Planejamento de marketing de conteúdo: 14 dicas para criar o seu



Por   

 27/05/2020 

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.

Cada vez mais empresas e marcas vêm apostando no marketing de conteúdo como sua estratégia para se destacar da concorrência, atrair visitantes e ajudar a alavancar as vendas.

E mesmo que você não tenha tanta experiência no assunto, deve saber que o planejamento de marketing de conteúdo é a espinha dorsal para que sua estratégia seja bem-sucedida.

Seguem algumas boas dicas para que você possa planejar muito bem o seu marketing de conteúdo. Use-as sem moderação!

O que é Marketing de Conteúdo

Marketing de conteúdo é a melhor maneira de gerar tráfego orgânico para sua marca! Sendo bem executado, ele te permite depender cada vez menos de investimentos em mídia para atrair público para seu blog ou site.

Confira abaixo uma explicação mais profunda sobre o que é o Marketing de Conteúdo e como essa estratégia funciona!

1. Conheça bem o que é marketing de conteúdo

A maneira como as pessoas consomem marketing e propaganda mudou com o advento das novas tecnologias e a transformação digital. Hoje, já não ficamos passivos em frente às mídias tradicionais, obrigados a assistir peças de publicitárias. Com a internet, as pessoas passaram a consumir apenas aquilo que as interessa, sendo que tudo o que não for importante é rapidamente ignorado e até bloqueado.

Dentro desse contexto de mudança que tem ocorrido a passos largos com a publicidade, temos o surgimento do marketing de conteúdo. Isso nada mais é que uma forma de envolver o seu público-alvo, atraindo mais clientes para a sua marca com a disponibilização de materiais relevantes para seus potenciais compradores.

Marketing de conteúdo é a melhor maneira de gerar tráfego orgânico para sua marca. Com uma estratégia bem executa ela permite depender cada vez menos de investimentos em mídia para atrair público para seu blog ou site. O conceito por trás do marketing de conteúdo está ligado com a atração de clientes por meio da entrega de algum material de valor.

Por meio da produção de conteúdo de qualidade, muitos consumidores podem vir a conhecer e confiar na sua marca, se tornando clientes da sua empresa. Ou seja, é uma estratégia de atração. A cada dia, mais pessoas se sentem confortáveis em utilizar a internet para realizar pesquisas acerca de produtos e serviços que pensam em adquirir, mas que ainda não estão totalmente convencidas ou buscam entender como funciona antes de fechar uma compra.

Por meio do marketing de conteúdo, sua marca pode alcançar essas pessoas, atraindo-as para seu site e apresentando as suas soluções para os problemas delas, gerando muito mais negócios.

Isso é feito ao constatar quais são as maiores dúvidas ou problemas de seu público-alvo, utilizando palavras-chave de pesquisa nos buscadores para entender quais tipos de conteúdo serão relevantes para seus consumidores. O marketing de conteúdo é uma estratégia incrível, que pode gerar grandes resultados para a sua marca com investimentos muito menores que a mídia tradicional.

2. Saiba como o marketing de conteúdo e o inbound marketing se relacionam

O marketing de conteúdo está contido dentro do inbound marketing, um conceito mais amplo. Podemos dizer que o inbound é composto por toda e qualquer iniciativa de marketing que busca capturar o interesse de consumidores de uma maneira não invasiva ou interruptiva.

Com a transformação digital, houve uma mudança radical no comportamento do consumidor geral, sendo que as regras do mercado também se ajustaram. O inbound marketing é uma consequência desse movimento, buscando se adaptar aos novos tempos.

O inbound é um conjunto de ferramentas de marketing baseadas no conceito de criação e compartilhamento de conteúdo relevante para um público-alvo específico, buscando a permissão para se comunicar com seus potenciais clientes de forma direta e criando um relacionamento com eles.

Em suma, a estratégia de inbound marketing busca fazer com que os clientes venham até a empresa, atraídos por uma mensagem simples, eficaz e direcionada a eles. Como o interesse partiu deles, fica muito mais simples apresentar soluções e fechar negócios.

Para fazer com que o consumidor passe por toda a jornada de compra de forma intuitiva e não invasiva, o inbound se baseia em quatro pilares:

  • atrair — entregar conteúdo relevante e de interesse do público-alvo do negócio;
  • converter — transformar um visitante em lead, apresentando soluções aos seus problemas;
  • vender — fechar o negócio, entregando valor ao cliente;
  • encantar — criar uma verdadeira relação junto ao lead para que ele se torne um evangelista da marca e haja a fidelização.

