Aprenda a criar a campanha de Facebook Ads dos seus sonhos



Por   

 01/06/2020 

 01/06/2020 

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.

O marketing digital veio para mudar a forma com que vendemos e nos relacionamos com os clientes. Antes, aquela comunicação entre empresa e clientes que era unilateral, difícil e pouco engajada, era o suficiente.

Hoje, no entanto, com a mudança dos comportamentos de compra e das necessidades dos consumidores, se tornou cada vez mais necessário aumentar o alcance da sua empresa, ouvir o que seus clientes têm a dizer e, principalmente, oferecer um atendimento diferenciado e personalizado para essas pessoas.

Entre tantas estratégias que o universo digital permite que trabalhemos, encontramos os anúncios, um modelo de atuação que atinge diretamente as pessoas que estão com intenção de compra. Quer entender como criar a campanha de Facebook Ads, otimizar seus resultados, ser mais acertado em suas ações e conseguir aumentar as vendas da sua empresa?

Vem comigo! Ao longo deste artigo explicarei os pontos mais importantes para a criação desses anúncios.

Qual a importância do Facebook?

O Facebook atingiu recentemente números impressionantes. A rede social tem cerca de 1,5 bilhão de usuários espalhados por 217 países em todo o mundo. Só no Brasil, já são mais de 50 milhões de inscritos.

Ter uma fanpage no Facebook é, então, parte essencial de uma boa estratégia de Inbound Marketing. Por meio dessa plataforma, as empresas contam com a oportunidade de alcançar seus clientes de forma rápida e massiva, principalmente, por meio das campanhas no Facebook Ads.

O Facebook, juntamente com a funcionalidade de Facebook Ads, permite que empresas desfrutem de diversos benefícios durante a criação das campanhas.

Amplo alcance

O primeiro benefício é a possibilidade de estruturar uma campanha de amplo alcance. Como dito anteriormente, a rede tem mais de 1,5 bilhão de usuários espalhados pelos quatro cantos do mundo.

Em território nacional, o número ultrapassa a marca dos 50 milhões. Por isso, podemos afirmar que é muito provável que uma boa parcela do seu público-alvo esteja presente nesta plataforma.

Isso significa que, através de uma campanha de Facebook Ads bem segmentada, você poderá atingir o seu público-alvo, tanto em território nacional, quanto nos quatro cantos do mundo, se essa for uma estratégia da sua empresa.

Possibilidade de mensuração dos resultados

Um dos grandes benefícios do marketing digital de modo geral é a possibilidade de mensurar os resultados de forma realmente eficiente. Quando pensamos nos modelos tradicionais de comunicação, era um pouco mais difícil encontrarmos resultados concretos a respeito das ações que estavam sendo realizadas.

Como mensurar os resultados de um anúncio no jornal? Como ter exatidão na mensuração de campanhas realizadas nos tradicionais outdoors? Ou backbus?

Nenhuma dessas alternativas nos dava a possibilidade de identificar a origem real dos novos clientes que chegavam até a empresa. 

O marketing digital, por sua vez, permite que você não só mensure os resultados com exatidão através de origem de tráfego, como também consiga acompanhar em tempo real como está sendo o caminhar de cada uma das suas campanhas.

Ou seja, é possível descobrir, com a campanha ainda no ar, quais anúncios estão trazendo mais resultados que os outros, quais são interessantes e quais precisam ser revistos. Com base nisso, será possível otimizar seus investimentos e melhorar as suas estratégias.

O resultado? Números mais interessantes, orçamento voltado para aquilo que realmente traz mais resultados, equipe focada nas estratégias mais rentáveis para a sua empresa e um retorno financeiro muito maior do que o esperado.

Interação com o público-alvo

O Facebook também permite que você interaja com o público. Como dito anteriormente, os modelos tradicionais de comunicação tinham um viés muito unilateral, onde apenas a empresa emitia uma informação, os consumidores e prospects ouviam e raramente conseguiam responder diretamente para aquela instituição.

Hoje, com as redes sociais, principalmente através do Facebook, o cenário muda: a interação é feita dos dois lados e, muitas vezes, o consumidor produz muito mais conteúdo do que a própria empresa.

Ele aproveita os espaços oferecidos pelas redes sociais para fazer reclamações, tirar dúvidas e dar opiniões sobre a sua empresa, tanto diretamente para você quanto com os amigos. 

