14 erros cometidos no Google Ads que jogam seu dinheiro fora


Guilherme de Bortoli

Por   

 25/10/2022 

CEO da Orgânica, tem 20 anos de experiência em projetos de marketing digital e vendas.

Google Ads é poderoso para promover a sua empresa na Internet e deixar a concorrência para trás. Como ferramenta de Marketing Digital, ele tem um potencial incrível para aumentar as vendas, mas pode ser complicado de usar ou de extrair o seu máximo potencial.

Por consequência, é muito comum ver casos de empresas que tentam voar solo no Google Ads e acabam cometendo uma série de erros, que prejudicam o andamento das suas campanhas e jogam uma quantidade preciosa de tempo e dinheiro na lata do lixo.

Quer evitar muitas dores de cabeça? Então confira a seleção dos erros mais comuns e dicas de como evitá-los!

Mídia paga e mídia orgânica: Guia completo para conciliar as duas

Quais são os principais erros cometidos no Google Ads?

1. Não investir em um time especializado e certificado pelo Google

Esse é, sem dúvida, o maior erro e um dos mais comuns ao investir em Google Ads.

Apesar da ferramenta ser intuitiva e fácil de mexer, é preciso ter cuidado com vários detalhes. Saber construir uma estratégia e planejar o projeto através de uma boa análise é a base para alcançar resultados, que serão viáveis através do cruzamento de dados e da identificação das melhores abordagens para os objetivos em questão.

Por isso, o recomendado é contar com um time de profissionais comprovadamente qualificados e certificados pelo próprio Google para cuidar do Marketing Digital do seu negócio!

2. Escolher o tipo errado de anúncio no Google Ads

Existem dois tipos “primários” de anúncios no Google Ads: o anúncio na Rede de Display e o anúncio na Rede de Pesquisa.

Anunciar na Rede de Display é expor a sua marca em blogs e sites parceiros do Google com temáticas semelhantes ao do seu anúncio. Já a Rede de Pesquisa permite que sua empresa seja encontrada quando um potencial cliente faz uma busca no Google, tornando esse formato mais aconselhado para quem busca por resultados em um curto espaço de tempo e por conversão direta nos seus anúncios.

Errar o tipo de anúncio no Google Ads pode desperdiçar o seu dinheiro, já que os resultados pretendidos não serão obtidos de forma alguma.

Clique no banner abaixo para entender como alcançamos o topo do Google, aumentando nossas vendas em 184%!

De 0 a 50 mil visitas por mês: a Orgânica no topo do Google

3. Não regionalizar os anúncios em caso de empresa local

Se você possui uma empresa que atua localmente e não regionaliza seus anúncios no Google Ads, está perdendo uma ótima oportunidade de aumentar seus negócios.

Quando seus produtos ou serviços podem ser vendidos ou distribuídos para o país inteiro, faz sentido anunciar no Google Ads nacionalmente. Mas se você atua em âmbito local — como uma loja, dentista, oficina ou supermercado —, então é preferível fazer um anúncio regional.

Ao regionalizar o anúncio no Google Ads, ele só aparece para quem está geograficamente perto de você. Assim, se você atua em São Paulo apenas, não precisa pagar ou perder tempo anunciando para quem está no Rio Grande do Sul ou na Bahia.

Esse tipo de configuração permite segmentações extremamente específicas:

  • País;
  • Cidade;
  • Bairro;
  • Raio, em quilômetros, em torno de um endereço.

Dica: Marketing local: o que é isso e como pode te ajudar?

4. Não segmentar o público-alvo da campanha no Google Ads

Uma das melhores ferramentas dentro do Google Ads é a possibilidade de segmentar o público-alvo da sua campanha. O que isso significa? Que é possível escolher exatamente o perfil de pessoa que você quer que veja o seu anúncio.

Imagine que você seja dona de uma academia só para mulheres em São José dos Campos. É possível fazer anúncios específicos para, por exemplo, três tipos de público: um para mulheres jovens até os 30 anos, outro para mulheres dos 30 aos 55 e outro para mulheres com mais de 55 anos.

Cada anúncio pode ser personalizado para aumentar as chances de conversão por meio dessa segmentação.

Aprenda a identificar os perfis ideais dos seus clientes com nossa planilha! Clique no banner e conheça!