Em vez de fazer uso de propagandas agressivas, jogando anúncios na cara de qualquer usuário da internet sem que ele esteja interessado em seus produtos ou serviços, o objetivo é atrair o público de uma forma sutil. É o público que vem até você, com interesse pelo que a sua marca tem a dizer, dando permissão para o recebimento da sua mensagem. Por conta disso, o inbound marketing também é chamado de marketing de atração.

Contido dentro desse conceito temos o marketing de conteúdo, que é uma das estratégias utilizadas nesse processo de geração de valor aos consumidores e atração de novos clientes para a marca. O marketing de conteúdo é apenas uma das várias outras estratégias contidas dentro do inbound marketing que pode ser aplicada para a atração do público, sendo que existem outras ações que podem ser empregadas em conjunto.

Podemos dizer que o marketing de conteúdo funciona como um ímã, buscando atrair o máximo de pessoas que fazem parte de seu público-alvo para que as outras estratégias de inbound marketing possam ser colocadas em ação, transformando o consumidor em lead, depois em cliente e este em um promotor da marca.

O que você precisa entender é que, ao investir em marketing de conteúdo, a sua marca segue uma estratégia de inbound marketing. Ou seja, atrai o público-alvo de forma sutil e ganha sua confiança por meio da entrega de informações relevantes para suas dores e problemas.

3. Entenda as vantagens de investir em marketing de conteúdo

Ok, você já sabe do que se trata essa estratégia, mas ainda não deve estar totalmente convencido acerca do porquê de investir nesse modelo de publicidade. Vamos listar algumas vantagens do marketing de conteúdo.

3.1. Reduz o custo do marketing

Investir em mídia tradicional é caro e os resultados nem sempre são de acordo com o que se pensa. Uma vez que seus anúncios serão veiculados de forma indiscriminada para toda uma audiência, sendo que a grande maioria não está interessada nas soluções que a sua empresa apresenta.

Uma estratégia de marketing de conteúdo exige um fluxo constante de alimentação de informações, mas é muito menos custosa que as campanhas de marketing tradicionais na mídia, atraindo apenas o público que realmente tem interesse em suas soluções. A depender dos conteúdos produzidos por sua empresa, o custo é baixo, sendo que várias organizações contratam agências de publicidade para gerenciar seus canais de comunicação e de conteúdo, como blogs, canal do Youtube, redes sociais e outros.

3.2. Aumento do tráfego do site

Conforme a Content Trends 2019, cerca de 86,7% de todos os usuários do Google buscam informações relevantes para seus problemas, ou seja, o buscador pode ser a principal porta de entrada de novos clientes para a sua empresa. Produzir um conteúdo considerado relevante pela sua audiência pode fazer com que o seu site ocupe o primeiro lugar nas buscar do Google. Sendo que nesse local ele sempre será encontrado pelo seu público, que considera os primeiros resultados como os mais relevantes.

Ainda conforme a pesquisa citada, as empresas que aderiram ao marketing de conteúdo tiveram, em média, 2,2 vezes mais visitas que as organizações que ainda não utilizam essa estratégia. As marcas que produzem mais de 13 conteúdos por mês recebem ainda mais, 4,2 vezes.

3.3. Educa o público-alvo

Caso o público não conheça a sua marca, provavelmente ele também não entende muito bem o mercado no qual você está inserido ou as soluções que a sua empresa oferta. A produção de conteúdo também permite educar o público, demonstrar as aplicações práticas de suas soluções e como elas podem auxiliar na dor ou demanda do público, respondendo dúvidas dos clientes e ensinando a eles o que é necessário para tomar a decisão pela compra.

Caso o conteúdo seja de qualidade, pode até ser que o negócio não seja fechado, porém, o consumidor poderá espalhar essa mensagem quando algum conhecido apresentar um problema ou dor parecida. Além disso, a educação em relação aos seus produtos e serviços também evita a insatisfação dos clientes, que podem vir a comprar algo esperando um resultado diferente. Por meio do marketing de conteúdo, tudo fica claro e não há razões para insatisfação.

3.4 Reduz o CAC

O Custo de Aquisição de Clientes, o CAC, é uma métrica muito importante para o marketing, pois demonstra os valores investidos para a conquista de um novo cliente. Um CAC muito alto é prejudicial ao negócio, afetando a lucratividade. Afinal, caso haja muito investimento para a atração de um novo cliente, esses valores saem do fechamento da venda, reduzindo o seu retorno.