É possível usar essas plataformas para construir uma verdadeira rede de apoio, com consumidores ou possíveis clientes que têm interesse na sua empresa, têm dúvidas e usam esse canal para sanar todos esses questionamentos. Por isso, estar presente nas redes sociais é fundamental: é a sua chance de criar um relacionamento saudável e voltado para a fidelização e bom atendimento com seus clientes e prospects.

Diversas opções de anúncios

Para completar, se você pretende anunciar no Facebook, um dos benefícios que a plataforma oferece é a possibilidade de usar diversas opções de anúncio. Dentro do próprio Facebook você consegue anunciar através de imagens, multimídia, vídeos e até carrossel.

Esses diferentes modelos ajudarão você a identificar quais alternativas são mais interessantes para a sua empresa e, a partir daí, começar a otimizar as suas campanhas e dedicar mais tempo e orçamento àquelas que realmente trarão resultados para você.

Para isso, é fundamental que você conheça o seu público-alvo, saiba definir corretamente quem são suas personas, que tipo de conteúdo e quais formatos elas costumam preferir e, com base nisso, fazer alguns testes A/B para identificar quais das diversas opções de anúncio disponíveis na plataforma terão maior potencial de conversão para a sua empresa.

O que é Facebook Ads?

Você já percebeu que, muitas vezes, ao buscar por determinados produtos no Google, você acaba recebendo alguns anúncios nos resultados da pesquisa?

Utilizar o Facebook Ads é a sua oportunidade de fazer anúncios como aqueles, diretamente na plataforma do Facebook, alcançando o seu público dentro da ferramenta.

O Facebook Ads é o sistema de anúncios pagos do Facebook, que possibilita que você crie campanhas dentro da rede social que são baseadas no perfil do usuário, dos seus amigos e em seu comportamento. 

Esses anúncios ajudarão você a levar os seus produtos e serviços ao maior número de pessoas dentro da sua segmentação, podendo aumentar a sua taxa de conversão e, por consequência, a sua rentabilidade.

Por ser uma das plataformas sociais mais populares do mundo, o Facebook Ads acaba sendo um excelente investimento para os mais diversos tipos de empresa.

Quais são os termos que você precisa conhecer antes de investir em Facebook Ads? 

Quando falamos sobre o Facebook, alguns termos já devem ser bem familiares, como o feed de notícias — que é onde praticamente todas as ações de interações acontecem, como curtidas e compartilhamentos — ou as famosas fan pages, que são páginas criadas com o intuito de estabelecer a comunicação com os fãs.

No entanto, quando falamos sobre as campanhas no Facebook, é impossível deixar de citar alguns conceitos, como:

ROAS (Return on Advertising Spend)

Conhecida como o retorno sobre o investimento publicitário, essa é uma das métricas mais conhecidas dentro das campanhas no Facebook. Com ela, é possível medir o retorno sobre os gastos com os anúncios de compras no site.

Seu cálculo é bem simples e é feito dividindo o retorno conseguido por meio dos anúncios pelos custos dos mesmos.

Veja um exemplo de como calcular o ROAS de anúncios feitos no Facebook:

Se você gastou R$ 100 em publicidade e sua empresa recebeu R$ 500 nas vendas geradas por eles, por exemplo, o seu ROAS será de 5 — ou seja, a cada real gasto, são recebidos 5 em retorno.

Custo Por Clique (CPC)

O CPC no Facebook segue o mesmo parâmetro dos demais anúncios realizados de forma online e paga por clique realizado. A conta é bem simples: basta dividir o custo total do anúncio pelo total de cliques.

Veja como calcular o CPC de campanhas de Facebook ADS:

Por exemplo, se você publicou um anúncio de um produto com custo total de R$ 500 e teve 500 cliques durante o período de sua veiculação, logo, cada clique custará apenas R$ 1.

Custo por Mil (CPM)

O CPM, ou custo por mil, segue uma lógica bem próxima do que é feito no CPC. Ele é mensurado com base na média paga para cada mil impressões do seu anúncio.

Saiba como calcular o CPM de campanhas feitas no Facebook:

Se você publicou um anúncio com CPM de R$20,00 e ele gerou 7,5 mil impressões, o preço total da ação será de R$ 150,00.

