O que são leads, como gerá-los e nutri-los?


O que são leads, como gerá-los e nutri-los?

Bora crescer?

Aqui é o Guilherme de Bortoli e nesse artigo te explicarei sobre um importante tema do universo de marketing e vendas: os leads!

Passarei pelos seguintes tópicos:

  1. O que é lead?
  2. Por que é importante gerar leads?
  3. Exemplo
  4. Qual a diferença entre visitante, assinante e lead?
    1. Visitante
    2. Assinante
    3. Lead
      1. Suspect
      2. Lead Qualificado
      3. MQL
      4. SAL
      5. SQL
    4. Oportunidade
    5. Cliente
  5. O que é a nutrição de leads e quais são seus benefícios?
    1. Educar o usuário
    2. Autoridade
    3. Relacionamento
  6. Como preparar a empresa para os leads?
    1. Mas, como atrair leads?
    2. Como fazer a gestão de leads?
  7. Finalizando com um presente!

Se preferir você pode ouvir esse conteúdo em áudio, na íntegra, dando play a seguir!

Vamos lá!

O universo do marketing digital popularizou o termo lead, que se tornou fundamental em marketing e vendas, principalmente entre empresas que utilizam estratégias para, através de conteúdo, atrair, relacionar e se tornar relevante com o mercado, antes do momento da abordagem comercial.

O que é lead?

Os leads são contatos identificados de possíveis consumidores que deixaram informações pessoais e/ou profissionais, como nome, e-mail, ou telefone, em troca de alguma recompensa oferecida pela empresa.

A gestão de leads é essencial para fazer sua empresa crescer e por isso te apresentarei a seguir diversos conceitos e dicas que você poderá implementar a partir de hoje!

Por que é importante gerar leads?

Essa é fácil! Leads são a pedra fundamental do marketing moderno. Por meio da sua aquisição, é possível utilizar ferramentas de análise de métricas e calcular o nível de engajamento do potencial cliente, o que permitirá que você entenda em que etapa ele está em seu funil de vendas.

O método mais comum para determiná-lo é o chamado lead scoring. Funciona assim: sempre que o usuário realiza uma ação, ele recebe um determinado número de pontos. Essa classificação irá indicar o quão educado, envolvido e interessado ele está. Todas as variáveis relacionadas ao placar são determinadas pela própria empresa.

Dica: O que é lead scoring e como pode ajudar a aumentar suas vendas?

Exemplo

Imagine que você determinou que o número de pontos para que o lead seja classificado como qualificado seja 10. Então, ao abrir um e-mail enviado por sua newsletter, ele recebeu 2 pontos. Ao clicar em um link, mais 2 pontos. Ao acessar uma página que descreve seu produto/serviço, ele recebeu mais 4.

Quando o potencial consumidor finalmente optar por baixar um material seu que tem um peso maior no critério de pontuação, como por exemplo um e-book ou uma planilha, que determine que ele está em um momento mais avançado no processo de compra, receberá por exemplo 6 pontos, pois essa é uma evidência de que ele está no fundo do funil.

Nesse simples exemplo, esse lead teria alcançado 12 pontos e seria colocado à disposição do seu time de vendas.

Portanto, é fácil perceber que gerar leads é a melhor maneira de transformar um visitante em oportunidade, concorda?

Qual a diferença entre visitante, assinante e lead?

Existem diversas nomenclaturas para avaliar a proximidade do momento de compra de um usuário. A seguir, saiba quais são eles:

Funil de marketing, vendas e retenção

Funil de marketing, vendas e retenção!

Visitante

Essa é a fase mais distante da decisão. São pessoas que conhecem pouco a sua marca ou não demonstram nenhum interesse. Por isso, é importante criar artigos de qualidade e ranqueá-los nas primeiras posições dos mecanismos de buscas.

Dica: 9 dicas para fazer sua empresa aparecer no Google

A ideia é trazer os visitantes para o seu site, para que eles descobram um problema ou oportunidade para o qual você tem a solução. Sendo assim, é importantíssimo gerar tráfego para iniciar a construção da sua audiência!

Assinante

Ao final dos artigos, deve-se incluir um CTA (Call to Action, ou chamada para ação). Uma das mais utilizadas é o convite para assinar uma newsletter. Quando isso acontece, o visitante torna-se um assinante e inicia um diálogo com a marca.

Lead

Ao se tornar um assinante, o usuário também passa a ser um lead. A partir de agora, você deve nutri-lo com conteúdo relevante. Porém, a diferenciação ocorre, pois, existem particularidades entre os tipos de leads. Confira abaixo!

> Suspect

É um usuário que assinou a newsletter, mas não demonstra interesse no conteúdo ou na marca.

> Lead Qualificado (QL ou Qualified Lead)

O lead que possui o Perfil Ideal de Cliente, ou seja, que possui as características planejadas como ideias para fazer uma boa compra, é um lead qualificado.