Planilha Perfil Ideal de Cliente

5. Ignorar as palavras-chave de cauda longa na sua campanha

Um dos erros mais cometidos em campanhas no Google Ads é ignorar a efetividade das palavras-chave de cauda longa — aquelas que especificam em detalhes o desejo de quem está pesquisando, ou seja, que apresentam um conjunto de três ou mais palavras no termo pesquisado.

Por serem mais específicas, possuem uma quantidade menor de pesquisas mensais e costumam ter uma taxa maior de conversões!

Por exemplo, imagine que você é dono de um hotel e contrata um anúncio para a palavra-chave “hotel em Gramado”. Provavelmente terá muitos cliques, mas muitos deles não fecharão negócio. Afinal, ainda estão analisando hotéis, o que fará sua taxa de conversão cair.

Porém, se você apostar na palavra-chave “hotel em Gramado com piscina térmica” é provável que terá menos cliques — mas também terá uma conversão maior.

Dica: As 11 melhores ferramentas de palavras-chave!

6. Não metrificar a campanha durante e depois da ação

Vale lembrar de outro erro muito comum cometido por quem investe em Google Ads: a falta de metrificação durante e depois da ação. Muitas empresas simplesmente publicam as campanhas e deixam elas “soltas”, sem supervisão e controle dos seus resultados em tempo real, e outras tantas nem mesmo analisam os resultados após a campanha feita.

É necessário acompanhar o desempenho da campanha enquanto ela está ativa para otimizar seus resultados, corrigir falhas e responder a problemas.

7. Não conhecer a sua persona e a jornada de compra

Muitas empresas não conhecem seus consumidores, mas existe uma linha tênue entre o perfil de cliente que você espera alcançar e quem realmente compra na sua empresa.

Para fazer a diferença no mercado, é preciso que você saiba analisar essas duas realidades e encontre quem realmente é a sua persona e como ela se comporta. Para isso, você deve acompanhar os seus clientes e descobrir quais são suas preferências e hábitos de consumo.

Ao realizar um bom estudo de personas, você deverá levantar alguns pontos e trabalhar cada um deles da melhor forma possível. São eles:

  • Escolaridade;
  • Interesses;
  • Quais são os objetivos dessas pessoas;
  • Quais são suas maiores dificuldades;
  • Quais são suas objeções de compra mais comuns;
  • Quais são os canais onde buscam informações;
  • Como são as rotinas do dia a dia;
  • Como a sua empresa pode ajudá-las.

Responder a todos esses questionamentos vai ajudar a encontrar os perfis de consumidores mais interessantes para o seu negócio e criar uma estratégia de comunicação que realmente faça sentido para essas pessoas, escolhendo a linguagem, o canal e os momentos mais certeiros.

No entanto, é preciso de um responsável para mapear as personas e conhecer sua jornada de compra — fazer essa análise de forma profissional e estratégica é fundamental!

Jornada de compra: guia completo para criar a da sua buyer persona

8. Não acompanhar a concorrência

Para anunciar no Google Ads ou realizar qualquer outro tipo de investimento em comunicação, é fundamental que você acompanhe a concorrência e veja o que está sendo feito.

A concorrência pode ser uma excelente forma de ter insights e descobrir quais são os erros e acertos que o mercado está tendo!

9. Anunciar no Google Ads produtos sem estoque

Conferir a URL que você está utilizando nas suas campanhas de Google Ads é fundamental. Um dos erros mais comuns cometidos por empresas dos mais diversos portes é direcionar o anúncio para uma página de produto esgotado ou indisponível.

Esse tipo de erro causa um grande prejuízo nas estratégias de marketing porque, por exemplo, apesar do produto estar esgotado, o seu link está válido e o custo pago por ação (que pode ser o clique) será cobrado, e isso impactará nos resultados da campanha já que estará consumindo parte do seu orçamento.

Quando esse erro acontecer, a primeira coisa a se fazer é pausar ou cancelar as campanhas, grupo ou anúncios, evitando que o prejuízo continue aumentando.

10. Esquecer de atualizar o valor dos produtos nas campanhas

Otimizar os anúncios é fundamental para manter a rentabilidade e garantir que o sucesso dessas campanhas continue aumentando. Por isso, é preciso dar atenção aos mínimos detalhes: se você, porventura, alterar o valor, as condições de frete, as formas de pagamento e outros detalhes, é preciso que você altere também os anúncios que estão sendo veiculados.