Já quando conquistar um novo cliente é barato, a maior parte da receita gerada por ele cobre as despesas de atração e ainda existe lucro. Por conta disso, o marketing sempre deve buscar reduzir ao máximo o CAC em suas ações. No entanto, muitas vezes acontece o contrário. As empresas mantêm grandes equipes comerciais focadas na atração e conversão de novos clientes, tendo um bom resultado, porém, com um CAC alto. Ou seja, boa parte do lucro se perde no reinvestimento.

Por meio de uma estratégia de conteúdo sólida, é possível reduzir drasticamente o CAC, fazendo com que o processo de venda se torne mais simples e a atração dos consumidores algo natural, já que eles buscam pelo conteúdo que sua empresa entrega, e não o contrário.

3.5. Melhora a visibilidade da empresa

Outro ponto forte de uma estratégia de marketing de conteúdo é o reconhecimento de sua marca pelos consumidores, fazendo com que eles saibam exatamente quem é a sua empresa e os produtos e serviços que ela oferece. As pessoas tendem a ter uma maior propensão de fazer negócios com quem elas conhecem, pois mantêm um sentimento de confiança com as marcas que são familiares. Esse é um pulo do gato do marketing de conteúdo.

Um cliente que consome informações assiduamente de seus canais, no caso de enfrentar alguma situação que exija uma compra, sempre optará pela sua marca, pois já se sente à vontade com a sua empresa e já foi orientado por seus conteúdos.

3.6. Impulsiona a geração de leads

Lead é um termo no marketing para descrever os consumidores com um real interesse, ou seja, um problema que pode ser resolvido por meio das soluções ofertadas pela sua empresa, sendo que as chances de conversão são muito maiores nesses casos. Como você já notou, ao distribuir um determinado conteúdo de qualidade, o caminho do marketing se tornar inverso, já que sua empresa não vai mais atrás dos clientes, mas os atrai pela oferta de informações relevantes.

Dessa forma, boa parte do tráfego em seus canais de conteúdo é formado por leads, pessoas que tem um real interesse nas informações ofertadas e que são uma venda em potencial. É claro que podem haver alguns visitantes sem interesse, mas serão a minoria. Além disso, quanto mais conteúdo sua empresa produziu, maior a autoridade criada pela sua marca na internet e maior a atração e capacidade de gerar leads.

3.7. Aumenta as vendas

Quando falamos em marketing de conteúdo, o aumento de vendas é algo natural, afinal de contas, existirá a atração de vários consumidores com um interesse em suas soluções, produtos e serviços. Além disso, com o passar do tempo e o aumento da autoridade de sua marca na internet, mais consumidores começarão a confiar nela e se tornarão promotores, repassando a sua mensagem para outros clientes em potencial.

3.8. Melhora o engajamento

Ao produzir um conteúdo de qualidade, você aumenta o interesse das pessoas pela sua marca e também as interações delas com a sua empresa, gerando engajamento. Tão importante quanto atrair os consumidores para conhecerem a sua marca, é criar um relacionamento com os clientes, demonstrando que a sua empresa se importa com o sucesso deles e a solução de seus problemas. Não se trata apenas de vender, mas de oferecer uma solução real que possa sanar a dor a qual o consumidor enfrenta.

3.9. Fideliza o cliente

O marketing de conteúdo também é responsável pela fidelização, uma vez que demonstra que a sua empresa se importa em sanar as dúvidas dos clientes e com o seu sucesso. Isso aumenta o lifetime-value, o valor total gasto por um cliente em sua empresa. Ou seja, o cliente sempre volta a fazer negócios com a sua empresa, pois confia em seus produtos e serviços.

Fidelizar cliente é muito mais barato e eficaz que conquistar novos, uma vez que não tem grandes custos de atração. Como sua marca continua a alimentar seus canais com conteúdo, o cliente sempre volta, pois pode ter outras dores semelhantes.

4. Analise profundamente a sua marca

Antes de criar o planejamento em si, com a definição de objetivos, metas e demais elementos, você deve entender o conceito da sua marca, a fim de produzir materiais que realmente a representem, atraiam e conquistem público-alvo ideal.

Os conteúdos produzidos, como artigos para o blog, vídeos e até mesmo textos para estratégias de e-mail marketing influenciam na maneira como o consumidor enxerga a sua empresa. Dessa forma, tudo precisa ser bem planejado.