Pixel de conversão

Essa é uma ótima ferramenta para mensuração de resultados, uma vez que, por meio dela, é possível fazer o cálculo do número de visitas em uma página na internet, rastrear o número de conversões em uma landing page ou até mesmo utilizá-lo em campanhas de retargeting, por exemplo.

De forma geral, o pixel de conversão é uma espécie de código inserido em algum tipo de peça criativa, como um banner. Com isso, todas as vezes que o anúncio criado levar o usuário para outra página — como um e-commerce —, é possível realizar a identificação. 

Outro ponto importante é que, após a obtenção dessas informações, pode ser feita a segmentação dos anúncios de forma precisa, o que faz com que o uso dos recursos seja otimizado.

Por que investir no Facebook Ads?

O Facebook possui uma base significativa de usuários, garantindo um grande alcance para as suas campanhas. Uma de suas maiores vantagens são as inúmeras possibilidades de segmentação de público que a ferramenta oferece.

E-book Facebook Ads


Por exemplo, se você possui um público específico de homens entre 20 — 30 anos, que moram em determinada região, o Facebook Ads permite que você direcione suas campanhas a esse grupo.

As campanhas serão, então, exibidas junto dos demais conteúdos ou na lateral da tela desses usuários e, quando clicadas, o levarão diretamente para sua página ou, conforme o objetivo da campanha, para seu site.

Dica: 4 razões para sua empresa ter um site responsivo

Segmentação do público

A segmentação do público é uma das características mais importantes dos anúncios feitos através do Facebook Ads. 

Vamos voltar ao exemplo das mídias tradicionais, onde eram feitos outdoors e campanhas no jornal: qual era a segmentação dessas ações? Não eram extremamente abrangentes? Um verdadeiro tiro às cegas?

Hoje, com o marketing digital e a possibilidade de criar anúncios em outras plataformas, é possível segmentar esse público através de características muito mais específicas, aumentando as suas chances de alcançar o público certo, no momento certo e da melhor maneira possível.

Dentro das segmentações possíveis, temos:

  • segmentação por região;
  • por idade;
  • por sexo.
  • por interesses;
  • por modelo de aparelho celular;
  • por histórico de busca;
  • por páginas que curtiu;
  • por perfis que segue;
  • por comportamento online.

O Facebook Ads permite uma infinidade de segmentações. A vantagem de criar um público o mais segmentado possível é justamente conseguir entregar a mensagem certa para pessoas que têm maior potencial de conversão.

Investimento adaptável

Quando falamos sobre a possibilidade de mensurar os resultados, citamos que graças à essa tecnologia e a possibilidade de rastrear de onde cada novo consumidor ou oportunidade de negócio veio, é possível otimizar os investimentos de tempo e dinheiro da empresa.

Essa é, sem dúvidas, uma das características mais marcantes das estratégias de marketing digital, pois é possível acompanhar em tempo real, diariamente, os resultados das estratégias, e identificar em quais momentos é mais interessante alterar alguma ação e realocar os valores que estão sendo investidos.

O resultado dessa adaptabilidade é a possibilidade de construir uma campanha de marketing realmente eficiente, melhorando-a sempre que necessário e, a partir daí, otimizando seus resultados cada vez mais, até alcançar seu objetivo geral de marketing.

Infelizmente, não é raro encontrarmos empresas que não atentam para esse detalhe e apenas mensuram os resultados ao fim da campanha. No entanto, vale a pena lembrar que é possível e muito importante acompanhar o crescimento ou declínio dos números, fazer testes e comparativos para encontrar as melhores oportunidades para o seu mercado.

Atração do público em diversos estágios do funil de vendas

Se você quer trabalhar todo o seu funil de vendas dentro do Facebook, isso também é possível. Apesar de comumente os anúncios serem utilizados para atrair aquelas pessoas que já têm interesse de compra e estão próximas da conversão, a ferramenta também permite que você interaja e se comunique com pessoas em todos os estágios do funil: desde aquelas que ainda não sabem que têm uma necessidade até aquelas que já estão buscando pelas melhores empresas para fechar negócios.

Dessa forma, a plataforma permite que você realmente entregue conteúdos e informações relevantes em cada um desses estágios, podendo tirar dúvidas das mais simples às mais complexas, e guiar esses possíveis novos leads que ainda não estão preparados para comprar até a efetivação da aquisição do produto ou serviço.

