Storytelling: aprenda a contar a história da sua marca de forma poderosa


Storytelling: aprenda a contar a história da sua marca de forma poderosa

O que chama mais sua atenção? 

  • A) eu tenho uma história para te contar 📖;
  • B) olha como minha empresa é bacana 📣.

Acredito que você escolheu a opção A. Correto? Mas por que isso acontece? Simples, porque nós humanos somos programados a gostar de ouvir histórias! 😄 E isso tem totalmente a ver com nosso assunto de hoje, o storytelling.

Bom, me chamo Iury e hoje vou te levar numa jornada por este maravilhoso mundo onde as pessoas realmente prestam atenção no que você diz! (já estou aplicando o storytelling, até o fim do texto você vai entender melhor!) Bora aprender? Te darei uma dica extra no fim do texto que é um verdadeiro presente! 🎁

Como a falta de storytelling afeta sua marca?

Sabe o que é storytelling? Imagine você contando sobre os valores defendidos pela empresa, conquistas e fracassos aos colaboradores e clientes. Isso transmite uma imagem verdadeira, concorda? Essa prática de contar boas histórias tem sido cada vez mais utilizada nas estratégias de marketing das empresas.

Alberto Prado abriu uma loja recentemente. No entanto, para cortar gastos, fez praticamente tudo sozinho: cuidava das estratégias de marketing da empresa, atendia os clientes e fazia o controle de estoque. Apesar de todo o esforço, as vendas na companhia não apresentaram bons resultados. Sabe dizer o porquê?

A falta de boas histórias foi um dos principais motivos. A empresa, por não ter estratégias de marketing e vendas bem trabalhadas, não transmitia um propósito e não conseguia se conectar aos clientes

Dica: 4 problemas que são resolvidos com o alinhamento entre Marketing e Vendas

É nesse sentido que entra a importância do storytelling. Continue lendo que irei te explicar detalhadamente sobre esse conceito e até dar algumas dicas para ajudar a sua marca a contar boas histórias. Vamos ao que interessa!

O que é storytelling?

Storytelling é a arte de comunicar uma ideia por meio de uma narrativa, seja ela usando palavras ou recursos visuais. O objetivo é envolver as pessoas para transmitir pensamentos e fatos por meio de uma história fluída, relevante e coesa. Quanto mais o público se conectar com a história, mais poderosa será a mensagem transmitida.

Agora, você deve estar se perguntando: quais são os benefícios dessa prática? As empresas que desenvolvem maneiras de contar boas histórias conseguem estabelecer uma boa imagem da marca e cativar sua audiência.

Te deixei um presente lá no fim do texto, lembra? Continue lendo e aproveite! 🎁

Veja na prática como o storytelling é capaz de cativar a audiência na abertura do Ted Talk de Andrew Stanton:

Além disso, constroem um bom relacionamento com os clientes, fornecedores e funcionários. Tudo isso, somado, ajuda as marcas a manter os empregados mais engajados e melhorar os resultados das vendas.

Ainda devemos levar em consideração que, geralmente, as pessoas têm mais facilidade em lembrar de histórias do que se recordar de dados. O storytelling faz com que as empresas humanizem o produto ou serviço e, dessa maneira, aproximem a marca do consumidor final. Assim, quanto antes você dominar a arte de contar boas histórias, melhores serão os resultados do seu negócio.

Como contar boas histórias?

Conheça o seu público

Não restam dúvidas de que o conhecimento das características do público ajudará o seu negócio a contar boas histórias. Nesse sentido, é importante considerar vários fatores como gênero, idade, cidade de origem, hábitos de consumo, problemas cotidianos enfrentados, fatores sociais (família, grupos de influência de cada um), questões psicológicas (crenças, percepção etc.) entre outros dados relevantes.

Não sabe como organizar todas essas informações? Conheça nossa planilha e pare de passar sufoco!

Planilha Perfil Ideal de Cliente

Depois de levantar essas informações, é fundamental pensar sobre como o seu produto vai ajudar as pessoas. A partir disso, você consegue criar histórias alinhadas com os interesses do público e ser mais assertivo na sua oferta.