Antes disso, porém, analise como você pode imprimir as crenças, os valores e os propósitos da empresa em cada uma das suas ações. Se você já tem uma visão e missão criadas, essa não deve ser uma novidade.

Na Orgânica Digital somos especialistas em fazer Marketing de Conteúdo alinhado com aquilo que as marcas carregam de único. Uma das provas é o trabalho que realizamos para a M.Pollo, uma empresa de moda masculina com 25 anos de tradição.

A M.Pollo já possuía um bom tempo de mercado e estratégias digitais rodando. Porém, mesmo assim ainda não alcançava os resultados desejados! Depos de uma análise profunda, identificamos o que precisava ser feito:

  • Reestruturação das estratégias em Marketing Digital;
  • Alinhamento entre vendas e marketing;
  • Remodelação de conteúdos;
  • Renovação do site e das páginas de contato.

Após a execução de tudo o que planejamos os resultados surgiram:

Case de Sucesso M.Pollo - Orgânica Digital

Resultados alcançados pela M.Pollo após as nossas ações

Confira no vídeo abaixo um depoimento do cliente sobre este case de sucesso:

André Ribeiro, Gerente Nacional de Vendas da M.Pollo

Dica: clique aqui e saiba como transformar sua empresa no nosso próximo case de sucesso

Agora voltando, se você ainda não definiu quais são seus propósitos, é preciso saber como explicar à audiência porque a sua companhia existe. É apenas para gerar lucro para os fundadores ou a marca pretende mudar o mundo - e melhorar a vida de seus consumidores - de alguma maneira?

A ideia de que pessoas não compram produtos, e sim benefícios, não deve ser nova para você, certo? Mas será que a sua empresa, por meio dos conteúdos que produz, consegue expressar isso para a audiência? Se você analisar como se comportam grandes marcas do mercado, perceberá como elas fazem isso em seus materiais de comunicação.

Dica: O que são love brands e o que você pode aprender com elas

A Coca-Cola e a Disney, por exemplo, vivem dizendo que querem proporcionar momento felizes aos seus clientes, e todas as suas ações buscam mostrar isso.

Além de definir a sua missão, sua visão e seus valores, é muito importante criar uma proposta única de valor. Quando você consegue se fazer entender como o melhor no que faz, naturalmente vai atrair e fidelizar clientes com mais facilidade. Isso é ainda mais importante se você vende produtos e serviços para as novas gerações e jovens adultos.

No geral, essas pessoas se preocupam com a responsabilidade social das empresas e como elas ajudam a tornar o mundo um lugar melhor. Estabelecer uma proposta de valor diferencia a empresa entre seus concorrentes e influencia no sucesso do branding. Saiba por que a sua companhia existe, como ela atua, o que produz e expresse isso nos conteúdos criados.

A estratégia perfeita para alcançar esses resultados é o Natural Marketing, que visa colocar sua marca nos corações das pessoas! Saiba mais sobre nossa nova metodologia de trabalho no vídeo abaixo!

Uma dica é criar um slogan e frases que sintetizem a narrativa da sua empresa. Isso será especialmente útil ao desenvolver landing pages, e-mails e perfis online. Se ficar com dúvida sobre como fazer isso, vale a pena investigar o que outras grandes marcas fazem. Entre no site dos seus concorrentes ou de marcas do nicho e procure entender como elas se posicionam, mas não se esqueça de manter a sua identidade.

Após conhecer profundamente a sua marca, você deve saber como deseja que o público a entenda. Em seguida, só precisa avaliar o que produzir para se comunicar de maneira eficaz. Sendo assim, você deve estar preparado para planejar as estratégias de conteúdo. 

5. Entenda a base de um planejamento de marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo se tornou fundamental para alcançar os objetivos de qualquer planejamento estratégico. Afinal de contas, atrair e reter clientes é fundamental para todas as empresas.

A melhor maneira para se conquistar esses objetivos é planejar a jornada. Dedicar-se ao planejamento de marketing de conteúdo significa avaliar todas as ideias e vontades que você e sua equipe têm de alcançar o merecido sucesso e saber como fazer para que elas se tornem realidade.

Na criação do seu plano de marketing de conteúdo, você precisará estudar o mercado e responder algumas perguntas importantes.

Quer saber como fazer isso de forma prática? Baixe o nosso guia e descubra quais são melhores estratégias para atingir o seu público!