> MQL (Marketing Qualified Lead)

Os leads qualificados pelo marketing, ou Marketing Qualified Lead (MQL), são aqueles que percorreram a jornada de compra até a fase do reconhecimento do problema. Isso foi possível porque eles se engajaram com os conteúdos e materiais, alncaçando um alto lead scoring (nível de engajamento medido por pontuação).

> SAL (Sales Accepted Lead)

Mais de 60% das informações preenchidas pelos leads nos formulários da empresa estão incorretos. Em função disso, a área comercial precisa validar o MQL como um lead qualificado (que possui o perfil ideal de cliente e intenção de compra), antes de dar seguimento ao processo comercial. Caso as informações estejam de acordo com o planejado, esse lead é aceito por vendas.

Dica: O que é Inbound Sales e como pode ajudar minha empresa?

> SQL (Sales Qualified Lead)

Quando o lead é abordado e educado pela área comercial através de uma venda consultiva, já decidiu que produto ou serviço precisa e deseja seguir a negociação, ou seja, quando está pronto para receber uma oferta, ele está no estágio onde é chamado de , ou lead qualificado por vendas.

Um SQL (Sales Qualified Leadnada mais é do que um lead qualificado por vendas. Isso significa na prática que o lead já passou da fase do reconhecimento do problema e agora está considerando solucioná-lo com a sua empresa. Ou seja, ele está bem próximo do momento da compra. O que chamamos de "lead quente"!

Oportunidade

Já vi diversas interpretações para essa importante etapa do funil de marketing e vendas. Algumas empresas consideram que as etapas SQL e oportunidade são a mesma, ou seja, são apenas sinônimos.

O funil ideal é aquele que entrega resultados para a empresa e quanto mais simples, melhor!

Aqui na Orgânica, consideramos que para nós um SQL se torna uma oportunidade, quando ele já viu a nossa proposta comercial.

Cliente

Esse é o estágio mais desejado pelas empresas! Depois de passar por todas as etapas do funil de vendas, o visitante, finalmente, converte-se em cliente. Mas não pense que o trabalho acabou. A partir de agora, você tem a responsabilidade de retê-lo. A melhor maneira de fazer isso é nutrindo-o. Vamos saber mais sobre isso?

Seu time de vendas recebe leads mas não fecha vendas? Acesse nosso material de apoio e saiba como qualificar melhor seus leads para solucionar esse problema!

Banner - Guia completo para converter seus leads e otimizar suas vendas

O que é a nutrição de leads e quais são seus benefícios?

Se considerarmos o funil de vendas como uma parede de tijolos, a nutrição de leads é a argamassa que o mantém de pé. Ela se inicia quando o usuário assina a newsletter e possui três principais funções:

Educar o usuário

Quanto mais o consumidor sabe sobre o seu produto ou serviço, maiores as chances de ele fechar um negócio. Portanto, é seu dever educá-lo e ajudá-lo a resolver seus problemas, visando a preparação para receber uma oferta.

Autoridade

Quando o usuário decidir efetivar uma compra, quem você acha que ele vai procurar? Certamente, entre uma empresa que ele desconhece ou a sua — que já provou que entende tudo do assunto —, escolherá a segunda opção.

 

Tenha uma visão clara do número de leads para cada etapa do funil. Clique no banner e conheça nossa planilha!

Banner - Planilha Calculadora de leads

 

Relacionamento

Quando você nutre o usuário com informações relevantes, constrói uma relação de confiança com o potencial comprador. A sua empresa solucionou suas dúvidas, enviou materiais de qualidade e criou uma atmosfera perfeita para o negócio. Nada mal, não é mesmo?

Confira abaixo como organizar a sua empresa para capturar leads!

Como preparar a empresa para os leads?

Antes de mais nada, para atrair leads, a empresa precisa saber como funciona o funil de vendas. Este é o caminho percorrido pelo consumidor desde o primeiro contato com a marca até o momento da compra.

Cada etapa do funil de vendas requer a produção de conteúdo apropriado para aquele lead.

Se um cliente potencial está no topo do funil, ele não poderá receber o mesmo conteúdo de uma pessoa que encontra-se no meio da jornada, por exemplo.

Por isso, é fundamental respeitar as fases do funil de vendas para garantir que sua estratégia seja executada corretamente e, assim, traga resultados efetivos para a empresa.

Dica: O que é funil de vendas e como isso pode impactar no sucesso do seu negócio?

Mas, como atrair leads?

O conteúdo de qualidade é a chave para o sucesso dessa estratégia de marketing digital. Antes de iniciar a produção de conteúdo, é preciso identificar de forma clara quem é a sua persona.

A persona é um método muito eficiente, que se baseia na criação de um personagem que represente o seu cliente ideal. Todos os esforços para a geração de leads estarão voltados para atrair esse público. Portanto, crie a sua persona antes de começar a buscar leads!

