Buyer Persona: como identificar seu cliente ideal?


Buyer Persona: como identificar seu cliente ideal?

Quem é o seu cliente? Esta pergunta pode ser difícil de responder. Alguns negócios têm um público-alvo bem definido, outros nem tanto. Podem ser mulheres ou homens, solteiros, casados ou divorciados, com ou sem filhos, com emprego ou desempregados.

O problema é que tentar falar com um público tão amplo é uma missão quase impossível para as empresas. São perfis e necessidades muito diferentes e cada um exigiria uma estratégia diferente de marketing, de atendimento, de produtos e serviços...

É aqui que entra a buyer persona. Para identificar a persona ideal da sua empresa contineu lendo este artigo!

Dica:  Saiba como a inovação permitiu continuarmos crescendo muito durante a crise!

Você já ouviu falar em buyer persona?

A buyer persona é um personagem semifictício que sintetiza as principais características reais de seus consumidoresou dos consumidores que você deseja conquistar. Se você tem uma loja de sapatos, por exemplo, ela pode ser uma mulher de 30 anos, com um bom emprego e que adora curtir o tempo livre indo a festas — por isso, ela adora comprar sapatos.

Viu? Com uma imagem de seu público-alvo fica mais fácil conversar com ele e, consequentemente, criar uma estratégia eficaz para a sua empresa.

Como criar uma buyer persona?

As melhores buyer personas são detalhadas. Além de gênero, idade, ocupação, as personas devem ter nomes, local onde residem e hábitos. Elas também devem ilustrar as preocupações, as dificuldades e os objetivos delas. Isso é importante para definir como sua empresa pode resolver seus problemas e também como vai conversar com esta persona: se formalmente ou informalmente, com termos técnicos ou casuais, com seriedade ou bom humor, por exemplo.

Como fazer um plano de Marketing Digital em sua empresa

Uma empresa pode ter mais de uma buyer persona — pode, inclusive, ter buyer personas negativas, aquelas com as quais a sua empresa não deseja fazer negócio. No exemplo da loja de sapatos, um homem de 70 anos, aposentado, que adora ficar em casa com a família, seria uma buyer persona negativa. Ele provavelmente não se preocupará em comprar sapatos com frequência.

Porém, se você é novo nesta arte, a dica é começar devagar — com uma ou duas buyer personas principais.

Como definir as características?

Há algumas diferentes formas de definir as características do seu público-alvo para criar um perfil único. Confira algumas delas:

  1. Entrevistas: é possível entrevistar clientes atuais ou potenciais para descobrir quem são e quais são as suas principais demandas relacionadas à sua empresa.
  2. Pesquisa: a pesquisa pode ser encomendada, mas elas costumam ter um custo maior. Para economizar, você pode usar as ferramentas à sua disposição. Existem, por exemplo, sites para criação de formulários — como SurveyMonkey e o próprio Google — com perguntas de seu interesse e que podem ser distribuídos em seus canais de comunicação, por exemplo.
  3. Internet: se você tem sites, blog e redes sociais, você provavelmente tem alguma interação por meio deles. Procure acompanhar seus canais online, ler os comentários dos usuários, olhar seus perfis. Isso pode gerar uma boa ideia de quem são eles, o que querem e o que os incomodam.
  4. Métricas: as próprias redes sociais, o Google Analytics e outras plataformas de gerenciamento de canais oferecem dados sobre o público que os acessa. O Facebook Insights, por exemplo, mostra a região, o gênero e a idade dos seus fãs, entre outras informações. Fique de olho em toda informação disponível.

Você também pode fazer o download da nossa planilha gratuita para identificar os perfis ideais de cliente, mais conhecidos como ICP (Ideal Customer Profile), o material perfeito para definir personas e suas características, planejar suas ações de marketing e vendas e prospectar mais clientes. 

Dica: Saiba como o Marketing de Conteúdo pode te ajudar a gerar audiência

Definir uma buyer persona não é apenas essencial para criar uma identidade e uma mensagem forte para seu negócio, aumentando seu poder de atração e retenção de clientes. Esta técnica também pode ajudar você a diminuir os custos da sua empresa em diversas áreas, uma vez que permite a aplicação da sua verba com mais eficácia. 

Gostou das dicas? Conta pra gente nos comentários quais são suas dúvidas sobre o assunto!




Por
28/12/2016

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!