Banner - Como fazer um plano de Marketing Digital em sua empresa

Quem é o seu público, o que ele quer e precisa saber sobre? Quais são as principais dúvidas a respeito das soluções que a sua empresa oferece? Como essas respostas serão fornecidas em cada etapa do funil de marketing e da jornada do cliente?

Essa é uma das primeiras etapas que percorremos com todos os nossos clientes aqui na Orgânica Digital! Para criar nossos planejamentos buscamos primeiro entender quem a empresa é e quais são os desafios que precisam ser superados. Após isso damos início ao planejamento de marketing!

Note que mais do que responder essas perguntas, você precisa ter disciplina para manter-se fiel ao planejamento de marketing de conteúdo. Evite sair do que foi esquematizado e criar materiais que não estão de acordo com as estratégias da empresa.

Dica: Tire 6 principais dúvidas sobre a elaboração de um plano de marketing

Você pode, se quiser e achar viável, inserir alguma pauta ou testar um novo formato de conteúdo, por exemplo. No entanto, isso não deve ser um hábito. A consistência é a base de um plano de marketing e favorece o branding da empresa.

Aliás, é importante lembrar de comunicar a sua proposta de valor à audiência. Em todo conteúdo produzido, mostre os diferenciais da sua empresa e por que ela é a melhor opção para o consumidor.

6. Estabeleça objetivos e metas (e não esqueça das métricas!)

O que você quer obter da sua estratégia de marketing de conteúdo, especificamente? Qual a razão por trás de cada ação?

Ao definir seus objetivos - analisá-los sob o ponto-de-vista das suas prioridades - e estabelecer as suas metas, você não só ajuda a organizar o calendário de ações (o que postar, como e onde divulgar) como a entender de que maneira o planejamento de marketing de conteúdo deve se comportar para ter bons resultados.

Uma das maneiras que usamos para estabelecer metas aqui na Orgânica Digital é usar a calculadora de leads! Ela permite calcular as metas de marketing e vendas apresentando o número de leads essencial para cada etapa do funil!

Clique no banner abaixo e faça sua cópia gratuita!

Planilha Calculadora de Leads

É muito importante não esquecer que cada objetivo e meta precisa de métricas para avaliar sua performance.

Se um dos objetivos é aumentar o número de leads gerados, é preciso estabelecer padrões desejáveis para esse crescimento. Qual o número ou porcentagem desejada? Quanto tempo você vai demorar para alcançar isso? Quais são os indicadores que vão me ajudar a analisar o sucesso?

Entre as principais métricas a serem levantadas no marketing de conteúdo estão:

6.1. Engajamento

Levantar o engajamento é ideal para verificar se os consumidores dos seus conteúdos estão envolvidos ou não pelo que você oferta. Caso a taxa de engajamento seja baixa, é necessário replanejar os seus conteúdos. Entre os pontos a serem analisados estão:

  • duração da sessão — tempo que um usuário passa em seu blog em uma única visita. Um tempo alto significa que o consumidor está lendo todas as informações repassadas;
  • páginas por sessão — verifica a quantidades de páginas pelas quais o usuário navega em uma visita, o que demonstra que ele se interessa pelo conteúdo e busca mais informações;
  • comentários — por fim, os comentários permitem entender o nível de interação em cada postagens, sendo a principal métrica para o engajamento. Bons conteúdos geram comentários.

6.2. Vendas

Para entender o real impacto de sua estratégia de marketing de conteúdo sobre a rentabilidade da empresa, é preciso levantar a sua influência nas vendas. O quanto cada conteúdo tem influenciado os consumidores em cada parte do funil. Algumas das métricas para esse levantamento são:

  • vendas geradas a partir do funil — esse indicador diz respeito ao número de vendas que foram realizadas a partir de leads gerados por meio do marketing de conteúdo;
  • vendas influenciadas pelo funil — mostra o número de vendas que foram influenciadas por um dos conteúdos apresentados em seus canais, não sendo responsável direto pela venda, mas fazendo parte da jornada.

6.3. Compartilhamento

O compartilhamento é muito importante, pois está ligado diretamente com o engajamento que o seu conteúdo gera em seu público. Aquilo que as pessoas aprovam elas compartilham, o que significa que seu conteúdo foi corretamente produzido. Entre os pontos a serem observados:

  • compartilhamentos — mede o número de shares que a sua publicação recebeu dos leitores. Por meio dessa métrica, podemos entender o que interessa ou não para a audiência;
  • curtidas — os likes também são muito importantes para medir quanto sua publicação é relevante. Quanto mais curtidas, maior a chance desse conteúdo aparecer no feed de outras pessoas e aumentar o alcance de suas publicações.