Com isso, sem dúvidas, é possível criar um relacionamento de confiança e fidelização entre consumidor e empresa: seu consumidor se tornará um fã do seu negócio, e a sua empresa possivelmente será a primeira opção dessa pessoa na hora de realizar uma nova compra.

Como funciona o Facebook Ads?

O sistema de anúncios do Facebook Ads é muito eficiente e permite administrar campanhas de maneira eficaz, ao mesmo tempo que comparamos resultados e analisamos as estatísticas do que realmente funciona para o negócio.

Logo, antes de criar a campanha é importante planejar, para depois executar e finalmente mensurar os resultados.

Além disso, o Facebook Ads é bastante maleável, possuindo diversos formatos de anúncios diferentes para se adequar ao objetivo da sua estratégia. Veja quais são:

  • Envolvimento de publicação de página: permite que uma publicação seja promovida a um número maior de usuários;
  • Curtidas de página: anúncios que estimulam a curtir a fanpage;
  • Cliques no site: para que o usuário seja direcionado para o site da empresa;
  • Conversões no site: similar aos cliques, mas focado em conversões;
  • Envolvimento com o aplicativo: para gerar interatividade no aplicativo;
  • Instalações do aplicativo: para estimular os usuários a instalar o aplicativo da empresa;
  • Participações no evento: para promoção de eventos no site;
  • Obtenção de oferta: anúncios para promoção de uma oferta específica.

Dica: Google Adwords ou Facebook Ads, qual o melhor?

Cada uma das opções acima servirá para um objetivo. Portanto, antes de escolher a melhor opção para seu caso, pense bem no perfil do seu público e como deseja atingi-lo. Após o planejamento, coloque em funcionamento a estratégia. Observe quais serão as especificidades da campanha para poder criar algo que capte a atenção do público.

Objetivos de campanha

Um dos pontos primordiais do Facebook Ads é definir o seu objetivo de campanha. A plataforma permite que você escolha entre três opções: reconhecimento de marca, considerações e conversão.

Explicaremos a seguir cada um deles e em qual situação eles são mais indicados.

1. Reconhecimento

O objetivo de reconhecido é aquele que busca gerar interesse do usuário em algum dos seus produtos e serviços. Para isso, é necessário que você apresente ao público quais são os diferenciais da sua empresa, por exemplo.

Supondo que você está começando uma empresa que vende sapatos, e quer divulgar sua marca para as pessoas. É possível fazer uma campanha de reconhecimento para apresentar sua marca para as pessoas que estão naquela região e dar destaque aos seus produtos-chave.

Dentro do objetivo de reconhecimento, temos dois tipos de metas comerciais:

  • reconhecimento de marca: fazer com que a sua empresa, produto ou serviço seja conhecido entre as pessoas;
  • alcance: apresentar o seu anúncio para o maior número de pessoas dentro do público-alvo estabelecido.

2. Considerações

Em considerações, o objetivo é fazer com que as pessoas pensem na sua empresa e acabem buscando mais informações para fechar negócios.

Continuando no exemplo da loja de sapatos: você terá um site onde apresentará ofertas exclusivas. Usando o objetivo de tráfego, é possível criar uma campanha para incentivar que essas pessoas acessem sua página para saber mais informações e conferir seus produtos.

Dentro desse objetivo, temos as seguintes metas comerciais:

  • tráfego: aqui, a meta comercial é levar as pessoas que estão visualizando o seu anúncio no facebook a acessar a URL escolhida para você como destino na campanha que está sendo feita. Pode ser um artigo do blog, seu site, um aplicativo etc.;
  • envolvimento: na meta comercial de envolvimento, o objetivo é fazer com que as pessoas se envolvam mais com a publicação. Esse envolvimento pode ser mensurado através de curtidas, comentários e até compartilhamentos. É possível, nesse formato, incluir também algumas ofertas;
  • instalação do aplicativo: nesse modelo, a meta comercial consiste em fazer com que as pessoas sejam levadas até a loja para baixar o aplicativo (Apple Store ou Play Store, dependendo do sistema operacional do celular);
  • visualização de vídeo: uma outra meta comercial é fazer com que as pessoas assistam vídeos compartilhados por você. Algumas vezes podemos observar que conteúdos multimídia podem ter muito mais visualizações do que simplesmente imagens. É natural que as pessoas se interessem mais por esse formato;
  • geração de cadastros: nesse contexto, o objetivo é conseguir coletar mais cadastros para a sua empresa. Os anúncios ajudarão a coletar informações de pessoas que estão interessadas no seu produto, serviço ou empresa. Esses cadastros são gerados através de formulários, onde essas pessoas informam seus dados para receberem mais informações;
  • mensagens: e, claro, também é possível trabalhar com mensagens. Aqui, temos como objetivo construir uma comunicação próxima e eficiente com os possíveis clientes, podendo inclusive incentivar e aumentar o interesse na empresa e nas soluções que ela oferece.

