Guia: como fazer a descrição de produtos para e-commerce?


Bling

Por   

 14/11/2023 

O Bling é um ERP que facilita a emissão de notas fiscais e boletos, além de realizar integrações com as principais plataformas de e-commerce e marketplaces.

Você trata a descrição de produtos para e-commerce como só mais uma tarefa chata e operacional? A realidade é que deve haver muita estratégia por trás das palavras que apresentam os seus produtos.

Quando se trata de vendas online, descrições de produtos claras e convincentes podem fazer toda a diferença. Uma definição bem elaborada ajuda os potenciais clientes a entenderem os benefícios do produto e os incentiva a fazer a compra.

Em um estudo da experiência dos usuários conduzido pela Baymard, notou-se que 10% dos sites de e-commerce não têm descrições de produtos suficientes para as necessidades dos consumidores.

E, de acordo com dados do Think with Google, 85% dos clientes dizem que as informações e imagens dos produtos são importantes para eles ao decidir qual marca ou de qual loja comprar.

Quer saber como fazer uma descrição de produto que incentive seus clientes a adicionar itens ao carrinho de compras sem pensar duas vezes?

Então continue a leitura deste artigo com as dicas e práticas que você deve adotar para detalhar os produtos de seu e-commerce!

Passo a passo para migrar o modelo de comunicação da sua empresa do off para o online

Por que a descrição de produtos é importante?

A descrição de produtos para e-commerce é o texto que apresenta todas as informações sobre o item disponível na loja virtual. É por meio desta introdução que o potencial cliente confere os detalhes do produto para decidir se vai comprá-lo ou não.

A descrição é importante justamente por esse fator: influencia na tomada de decisão dos consumidores e, portanto, na conversão em vendas.

Aliás, o estudo da Baymard que citamos mais acima também revelou que, quando as informações que os consumidores procuravam não estavam disponíveis nas descrições, alguns rapidamente consideravam ir para outro produto ou até acessar outro e-commerce.

A procura por outro site acontecia ainda mais quando os usuários viam mais de uma descrição insuficiente. Eles assumiam que as que já viram representavam a qualidade geral das informações dos produtos na loja virtual, e desistiam de realizar a compra.

Lembre-se: enquanto um cliente em uma loja física costuma consultar um funcionário sobre as características de um produto, os consumidores online enfrentam mais restrições.

Às vezes, a descrição do produto é tudo o que um usuário tem disponível quando se trata de encontrar informações sobre o item que deseja!

Dica: A importância do tráfego pago e orgânico para seu e-commerce

Agora que você sabe a importância, podemos listar as melhores dicas de como fazer a descrição de produtos para e-commerce!

Continue a leitura!

Como fazer a descrição de produtos para e-commerce?

1. Descreva para o seu público-alvo

Entender o seu público-alvo e a persona do seu negócio é o primeiro passo para saber como fazer a descrição de produtos para e-commerce. Estude e adapte as suas descrições para corresponder às preferências, necessidades e linguagem dos clientes.

O tom de voz deve ser condizente com a sua marca. Por exemplo, a linguagem que sua empresa utiliza é mais formal ou informal?

Considere a demografia, os interesses e os pontos problemáticos para criar conteúdos que conversem diretamente com os seus consumidores.

Modelo de Processo para definição de Perfil de Cliente Ideal (ICP) e Personas

2. Destaque os benefícios

Concentre-se nos benefícios que o seu produto oferece e tente não focar somente nas características. Ao invés de só listar detalhes, explique como o produto resolve um problema ou como melhora a vida do cliente.

Por exemplo, não escreva que o produto "Possui uma longa duração de bateria", mas sim algo como "Desfrute de horas de uso ininterrupto com uma bateria de longa duração".

Também use uma linguagem descritiva para pintar uma imagem vívida na mente do cliente. Ao invés de dizer "Travesseiro macio", experimente "Travesseiro macio para uma noite de sono aconchegante".

3. Seja conciso, mas nem tanto

Os consumidores que compram online estão cada vez mais distraídos e com atenção limitada. Por isso, é importante manter as suas descrições concisas ao transmitir todas as informações. Evite jargões desnecessários e mantenha os parágrafos curtos para facilitar a leitura.

Ao mesmo tempo, descrições excessivamente curtas podem não oferecer aos consumidores confiança suficiente sobre um produto para considerar comprá-lo. Claro, essa questão depende muito do ticket do produto e do seu propósito.

Portanto, busque por um equilíbrio e leve em conta diferentes fatores, como o preço e o público-alvo.

4. Conte uma história

Esta é uma valiosa dica de como fazer a descrição de produtos para e-commerce, mas exige técnicas de storytelling e que o produto tenha de fato algo para contar.

