindível preparar mensagens que tenham a ver com o estágio em que ele se encontra no funil. Esse estágio deve orientar quais conteúdos ele tem interesse em receber.

Por exemplo, se ele acaba de ter seu primeiro contato com a marca, poderá querer saber mais sobre os produtos e serviços; mas se ele já está passando pelo processo de nutrição há mais tempo, pode estar interessado em ofertas. Deixar de considerar isso na hora de falar com o cliente torna o processo de nutrição menos eficaz.

Dica: As 10 melhores ferramentas de palavras-chave!

Não deixe de conhecer o seu cliente

Para saber quais são os assuntos que converterão os leads, é preciso saber quem é seu público. Mas, para que isso dê certo, nada de achismos!

É preciso pesquisar e reunir dados que deixem claro qual ou quais são os perfis que sua empresa atende: faixa etária, poder aquisitivo, local onde vive, hábitos de consumo, interesses, além de outros dados, devem ser levados em conta. Trabalhar sem esse conhecimento não terá os mesmos resultados.

Não se esqueça do monitoramento na nutrição de leads

Durante o processo de nutrição, um lead inicia com poucas informações e vai avançando até o momento da compra. Como já dissemos, os conteúdos que são enviados para ele devem estar de acordo com cada momento pelo qual ele passa.

Por isso, é importante monitorar os leads e identificar em que estágio cada um se encontra, para enviar os conteúdos que foram feitos para aquela etapa. O monitoramento possibilita, também, saber se há erros no processo e corrigi-los, caso os clientes não estejam avançando da forma esperada em direção à compra. 

Dica: Por que minha empresa precisa gerar leads?

E você? Comete algum desses erros na nutrição de leads? Então, chegou a hora de colocar a mão na massa e começar a melhorar sua estratégia! E para receber outros de nossos conteúdos, que tal assinar a nossa newsletter?



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!