3. Conversões

As conversões são usadas em contextos onde você quer incentivar pessoas a se interessarem e comprarem seu produto ou serviço. 

Mantendo o nosso exemplo da loja de sapatos: seu objetivo é levar pessoas a irem até o estabelecimento mais próximo para conhecer a loja e possivelmente fechar negócio.

Dentro desse objetivo, temos as seguintes metas comerciais:

  • conversões: a meta é incentivar que as pessoas que são impactadas pelo seu anúncio executem uma ação específica, como baixar um app, cadastrar no site, adicionar alguns itens ao carrinho ou até finalizar a compra propriamente dita;
  • vendas do catálogo: o anúncio exibirá os produtos do seu catálogo da loja virtual com o intuito de gerar interesse nos possíveis clientes e aumentar as vendas;
  • tráfego para o estabelecimento: caso você tenha uma loja física, esse objetivo ajudará você a promover os endereços dos estabelecimentos da sua empresa, a fim de levar as pessoas que estão nas imediações para conhecê-los.

Tipos de anúncios

Além dos diversos objetivos que podem ser definidos durante a sua campanha, o Facebook Ads também disponibiliza vários formatos de anúncio: imagem, vídeo, carrossel, apresentação multimídia, experiência instantânea e coleção.

Vamos conhecer cada um deles.

1. Imagem

O Facebook Ads recomenda o uso de anúncios em imagem para divulgar produtos ou marca.

As imagens utilizadas precisam estar em um desses formatos compatíveis:

  • BMP;
  • DIB;
  • GIF;
  • HEIC;
  • HEIF;
  • IFF;
  • JFIF;
  • JP2;
  • JPE;
  • JPEG;
  • JPG;
  • PNG;
  • PSD;
  • TIF;
  • TIFF;
  • WBMP;
  • WEBP;
  • XBM.

2. Vídeo

Acredita-se que os anúncios em formato de vídeo ajudam a ter ainda mais destaque ao longo do feed de notícia dos usuários.

É possível criar um anúncio em vídeo dentro do próprio Gerenciador de Anúncios, ou impulsionar uma publicação já existente na sua página que contenha um vídeo. 

Os anúncios nesse formato podem aparecer no Facebook, Instagram Messenger e até Audience Network.

3. Carrossel

É possível mostrar até dez vídeos ou imagens em um anúncio em carrossel. 

Esse formato é comumente indicado nas seguintes situações:

  • apresentar diversos produtos que estão em páginas de vendas diferentes;
  • destacar diversos recursos de um produto em um único anúncio;
  • contar uma história através de imagens e vídeos para ilustrar sua narrativa;
  • é possível explicar um processo através de um passo a passo simples;
  • criar um possível canva, para construir uma experiência de anúncio diferenciada;
  • vender os benefícios da sua empresa, produtos ou serviços.

4. Apresentação multimídia

A apresentação multimídia é um modelo de anúncio que ajuda a combinar imagens, sons*, textos e vídeo. 

Nesse formato, é possível inserir de três a dez imagens, ou um vídeo, em um anúncio multimídia. É uma alternativa dinâmica que pode ser mais atrativa para o seu público.

* O Facebook Ads declarou que, a partir do dia 20 de abril de 2020, os recursos de música para esse formato estão temporariamente desativados.

5. Experiência instantânea

A experiência instantânea é um recurso que permite que a imagem apareça em tela cheia a partir do momento em que o usuário toca em seu anúncio pelo celular.

