O que é nutrição de leads e como começar?


O que é nutrição de leads e como começar?

Você certamente já conhece a estratégia do Inbound Marketing e sabe o quanto ela pode alavancar as suas vendas e ainda te dar autoridade como marca. Mas é importante que você também saiba que existem algumas técnicas fundamentais para alcançar esse sucesso.

E uma delas passa por nutrir de informações relevantes aqueles visitantes que se tornaram leads, ou seja, interessados no conteúdo que você está oferecendo a ponto de fornecer dados pessoais como nome, e-mail e telefone, por exemplo.

Você deve estar se perguntando: "afinal, o que é nutrição de leads?". É o processo de construir e manter um relacionamento com um lead de maneira a auxiliá-lo a passar para a próxima etapa do funil de vendas.  

Dica: O que é Inbound Marketing?

Qual a importância de nutrir um lead?

As informações captadas de um lead não são importantes apenas na hora de fechar uma venda, mas também no processo que esse lead passará até se tornar um cliente. E você pode auxiliar o andamento desse processo por meio da nutrição. Sendo assim, ela é fundamental para:

Quais são as etapas da nutrição de leads?

1. Geração de leads

Antes de tudo, você precisa ter leads. Afinal, é impossível manter contato e construir relacionamento com alguém que você não conhece, certo? Dessa forma, a nutrição de leads depende das informações passadas por ela e que a categorizam como tal.

Tendo essas informações, é hora de nutri-la. Mas como saber quais conteúdos são realmente relevantes? Uma boa ideia é identificar quais e como você conseguiu essas informações, já que elas foram disponibilizadas diante de um interesse, seja no download de um material rico ou assinando a news pelo call-to-action de um post. Essa é a primeira noção que você tem a respeito dos interesses do seu lead.

Dica: Veja mais sobre geração de leads!

2. Produção de conteúdo

Depois disso, você deve criar conteúdo personalizado. É claro que você não deve criar um conteúdo único para cada lead, mas é preciso segmentar essa sua base de contatos em grupos de acordo com suas áreas de interesse. Assim, é possível direcionar conteúdos realmente relevantes e com maior chance de conversão.

A partir daí, é possível criar um fluxo de nutrição que vai direcionar os próximos passos e os próximos conteúdos ofertados de acordo com a ação do lead diante do conteúdo oferecido anteriormente — além de outras ações dele em seu blog ou site, que são facilmente identificáveis por meio das landing pages, por exemplo.

Dica: Planejamento de marketing de conteúdo: 8 dicas para criar o seu!

3. Monitoramento constante

Um fator fundamental para uma campanha bem-sucedida de Inbound Marketing e principalmente de nutrição de leads é sempre observar as ações realizadas e os números gerados com cada conteúdo ofertado para o lead. O número de e-mails lidos, cliques e até respostas são bons KPIs para isso.

E, a partir daí, vá observando quais são os melhores e piores resultados para ir aperfeiçoando a sua estratégia. Isso é possível observando os melhores horários de disparo de e-mail, as ofertas com maior adesão dos usuários, para chegar aos intervalos de envio que mais combinam com sua persona ou mesmo com cada segmentação.

O importante é manter a constância, mas sem exagerar, enviar conteúdos realmente relevantes para aquele lead e observar as melhores práticas para que sejam replicadas e se tornem um processo claro e prático para sua equipe!

E, para saber mais sobre nutrição de leads e outros assuntos relacionados ao Inbound Marketing, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos que podem te ajudar a criar estratégias incríveis!




Por
26/09/2016

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!