6.4. ROI

Medir o ROI é fundamental para o controle do orçamento, para entender para onde você deve apontar os seus recursos e quais estratégias funcionam ou não, dando uma perspectiva dos custos de suas ações de marketing. A conta do ROI é bem simples e para realizar esse cálculo basta pegar a receita gerada por um determinado conteúdo e dividir pela soma de todos os custos envolvidos para a sua produção e distribuição.

Caso o resultado seja maior que 1, podemos afirmar que o conteúdo é rentável, observando do ponto de vista de vendas, caso contrário, não atingiu o seu objetivo. O cálculo pode ser realizado por conteúdo, campanha, período ou até mesmo no geral, trazendo um bom controle orçamentário para as suas ações.

7. Conheça sua audiência

O bom discurso é aquele que encontra ouvidos atentos. Com quem você deseja se relacionar? Saber qual é o público-alvo das suas ações é essencial para o planejamento de marketing de conteúdo.

Por que? Para saber o que dizer como, em quais canais e quando, ou seja, para poder produzir conteúdo interessante.

Dica: 

Em vez de produzir conteúdos que você acredita serem legais ou interessantes e esperar que o público goste, inverta o caminho. Procure entender o que o seu público quer e precisa saber para que os materiais que você faz sejam recebidos de "braços abertos".

É exatamente isso que aplicamos para todos os nossos clientes que usam a estratégia de Inbound Marketing! Nela os conteúdos são criados com base nos objetivos da marca. Saiba mais no vídeo abaixo:

8. Escolha os tipos de conteúdos e canais

Não adianta postar sempre a mesma coisa. Se você já conhece o seu público, a jornada do seu cliente e tem uma boa noção das perguntas que precisam ser respondidas, procure entender qual o melhor material para cada caso. Você tem várias opções de conteúdo:

  • Infográficos;
  • Guias;
  • Webinars;
  • Artigos;
  • E-books;
  • Novidades;
  • Pesquisas;
  • Entrevistas;
  • Cases de sucesso.

Além disso, procure saber como boas respostas podem se comportar para a produção de diferentes materiais. Por exemplo: esse artigo poderia render também um bom infográfico, ou um e-book informativo com um passo-a-passo.

Com isso você consegue ampliar as chances de atração, cliques e, a partir de boas ações e CTAs (Calls-to-Action), vender mais.

É muito importante você analisar o desempenho dos seus conteúdos! Aqui na Orgânica Digital já descobrimos ao longo de diversos projetos que precisaríamos "ajustar as velas" da estratégia. Por exemplo, descobrimos que para um público fazia mais sentido transformar os conteúdos que seriam criados para e-book em blog posts, pois a persona não tinha o costume de baixar materiais.

Dica: Quer produzir conteúdos com inteligência de dados? Entre em contato conosco!

Ao definir no seu plano e os formatos de conteúdo a serem utilizados, leve em consideração as tendências. Se já existem muitos artigos sobre o seu nicho, não seria melhor criar e-books e planilhas? Aproveite a versatilidade desse tipo de marketing para atrair e conquistar a sua audiência.

Existem vários canais para a distribuição de seus conteúdos, sendo que o carro-chefe é o blog, mas outras opções podem ser muito interessantes também e trazerem um bom retorno em termos de estratégia. Vamos listar alguns canais que podem ser utilizados.

8.1. Blog

O blog é uma das plataformas mais interessantes por ser exclusiva e não haver competição pela atenção do usuário, como em outros canais. Aqui podemos apresentar conteúdos mais completos e pode-se realizar uma personalização total da ferramenta utilizada.

8.2. E-mail

O e-mail ainda é uma boa ferramenta para alcançar a audiência e entregar conteúdo de qualidade, atraindo o público. Contudo, é preciso um bom planejamento, já que o consumidor pode receber dezenas de e-mails por dia e o seu deve chamar a atenção.

8.3. Vídeos

Vídeos são ótimas formas de atrair a atenção do público e gerar engajamento, já que muitas vezes, traz um sentimento de intimidade e constrói relacionamentos. Entretanto, mais uma vez, é preciso ter um cuidado extra com a qualidade, afinal, são milhares de vídeos competindo em plataformas como o Youtube.