Do contrário, o potencial cliente será impactado com uma informação e receberá outra ao clicar na sua campanha, gerando estresse, causando a perda de vendas e até resultando em indícios de propaganda enganosa.

Sendo assim, uma dica é utilizar um checklist para fazer alterações nos anúncios após mudar os conteúdos do site.

11. Não dar atenção aos horários dos anúncios

É possível escolher também quais são os horários de veiculação dos anúncios, bem como quanto de verba será utilizada em cada um desses momentos.

É interessante configurar para que suas campanhas aconteçam dentro de um horário em que você consiga prestar atendimento ao público, se necessário. Também é interessante que você avalie os resultados das campanhas e identifique quais são os horários em que acontecem mais conversões. Com essa informação, é possível também otimizar os investimentos e garantir uma maior taxa de conversão!

12. Escolher palavras-chave ruins

As palavras-chave são a base de qualquer campanha de anúncios no Google Ads. No entanto, é comum encontrarmos empresas que escolhem as piores opções de termos para usar, e isso influencia diretamente nos resultados.

Para evitar esse erro, é preciso que você fique atento a alguns detalhes:

  • As palavras-chave precisam estar compatíveis com as páginas de destino dos seus anúncios;
  • Escolha palavras-chave que estejam presentes na página de destino para aumentar a pontuação do anúncio;
  • Inicie sua campanha com palavras-chave mais focadas (de cauda longa) e vá ampliando caso seja necessário;
  • Aproveite para explorar correspondências exatas e ampliações de frase;
  • Analise quais são os termos de pesquisa mais comuns utilizados pelo seu público-alvo.

Também é preciso ficar de olho nas palavras-chave negativas. Analise quais anúncios estão gerando conversões e quais estão gerando apenas cliques. Veja se esses resultados realmente são valiosos para a sua empresa e otimize a sua estratégia de anúncios, escolhendo as palavras que realmente trazem conversões reais para o seu negócio.

Dica: Como otimizar o site da empresa com as palavras-chave certas?

13. Criar apenas um anúncio por grupo

Realmente, é importante fazer comparações com os anúncios da sua empresa. Mas, para isso, é preciso ter uma quantidade mínima de anúncios em cada grupo, além dos seguintes cuidados:

  • Crie grupos de anúncios com pelo menos três tipos em cada um deles;
  • Quando for criar esses anúncios, lembre-se de fazê-los de forma bem diferenciada, para que você possa comparar e saiba exatamente o que está aumentando ou não as conversões;
  • Sempre pause os piores anúncios para evitar que os de melhor performance sejam prejudicados.

14. Anunciar para a homepage do site

Como mencionado, a URL de destino dos seus anúncios é fundamental para garantir que a conversão seja realmente eficaz.

Logo, é uma péssima prática colocar a home do seu site como página de destino para os anúncios que você está criando, pois isso pode significar aumentar o caminho entre a intenção de compra e a efetivação da conversão.

Para que você realmente consiga aumentar os possíveis resultados da sua empresa, é preciso que a URL dos anúncios direcione diretamente para a página de compra ou para uma landing page, facilitando assim a jornada do consumidor e aumentando a taxa de conversão!

Como parar de jogar dinheiro fora com o Google Ads?

O investimento em Google Ads traz, sem dúvidas, grandes benefícios para as empresas. No entanto, é preciso trabalhar com profissionais qualificados e experientes, que serão capazes de elaborar, executar, monitorar e otimizar da melhor forma possível as suas estratégias e campanhas no Google.

Afinal, os resultados são reais, mas o prejuízo também pode ser uma realidade se você não tiver os cuidados necessários durante o processo.

Se você já cometeu algum dos erros mais comuns no Google Ads, não precisa se envergonhar: eles são rotineiros e o importante é melhorar nas próximas ações!

Para isso, é fundamental ter uma agência de Marketing Digital parceira, como a Orgânica, que possui profissionais certificados pelo Google e com experiência comprovada em campanhas no Google Ads.

Agora, se você está cansado de cometer esses erros e quer gerar resultados para seu negócio, saiba como podemos te ajudar solicitando nosso diagnóstico de Marketing Digital gratuito!


Você quer
Aumentar suas Vendas através do Marketing Digital?

Receba gratuitamente um Diagnóstico de Marketing Digital + Consultoria da Orgânica personalizada para o seu negócio!

Quero saber como Vender Mais

Quer uma consultoria gratuita de marketing digital?




Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!