Assim, você consegue levar imagens com muito mais qualidade para seus possíveis consumidores.

6. Coleção

A coleção é um formato em que é possível visualizar diversos produtos a partir do momento em que o usuário interage com o seu anúncio, como na experiência instantânea.

Nessa alternativa, os seus possíveis clientes poderão navegar pelo seu site e comprar o seu produto através do telefone, com maior praticidade.

Qual o passo a passo para criar uma campanha de Facebook Ads?

A criação de uma campanha no Facebook requer algumas etapas. São elas: definição de objetivo de marketing, criação de conjunto de anúncios, e criação de criativos! Vamos ao passo a passo!

Passo 1 - Definindo o objetivo 

O objetivo do anúncio é aquilo que você quer que a pessoa faça ao ver a peça. Você pode escolher entre três grandes finalidades:

  • Reconhecimento: objetivos que geram interesse em seu produto ou serviço.
  • Consideração: Objetivos que levam as pessoas a começar a pensar na sua empresa e a buscar mais informações sobre ela.
  • Conversões: objetivos que incentivam as pessoas a se interessar por sua empresa ou usar seu produto ou serviço.

Confira na imagem o demonstrativo de objetivos de anúncios no Facebook:

Criar Campanha no Facebook - Passo 1

Seleção de objetivo de marketing dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Você pode ver que depois de selecionar um objetivo vai aparecer uma descrição para você entender melhor o que irá acontecer, assim como mais detalhes. Exemplo abaixo:

Criar Campanha no Facebook - Passo 1.1

Configuração do objetivo de anúncio dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Passo 2 - Configurando o conjunto de anúncios

Agora que você já selecionou o objetivo de marketing da sua campanha é preciso botar a mão na massa! Primeiro é preciso selecionar qual será a página onde você deseja veicular o anúncio. Irá aparecer uma caixa semelhante ao exemplo abaixo:

Criar Campanha no Facebook - Passo 2

Seleção de página dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

O próximo passo depois de selecionar a página é definir seu público! Você pode criar um totalmente novo, escolhendo entre um Público Personalizado com pessoas que já interagiram com sua marca, ou um Público Semelhante, com pessoas que demonstraram um comportamento parecido a algum público que você já criou.

Caso você não queira criar um novo público, basta selecionar a opção de Público Salvo e escolher um público que você já usou anteriormente!

Supondo que você precise criar um novo público, primeiro você precisará definir algumas informações básicas, como localização, idade e sexo. Confira na imagem!

Criar Campanha no Facebook - Passo 2.1

Criação de público dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Depois das definições de público simples, abaixo você encontra mais algumas formas de detalhar. Lembre-se, quanto mais segmentado o público for, melhor! Nestes novos campos você pode selecionar alguns tópicos de interesse que sua persona possui. Também é possível selecionar o público para o qual você não deseja mostrar seus anúncios (aqui é onde você seleciona quem já comprou sua oferta, por exemplo). Descendo um pouco mais você pode segmentar o público ainda mais com base em conexões que as pessoas possuem com sua Página, aplicativo ou evento. Veja:

Criar Campanha no Facebook - Passo 2.2

Criação de público dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Público definido, agora você precisa selecionar o posicionamento dos anúncios. Entenda posicionamento aqui no sentido literal da palavra, ou seja, o local onde o anúncio será exibido. Você irá poder selecionar entre as duas opções abaixo:

Criar Campanha no Facebook - Passo 2.3

Seleção de posicionamento dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Após isso você parte para o último ajuste dentro da segunda etapa de criação de Campanhas de Facebook ADS, a definição de orçamento e programação! Existem uma série de campos a serem preenchidos, mas um dos mais importantes é a escolha sobre se seu anúncio possuirá um orçamento diário ou vitalício (preço total que você pode investir na ação). Confira todos os campos:

Criar Campanha no Facebook - Passo 2.4

Seleção de orçamento dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Depois que todas as definições da etapa forem concluídas, você verá na sua direita uma estimativa atualizada do tamanho do público que será impactado. Confira o exemplo:

Criar Campanha no Facebook - Passo 2.4

Demonstrativo de público dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Passo 2 - Configurando os criativos (anúncios)

Tudo começa com a criação do nome do anúncio. Para servir de exemplo eu coloquei Envolvimento - Orgânica Digital (uma dica de nomeação para identificar facilmente o objetivo do anúncio sem ficar precisando abrir toda a campanha). Veja o exemplo:

Criar Campanha no Facebook - Passo 3

Exemplo de nome de anúncio dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

A próxima etapa é definir a página onde você quer que seu anúncio seja veiculado. Mais um ponto simples a ser escolhido! Como você pode ver na imagem abaixo, nada assustador.