Seu presente está mais perto! Continue lendo! 🎁

Saiba usar a “verdade da marca”

As empresas que sabem utilizar essa estratégia conseguem transmitir com mais clareza a identidade da marca. Isso porque elas demonstram o que têm de único e especial. Além disso, demonstram com clareza os valores nos quais acreditam e defendem.

Dica: Marketing de defensores: como conquistar evangelizadores da minha marca?

Dessa maneira, aumentam-se as probabilidades de as pessoas se identificarem com o negócio e comprar em produtos ou serviços disponibilizados pela empresa. No entanto, para essa abordagem funcionar, a história necessita estar dentro de uma boa estratégia de marketing, e é preciso ser verdadeiro na sua proposta.

Conte a sua história em etapas

Depois de reunir essas informações, é necessário prender a atenção do ouvinte. A melhor maneira de fazer isso é criar uma narrativa com início, meio e fim bem definidos. Confira os três passos práticos:

  • 1) Defina o personagem principal da história e o contexto da situação. Crie sua própria jornada do herói, com vilões e desafios, superação e o Gran Finale.
  • 2) Por meio do entendimento sobre audiência, apresente informações precisas sobre a sua empresa e depois apresente a oferta (lembre-se de garantir que a história seja realmente interessante para garantir que o público chegue até esta etapa do processo).
  • 3) Explique ao usuário qual ação você deseja que ele faça. Pode ser a compra de um produto, inscrição no canal, assinatura de uma newsletter etc. É importante mostrar que a história acabou e agora ele precisa tomar uma decisão. Nesse ponto, sua narrativa prévia deve corroborar com a oferta. Como por exemplo: "Se você não quer passar por tantos perrengues quanto o (personagem principal da história) para (alcançar o resultado final), você precisa (oferta da solução).

Embora seja trabalhoso pensar em histórias cativantes para o público, essa atitude ajudará a sua empresa a apresentar melhores resultados e ganhar espaço no mercado — algo que Alberto Padro, nosso amigo da introdução, não conseguiu, por desejar cuidar de todas as áreas da sua loja sozinho e de forma ágil.

Resumindo, o storytelling é uma prática que reforça a identidade das marcas e, com isso, cada vez mais pessoas tendem a dar atenção, se identificar com o negócio e por fim, comprar.

Mas embora eu tenha lhe dado diversas dicas, precisamos concordar que não é um trabalho para qualquer um, não é mesmo? Por isso, se você viu o quão importante é essa estratégia e precisa de ajuda para aplicar na sua marca, conte conosco da Orgânica Digital

 

Iury, qual minha Dica Extra?

Obrigado por chegar até aqui! Se você está lendo este tópico talvez esteja cogitando aplicar o storytelling por conta própria. Pode dar certo? Pode! Mas também pode dar muito errado (lembra do nosso amigo Alberto?).

Bom, nem preciso dizer o quanto buscar uma ajuda de quem realmente sabe pode te evitar de dores de cabeça. Sendo assim, vou te dar mais uma dica: um livro que irá te ajudar caso você realmente deseje resolver fazer tudo sozinho!

O nome dele é Criatividade S.A, e conta os bastidores da criação dos maiores sucessos da Pixar (deu pra perceber que eu gosto muito desses caras, né?). É como se fosse um storytelling do storytelling!

Livro Criatividade S.A

Livro Criatividade S.A

Essa é uma leitura muito válida para você que atua como redator/produtor de conteúdo, ou simplesmente gosta de ler sobre assuntos interessantes. Recomendo muito!

Me diga, agora você já sabe o que é storytelling? Espero que sim, mas se tiver alguma dúvida estou à sua disposição!

E se quiser receber conteúdos realmente úteis como esse, inscreva-se em nossa newsletter!

 



Por
12/02/2019

O que me motiva é conectar marcas e clientes por meio de estratégias de marketing digital. Também estou no Linked In.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!