Por exemplo, você pode envolver os clientes com uma história que descreve como o produto surgiu, a sua jornada ao longo do tempo ou o problema que ele resolve. Outra ideia é usar a história de sucesso de um cliente!

Essa prática cria uma conexão emocional que pode despertar interesse e mais conversões.

5. Adicione prova social

Quer aumentar ainda mais a saída dos seus produtos mais vendidos? Então foque na prova social, um gatilho mental do Marketing Digital que considera a opinião dos outros para aumentar as vendas.

Mencione avaliações positivas, classificações ou conteúdo gerado pelo usuário relacionado ao produto. A prova social constrói confiança e valida a qualidade do produto aos olhos dos potenciais consumidores.

Dica: Leads: o que são e como gerá-los para vender mais

6. Aborde as principais dúvidas

Grande parte dos clientes terá algum tipo de dúvida. Por isso, vale a pena criar uma sessão de “Perguntas Frequentes”, o famoso FAQ (Frequently Asked Questions, em inglês) para certos produtos.

Antecipe e aborde as preocupações e questões mais comuns dos clientes na descrição. Seja sobre prazo estimado para entrega ou instruções de uso, fornecer essas informações antecipadamente pode reduzir a hesitação dos consumidores.

7. Adicione uma Chamada para Ação (CTA)

Uma boa descrição de produtos para e-commerce não está completa sem o clássico Call to Action (CTA), ou chamada para ação em português.

Incentive a ação imediata com um texto curto, claro e direto. Frases como "Compre agora", "Aproveite já o estoque limitado disponível" ou "Garanta o seu hoje" podem encorajar os visitantes a dar o próximo passo.

8. Utilize técnicas de SEO na descrição

Seja qual for o segmento de sua loja virtual, você não pode ignorar o poder do SEO para atrair tráfego orgânico e conquistar mais clientes.

O SEO (Search Engine Optimization) serve para posicionar páginas de destino entre os melhores resultados dos mecanismos de busca utilizando diferentes técnicas.

Em nosso caso, por exemplo, o SEO para e-commerce tem como objetivo otimizar as descrições de produtos para o Google e melhorar a visibilidade dos produtos à venda.

Ao aparecer nos resultados de busca, você terá um fluxo maior de usuários qualificados, que encontraram a sua loja virtual como resposta para as pesquisas que fizeram.

E como fazer a descrição de produtos para e-commerce levando o SEO em consideração?

Dois pontos são fundamentais nesse sentido.

O primeiro é fazer um estudo das palavras-chave para ver quais são as mais relevantes de acordo com cada item. Você deve incorporá-las de forma natural na descrição e título de suas páginas, além de evitar repeti-las em excesso, pois pode prejudicar a legibilidade e o ranking.

A segunda dica é criar uma descrição única, diferente das milhares que são idênticas em outros sites. Então não copie de outras lojas e não utilize a descrição básica enviada pelos fornecedores.

Técnicas de indexação para potencializar os resultados de seu blog e gerar vendas

9. Formate para facilitar a leitura

Use marcadores, títulos e parágrafos curtos para melhorar a legibilidade. Consumidores online tendem a examinar o conteúdo antes de ler de fato, por isso torne as informações principais mais legíveis.

Na prática, não utilize frases longas e limite o tamanho dos parágrafos a quatro linhas no máximo. Coloque as informações em bullet points e destaque palavras importantes em negrito para facilitar a leitura.

Já em relação a dispositivos móveis, certifique-se de que as suas descrições de produtos sejam fáceis de ler em telas menores, como em smartphones. Use um design responsivo que se adapte a diferentes dispositivos!

10. Detalhe todas as informações importantes

Por fim, claro que não podemos deixar de citar uma dica que pode parecer óbvia, mas às vezes passa despercebida.

Ao fazer a descrição de produtos para e-commerce, insira todos os detalhes relevantes, como material, tecido, dimensões, cores, modos de uso, prazo de validade e entre outros que façam sentido para a mercadoria em questão.

Gostou do conteúdo? Então agora que você já sabe como fazer a descrição dos produtos para e-commerce, é hora de colocar as dicas em prática para otimizar o seu site!

Este conteúdo foi escrito pela equipe do Bling, um sistema de gestão online que descomplica o seu negócio. Oferecemos um ERP que realiza a emissão de notas fiscais e boletos, além de realizar integrações com as principais plataformas de e-commerce e marketplaces.


Você quer
aumentar suas vendas
através do Marketing Digital?

Receba gratuitamente o Diagnóstico Content+Performance, a metodologia de Marketing Digital da Orgânica!

Quero saber como Vender Mais

Quer uma consultoria gratuita de marketing digital?

Assine nosso blog

E entenda como transformar audiência em vendas.

Assine nosso blog

E entenda como transformar audiência em vendas.