8.4. E-books

Os livros online são uma forma de repassar conteúdos mais complexos e aprofundados, sendo extensos demais para publicação em blogs. Além disso, os e-books permitem a inserção de links de direcionamento, o que pode ser uma boa estratégia para captação de leads.

8.5. Redes sociais

As redes sociais são uma das maneiras mais eficazes de alcançar o público, já que os usuários dessas plataformas tendem a aumentar. Uma boa estratégia considera suas personas e as redes mais adequadas para o seu negócio. Algumas das mais famosas são:

  • Twitter — dinâmica e com um alto engajamento, o Twitter é povoado por usuários que gostam de fomentar discussões e trocar informações;
  • Facebook — a maior rede social do mundo abriga os mais diversos públicos e permite a inserção de variados tipos de conteúdos;
  • Instagram — uma das redes sociais que mais cresce, tem chamado a atenção das grandes empresas, que buscam se firmar dentro da plataforma. É muito mais visual;
  • LinkedIn — tem um foco muito mais profissional e existem milhares de empresas cadastradas, ligando profissionais e organizações. É uma ótima plataforma para marcas que atuam no B2B.

9. Utilize ferramentas de marketing de conteúdo

Independentemente das suas estratégias de marketing de conteúdo e o planejamento realizado, sua equipe precisará de algumas ferramentas para garantir uma maior produtividade na construção e distribuição de conteúdos. Vamos listar algumas das mais interessantes:

  • BuzzSumo — permite entender quais os conteúdos mais relevantes para o seu público e sobre o que a sua concorrência escreve;
  • Kred — essa ferramenta mede a sua influência e permite se conectar com outros influenciadores dentro de seu nicho;
  • Trello — solução para organização de atividades, fundamental para o planejamento da criação e distribuição dos conteúdos;
  • ClickFunnels — auxilia na criação de jornadas que levam usuários a se tornarem leads e clientes de sua marca;
  • Canva — ferramenta de design para a criação de posts. Conta com uma grande biblioteca de imagens e elementos gráficos.

10. Crie um plano de distribuição para seu conteúdo

Não adianta investir em ótimos formatos, postá-los no seu blog e cruzar os dedos para que isso dê bons resultados. Parte integrante do planejamento de marketing de conteúdo está em saber como distribuí-lo.

A ideia é similar ao plano de distribuição do seu próprio produto ou serviço. Assim como você precisa saber quem é o seu público para estabelecer os melhores pontos de venda e a logística da empresa, é necessário programar a entrega dos conteúdos

E aí entra um aspecto muito importante: não é porque seus concorrentes estão nas redes sociais X ou Y, ou fazendo a estratégia Z que sua empresa deve seguir. Aqui na Orgânica Digital todos os planos de distribuição de conteúdo são criados com base naquilo que faz sentido para a empresa. Ou seja, de acordo com seu posicionamento e seus objetivos!

Dica: Entre em contato conosco e saiba como distribuir seus materiais de maneira estratégica!

O seu público lê algum tipo de revista? Quais redes sociais ele utiliza? Gosta de vídeos? É necessário fazer com que o conteúdo da sua marca seja presença constante e desejada na vida do seu cliente.

Aliás, a criação de um cronograma é muito importante, pois facilita a gestão da produção de conteúdo, documentando todos os processos e atribuindo responsabilidades, prazos e objetivos.

11. Comunique-se com a sua audiência nas redes sociais

É fato que um dos tipos de canais mais populares para a distribuição de conteúdo são as redes sociais, só que elas não devem servir apenas como um canal para a publicação.

Aproveite o ambiente de interação que essas plataformas oferecem para se aproximar e se comunicar com a sua audiência. Leia e responda comentários, curta fotos e escreva para essas pessoas. Aliás, esse engajamento pode gerar boas ideais de novos conteúdos.

Dica: 5 dicas para lidar com comentários negativos na internet + E-book bônus: como fazer um plano de Marketing Digital

Somada à qualidade das soluções e dos materiais que você oferece, essa proximidade só aumentará a confiança na sua marca - e isso reflete diretamente em mais vendas e mais fidelização de clientes.

Lembre-se que as estratégias de conteúdo giram ao redor da sua audiência. O seu objetivo principal deve ser sempre ajudar, portanto, importe-se e busque gerar valor a cada contato.

