Veja tudo sobre Automação de Marketing e Inbound Marketing!


Guilherme de Bortoli

Por   

 14/06/2022 

Com 19 anos de experiência, é especialista em estratégias digitais, do marketing ao software.

Por se tratar de uma estratégia que atrai clientes através de conteúdos feitos “sob medida” para solucionar os problemas que eles enfrentam, o Inbound Marketing se beneficia da Automação de Marketing como poucas estratégias de marketing e vendas.

Afinal, os clientes buscam por empresas confiáveis, capazes de gerar um impacto positivo, compreendendo as necessidades deles, atendendo às expectativas e construindo uma relação sem se tornarem invasivas.

Entenda agora como funciona a Automação de Marketing em uma estratégia de Inbound Marketing efetiva — e livre dos erros que a maioria das empresas comete ao praticá-la!

O manual definitivo do Inbound Marketing

Como funciona a Automação de Marketing?

Seja para identificar grupos de leads ou clientes, planejar campanhas em diferentes canais de comunicação ou automatizar ações repetitivas, a Automação de Marketing torna possível colocar em prática toda uma estratégia de Marketing Digital com muito mais assertividade e escalabilidade, porque é ela que:

  • Publica conteúdos em um blog ou nas redes sociais;
  • Possibilita a geração de leads e a nutrição deles;
  • Simplifica a criação de landing pages e formulários;
  • Realiza os envios de e-mail marketing;
  • Responde às mensagens (através de chatbots);
  • Reconhece oportunidades de venda;
  • Exibe anúncios no melhor momento para vender, e assim por diante.

Dica: Leads: o que são, como gerá-los e nutri-los?

Além de tudo isso, a Automação de Marketing serve a um propósito ainda mais relevante quando se trata de aprofundar o relacionamento do cliente com a marca.

Imagine que você instalou um aplicativo de encontros no celular, preencheu seu perfil deixando claro que busca por um relacionamento sério, e marcou de sair com uma pessoa recém conhecida.

Daí, logo no primeiro encontro, ela diz que está apaixonada, tira uma aliança do bolso e pede você em casamento!

proposta inesperada pode gerar desconforto

Susto e constrangimento são algumas das suas possíveis reações a esse pedido que, em um outro contexto (com mais tempo de relacionamento), talvez fosse mudar sua vida para sempre. Você vê para onde estamos indo com isso?

É a evolução do relacionamento que conquista a permissão para fazer um pedido de casamento, e é assim como funciona o chamado Marketing de Permissão — em que o relacionamento da empresa com um potencial cliente é o que dita quais propostas ela poderá fazer sem se precipitar!

Seth Godin

Marketing de Permissão é o privilégio (não o direito) de entregar mensagens antecipadas, personalizadas e relevantes para as pessoas que querem recebê-las. Ele compreende que tratar as pessoas com respeito é a melhor forma de obter a atenção delas.”  

Seth Godin 

Disparar mensagens automatizadas no anseio de escalar as vendas, sem antes nutrir um relacionamento valioso com o lead, é tão ineficiente quanto pedir alguém em casamento no primeiro encontro. Concorda?

Por outro lado, quando as mensagens são bem planejadas e contextualizadas ao momento da jornada de compra em que seu potencial cliente se encontra, a Automação de Marketing pode tornar a sua marca bastante desejada, pois ela estará:

  • Gerando mais leads (e de melhor qualidade);
  • Entendendo os interesses de cada segmentação de leads;
  • Aumentando o engajamento deles através de ações personalizadas;
  • Conduzindo os leads pela jornada de compra (até o momento da conversão em clientes);
  • Retendo e fidelizando eles após a primeira venda.

Guilherme de Bortoli – CEO da Orgânica Digital

Vender para um potencial cliente é uma jornada em que, a cada degrau de confiança avançado, conquistamos a permissão para fazer parte da sua vida.”

Guilherme de Bortoli – CEO da Orgânica Digital

Qual a relação entre Automação de Marketing e Inbound Marketing?