Criar Campanha no Facebook - Passo 3.1

Exemplo de escolha de página dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

A próxima tarefa é escolher a estrutura do anúncio, ou seja, se será vídeo, imagem ou uma mini apresentação multmídia! Confira como deve aparecer para você:

Criar Campanha no Facebook - Passo 3.2

Exemplo de escolha de estrutura dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Cansou? Calma, só falta mais dois ajustes e seu anúncio está pronto para ir ao ar! O primeiro deles que é a definição sobre qual mídia será usada em seu anúncio, isto é, qual arquivo em específico você irá veicular. O famoso criativo! Basta selecionar o tipo e depois o arquivo como mostra a imagem:

Exemplo de escolha de mídia dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Ufa, chegamos à última etapa da criação de uma campanha de Facebook Ads! A única coisa que resta a ser escolhida é a legenda para o anúncio. Depois que você escrevê-la, poderá ver do lado direito uma pré-visualização do seu anúncio! Confira:

x

Exemplo de criação de texto para legenda dentro do gerenciador de anúncios do Facebook.

Viu só como foi fácil? Nem doeu! Agora depois de criar seu anúncio vem a parte mais importante, a análise de resultados. Veja como fazer!

Como medir os resultados das campanhas?

Outra grande vantagem do Facebook Ads é o Facebook Insights. Ele permite medir a efetividade das suas campanhas, analisando a performance de cada um dos seus anúncios e fazendo possível a verificação dos erros e acertos de cada um.

Saiba como mensurar e otimizar os canais de Marketing Digital


Por meio dessa ferramenta, é possível encontrar dados sobre os usuários — como consumo e os seus costumes —, o que favorece o planejamento de ações e a criação de campanhas que sejam mais assertivas e adequadas de acordo com cada objetivo.

Imagine, por exemplo, uma empresa de refrigerantes que tem diferentes tipos de personas consumindo o seu produto. Com base nessas informações, ela consegue identificar o melhor horário para realizar suas publicações, além, é claro, de definir a frequência e o tipo de linguagem necessárias para cada público.

Facebook Insights

O Facebook Insights é uma ferramenta criada para ajudar as empresas a entenderem quem são os seus possíveis clientes e como eles se comportam dentro das redes sociais.

Essa ferramenta permitirá que você identifique os padrões de consumo, hábitos, costumes, condutas e preferências das pessoas que acompanham a sua página e interagem com as suas publicações.

É possível identificar, também, a performance de publicações específicas, acompanhar as estatísticas de crescimento das suas páginas e encontrar, através disso, assuntos e formatos que estão gerando mais resultados para o seu negócio. Também é possível conferir os melhores horários para publicações, a linguagem mais adequada e até a frequência ideal dentro da realidade do seu público.

Dentro dessa ferramenta, temos os seguintes indicadores:

  • visão geral: onde é possível acompanhar informações mais genéricas sobre a sua página, como ações, curtidas, alcance, visualizações, vídeos, envolvimento e seguidores;
  • promoções: nessa aba, é possível avaliar os anúncios que estão sendo realizados e os resultados de cada um deles;
  • seguidores: na parte de seguidores, você conseguirá ter informações sobre as pessoas que seguem a sua página, como dados demográficos, horários de maior envolvimento, crescimento ou declínio da sua lista de seguidores etc.;
  • curtidas: aqui é possível identificar a proporção de pessoas que, apesar de seguirem a sua página, não recebem o seu conteúdo publicado diretamente. É possível que o usuário faça essa escolha, para não ter conteúdos de marcas aparecendo em seu feed;
  • alcance: nessa aba, conseguimos avaliar o alcance total das postagens que foram feitas dentro de determinados períodos, para identificar quais foram aquelas que atingiram mais pessoas e quais formatos e assuntos não foram tão atrativos. É possível visualizar as reações, comentários, respostas e compartilhamentos das publicações;
  • visualização da página: aqui, conseguimos avaliar algumas métricas relacionadas à navegação dentro da sua página, e identificar se os usuários passaram pelas sessões de fotos, grupos, publicações, etc. Além disso, também existem fontes de tráfego e dados demográficos sobre as pessoas que curtiram sua página;
  • ações da página: aqui também é possível verificar a proporção de pessoas que interagiram com os CTA’s das suas páginas, como cliques no site, cliques no telefone, cliques para saber como chegar na empresa e muito mais;
  • publicações: em publicações, é possível visualizar quais são os melhores dias e horários para publicações, de acordo com a interação dos seus seguidores;
  • eventos: nessa aba é possível acompanhar as informações dos eventos que você criou com a sua página, para ver o número de convidados, as interações e até dados importantes sobre venda de ingressos;
  • vídeos: em vídeos, é possível conferir a performance das publicações que estão sendo feitas especificamente em formato de vídeo. Aqui você conseguirá ver, por exemplo, qual é a média de tempo que as pessoas assistem seus vídeos, o número de visualizações e muito mais;
  • pessoas: em pessoas, você consegue avaliar os dados pessoais que foram fornecidos por cada usuário, tendo acesso à informações como gênero, idioma, dados geográficos e idade, por exemplo;
  • mensagens: a aba de mensagens mostrará o número de pessoas que interagiram com a sua empresa através da funcionalidade Messenger. Para empresas que utilizam as mensagens para vender produtos, é interessante acompanhar essa métrica.

Power Editor

O Facebook Power Editor nada mais é do que uma ferramenta criada pelo próprio Facebook para permitir que você realize a gestão das campanhas de anúncio. Se você pretende realizar diversas campanhas simultaneamente, essa plataforma o ajudará a visualizar, alterar e identificar os resultados de cada uma delas em um só lugar, de forma simples, rápida e intuitiva.

Um detalhe importante sobre o Power Editor é que a ferramenta roda apenas através do Google Chrome. Por isso, é importante que você tenha esse navegador instalado no seu computador para poder utilizar o recurso do Facebook.

O Power editor vai permitir que você:

  • crie campanhas diversas, com anúncios pareados ou individuais;
  • edite as campanhas ou anúncios conforme necessidade;
  • duplique anúncios já existentes ao criar uma campanha, por exemplo;
  • criar perfis de público específico e salvá-los para usar posteriormente em um novo anúncio ou em uma outra campanha;
  • exportar ou importar dados sobre as campanhas e anúncios que estão sendo realizados pela sua empresa;
  • dividir a sua campanha em duas audiências diferentes. Nesse recurso, a ferramenta permitirá que os anúncios sejam redirecionados para cada perfil, dividindo também os investimentos;
  • é possível comparar os resultados de duas campanhas ou dois anúncios;
  • é possível categorizar campanhas ou anúncios através de tags, para facilitar a sua visualização posteriormente.

Viu só como criar a campanha de Facebook Ads é uma ótima estratégia para alavancar os seus negócios? Que tal saber um pouco mais sobre essa poderosa rede social? Então, baixe o nosso e-book "Guia completo de Facebook para empresas" e veja como obter uma audiência maior, promovendo o envolvimento das pessoas com a sua marca.

 

Perguntas Frequentes: 

🔴 Qual a importância do Facebook?

Ter uma fanpage no Facebook é parte essencial de uma boa estratégia de Inbound Marketing. Por meio dessa plataforma, as empresas contam com a oportunidade de alcançar seus clientes de forma rápida e massiva, principalmente, por meio das campanhas no Facebook Ads.

📗 O que é Facebook Ads?

O Facebook Ads é o sistema de anúncios pagos do Facebook, que possibilita que você crie campanhas dentro da rede social que são baseadas no perfil do usuário, dos seus amigos e em seu comportamento. 

🔴 Por que investir no Facebook Ads?

O Facebook possui uma base significativa de usuários, garantindo um grande alcance para as suas campanhas. Uma de suas maiores vantagens são as inúmeras possibilidades de segmentação de público que a ferramenta oferece.

📗 Como funciona o Facebook Ads?

A criação de uma campanha no Facebook requer algumas etapas. São elas:    definição de objetivo de marketing, criação de conjunto de anúncios, e criação de criativos!
 



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!