12. Otimize o seu conteúdo

Você provavelmente já ouviu falar em SEO (Search Engine Optimization). No mundo digital, essa é uma das melhores formas de ajudar o seu conteúdo a ser encontrado.

O que faz uma pessoa que tem uma pergunta? Ela pesquisa! A inserção de expressões buscadas nos conteúdos, bem como a otimização de outros aspectos, como a segurança do site, ajudam empresas a obterem melhores ranqueamentos nos mecanismos de busca. 

Este tipo de estratégia costuma render resultados no longo prazo. Um bom exemplo é a Famiglia Valduga, um dos nossos maiores cases de sucesso na área de vendas alinhadas com SEO. Nós construímos uma audiência do zero, e levando em conta aspectos já citados aqui como produção de conteúdo com base em dados, aqui estão os resultados após mais de dois anos de trabalho:

Case de Sucesso - Famiglia Valduga

Hoje os conteúdos da marca atraem um tráfego de quase 170 mil acessos mensais sem precisar investir em mídia! Caso a Famiglia Valduga precisasse pagar para atrair a mesma quantidade de pessoas teria que desembolsar nada mais nada menos que R$ 147,7 mil! Uma boa economia, não é mesmo?

Dica: Entre em contato conosco e seja nosso próximo case de sucesso!

Se você já faz um planejamento de marketing de conteúdo com base nas perguntas e questões do público, provavelmente deve pesquisar as palavras-chave mais comuns em suas buscas. Sendo assim, produza e atualize seus conteúdos com elas!

13. Promova seu conteúdo

Por mais que o SEO ajude o seu site a aparecer nas primeiras páginas de resultados nos mecanismos de busca, que tal incluir no seu planejamento de marketing de conteúdo promoções pagas?

Faça bom uso do seu orçamento de marketing e invista em ações nos seus canais de distribuição. O mais legal é que grande parte das páginas que oferecem espaços publicitários, como Facebook e Google, também têm bons planos para ajudar a saber, antes de contratar o serviço, quanto você vai gastar - o que ajuda a evitar que você extrapole.

Clique no banner e saiba como unir mídia paga e mídia orgânica para alcançar melhores resultados!
 

Banner - Mídia paga e mídia orgânica: guia para conciliar as duas

14. Mensure os resultados

A mensuração de resultados no marketing de conteúdo é fundamental, afinal, se não verificar o retorno de suas ações, você e sua marca podem passar um bom tempo produzindo conteúdos que não geram audiência, ou até que atraiam outras pessoas que não sejam o foco de sua empresa.

Ao mensurar os resultados, podemos entender que tipo de conteúdo gera mais interesse dos consumidores e é responsável por atrair mais leads e gerar mais negócios. No entanto, é preciso focar em métricas que funcionam para a sua marca. Logo acima neste texto, foram apresentadas algumas delas, mas não se prenda apenas ao que foi dito, verifique o que funciona no seu nicho.

 O que você achou das nossas dicas de planejamento de marketing de conteúdo? Utilize-as não apenas para começar a investir nessa estratégia, mas para reconhecer os melhores caminhos para o futuro da sua marca.

A Agência Orgânica é especialista em marketing digital e de conteúdo e podemos auxiliar a sua empresa a aplicar essas estratégias. Entre em contato conosco agora mesmo!

 

 

Perguntas Frequentes:

🔴 O que é Marketing de Conteúdo?

Marketing de conteúdo é a melhor maneira de gerar tráfego orgânico para sua marca. Com uma estratégia bem executa ela permite depender cada vez menos de investimentos em mídia para atrair público para seu blog ou site. O conceito por trás do marketing de conteúdo está ligado com a atração de clientes por meio da entrega de algum material de valor.

📗 Qual a relação entre Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing?

O marketing de conteúdo está contido dentro do inbound marketing, um conceito mais amplo. Podemos dizer que o inbound é composto por toda e qualquer iniciativa de marketing que busca capturar o interesse de consumidores de uma maneira não invasiva ou interruptiva.

🔴 Como o Marketing de Conteúdo aumenta as vendas?

Quando falamos em marketing de conteúdo, o aumento de vendas é algo natural, afinal de contas, existirá a atração de vários consumidores com um interesse em suas soluções, produtos e serviços. Além disso, com o passar do tempo e o aumento da autoridade de sua marca na internet, mais consumidores começarão a confiar nela e se tornarão promotores, repassando a sua mensagem para outros clientes em potencial.
 



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!