Para começar a captar leads de qualidade, é preciso criar “iscas”, que podem ser consideradas conteúdo de valor. Dessa forma, a empresa vai atrair o interesse do seu cliente potencial. Conteúdos como, e-books, webinars, templates, pesquisas e estudos, entre outros materiais, são muito eficazes na etapa de geração de leads.

 

Acesse nosso material e entenda como as estratégias que o Inbound Marketing usa para atrair o consumidor

Banner-Manual do Inbound Marketing

 

Além disso, as landing pages são excelentes aliadas para chamar a atenção da sua persona. É através delas que o visitante preencherá os seus dados para baixar uma oferta. Portanto, invista em uma página de captura clara e objetiva para não confundir as pessoas.

Para isso, destaque a recompensa que o lead receberá ao se cadastrar, utilize cores atraentes e solicite poucas informações, como nome e e-mail. A partir daí, a empresa começa a se relacionar com o seu lead, principalmente através do envio de e-mails.

Como fazer a gestão de leads?

Tão importante quanto a atração de clientes potenciais, é sua educação. A gestão de leads é essencial para garantir que o processo traga resultados assertivos para a empresa. Sendo assim, é fundamental disponibilizar conteúdo que faça com que o lead caminhe pelas etapas do funil de vendas e, assim, fique cada vez mais próximo da venda.

Mas atenção: uma abordagem comercial no momento inadequado pode comprometer toda a sua estratégia. Por isso, invista na criação de conteúdo que seja útil ao longo da jornada do consumidor, respeitando cada uma das fases do funil. Contratar um software de automação de marketing é uma ótima solução para tornar o envio de e-mails um processo automático e, também, garantir que o conteúdo será próprio para cada etapa em que a persona se encontra.

Um dos principais benefícios que a gestão de leads oferece é a redução do Custo de Aquisição de Clientes (CAC). Afinal, se um lead é direcionado ao time de vendas no momento em que ele está pronto para consumir, os vendedores vão empregar menos tempo em torno daquele cliente potencial.

Dica: Como deve ser feito o primeiro contato com meus leads?

Finalizando com um presente!

Bom, você já deve ter percebido a importância da geração de leads para o seu negócio, certo?

Aqui na Orgânica, nós acreditamos que se importar com o mercado, importa! 💚

E por isso nós organizamos para você uma série de materiais gratuitos, que te ajudarão a iniciar hoje mesmo o planejamento da estratégia que aumentará seu sucesso através da geração e gestão de leads! Aproveite, ela está logo a seguir!

Se importar, importa! 💚
Um abraço,

 

 

Série Inbound Marketing

Confira nossa trilha de artigos sobre o assunto e comece hoje mesmo:

  1. O que é Inbound Marketing?
    1. Por que investir em automação de marketing?
    2. O que é funil de vendas e como isso pode impactar no sucesso do seu negócio?
    3. Inbound Marketing: 11 dicas para que sua empresa venda 600% mais
  2. Geração de leads: entenda o que é
    1. Afinal, o que são leads e como gerá-los?
    2. Por que minha empresa precisa gerar leads?
    3. Querendo gerar mais leads? Então, confira nossas dicas!
    4. Como o Marketing de Conteúdo pode te ajudar a gerar leads?
    5. Veja como um app pode ajudar sua empresa a gerar leads
    6. Conheça as 5 melhores maneiras de educar um lead
    7. Posso gerar leads com vídeos no YouTube?
    8. Geração de leads: saiba o que é e qual a importância dos MQL
    9. O que são leads não qualificados e o que fazer com eles?
    10. 3 sinais de que você não identificou corretamente seus MQL e SQL
    11. 5 dicas para gerar leads qualificados usando as redes sociais
    12. Como gerar leads mais qualificadas para minha equipe de vendas?
    13. Como descobrir o problema do seu lead?
    14. Entenda a importância e como calcular o custo por lead do seu site
    15. Marketing digital imobiliário: como gerar mais leads para sua imobiliária
    16. Saiba como gerar mais leads usando o Google a seu favor
    17. Veja a importância do uso correto de palavras-chave para gerar leads
  3. O que é nutrição de leads e como começar?
    1. Aprenda como fazer um fluxo de nutrição eficiente
    2. Nutrição de leads: 5 erros que você deve evitar!
  4. O que é lead scoring e como pode ajudar a aumentar suas vendas?
  5. Você sabe o que é lead tracking?
  6. Marketing e Vendas: como um time deve passar as leads para o outro?
  7. Lead qualificado: o marketing pode tornar as vendas mais eficientes?
  8. 5 piores erros na qualificação de leads que você deve evitar
  9. Como deve ser feito o primeiro contato com meus leads?



Por
26/11/2018

Com 17 anos de experiência, é especialista em estratégias digitais, do marketing ao software.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!