Como o Inbound Marketing se apoia na troca de conteúdos valiosos pela permissão de se comunicar diretamente com o potencial cliente — abrindo portas para nutrir um relacionamento e, no futuro, enviar propostas comerciais —, uma prática na Automação de Marketing (que nem sempre é usada) é criar fluxos de e-mail marketing baseados nas ações do lead. Me acompanhe:

Digamos que você publicou um conteúdo super atrativo no seu blog, respondendo dúvidas embaraçosas sobre atendimento ao cliente, que convence o visitante a baixar um material complementar em forma de e-book.

Ao clicar na oferta, ele vai parar em uma landing page com um formulário de inscrição para que o e-book seja entregue no endereço de e-mail preenchido, assim como no exemplo abaixo:

Formulário em landing page

Depois de receber o e-book, esse visitante se torna um lead e começa a fazer parte da lista de envios, recebendo também fluxos de e-mail com outros conteúdos e materiais relacionados a atendimento ao cliente — tudo automatizado.

Assim você consegue identificar e filtrar os leads que demonstraram interesse sobre determinado assunto para enviar apenas o que for relevante na jornada de compra deles! Não parece ótimo?

Marketing de Conteúdo: os segredos para atrair e engajar sua audiência

Automação de Marketing, então, é o que transforma o e-mail marketing em um canal de altíssima conversão quando comparado com outros canais de comunicação, já que cria um espaço livre de tanta competição pela atenção dos leads.

Isso porque ela segmenta esses leads e faz envios automáticos de mensagens, conteúdos e ofertas nos momentos mais propícios para estimular ações deles. As possibilidades de vender e encantar se tornam infinitas, pois tudo que você precisa saber sobre como (e quando) falar é revelado por eles próprios.

Cabe à equipe de marketing analisar essas interações para criar campanhas valiosas, levando em consideração também a personalidade, gostos e desejos dos possíveis clientes. Dessa forma, as ferramentas de Inbound Marketing trabalham em conjunto, e o melhor: automaticamente!

Veja uma explicação em vídeo do meu sócio, Lauro Becker, sobre como juntar todas as peças com o Inbound Marketing:

Dica: Quais são as etapas do Inbound Marketing? Conheça agora!

Principais vantagens de investir na Automação de Marketing

1. Produtividade

Como o próprio nome diz, a Automação de Marketing automatiza ações frequentes que, sem ela, seriam feitas de forma manual.

Isso acaba facilitando a comunicação em massa com diferentes grupos de leads e clientes, multiplicando as oportunidades de venda sem desperdiçar tempo nem dinheiro.

2. Personalização

E já que, com a Automação de Marketing, é possível identificar diferentes perfis de leads por dados específicos (como interesses, profissão e localização), também abre espaço para a personalização de mensagens que geram um maior engajamento e conduzem eles no funil de vendas.

Jornada de compra: guia completo para criar a da sua buyer persona

3. Lead Scoring

O Lead Scoring atribui pontos para estimar a qualidade de cada lead em uma lista de comunicação, tornando possível deixar uma campanha completamente automatizada para envio quando ele alcançar determinada pontuação.

4. Relatórios

Uma vez que a Automação de Marketing é implementada, fica mais rápido reunir informações concisas sobre o desempenho da estratégia e o comportamento dos leads e clientes.

Dica: Como vender mais com Inbound Marketing?

Otimize seu Inbound Marketing com a Orgânica!

Automação de Marketing desempenha um papel relevante em uma estratégia de Inbound Marketing focada em satisfazer e fidelizar os leads — levando em consideração as expectativas deles em relação à marca.

Falo isso porque faço parte da Orgânica: uma agência de Marketing Digital especializada em Inbound Marketing usando ferramentas, como a Automação de Marketing, para tornar campanhas bem-sucedidas em qualquer setor do mercado.

Para saber como nós podemos ajudar você, solicite abaixo o contato de um dos nossos melhores consultores!

Atendimento comercial da Orgânica





Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!