Por   

 10/07/2020 

 10/07/2020 

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.

Você sabe como funciona o Google AdWords? Na hora de conquistar clientes e aumentar a sua presença no mercado, algumas ferramentas do Google são muito úteis e podem fazer toda a diferença para o seu negócio. E uma das mais importantes é o Google AdWords, que hoje é conhecido apenas como Google Ads.

Graças ao seu poder de alcance mundial, a plataforma de anúncios do Google é sinônimo de visibilidade e de expansão, uma vez que contribui para impulsionar marcas e para a criação de oportunidades de novos negócios.

Como não dá para a sua empresa ficar fora dessa, neste post você vai descobrir como funciona o Google AdWords e como é fácil criar a sua campanha online em poucos minutos. Continue a leitura para conferir!

O que é o Google AdWords?

Com sua primeira versão lançada em 2000 pela gigante californiana Google, o Google Ads, novo nome da plataforma, é uma ferramenta de publicidade on-line que exibe anúncios em forma de links patrocinados assim que uma pessoa realiza uma busca, baseando seus resultados nas palavras-chave usadas no momento da pesquisa.

A plataforma do Google, mesmo com o surgimento de várias outras no mercado como a do Facebook, ainda lidera o ranking mundial de receita com publicidade on-line, com incríveis U$ 134 bilhões de dólares apenas em 2019 com base em dados do Statista.

Essa informação demostra o poder dessa ferramenta e quanto as empresas ao redor do mundo confiam na publicidade digital utilizando a plataforma do Google. Desde o seu lançamento, as receitas do AdWords crescem continuamente, ano após ano.

Quer saber como atingimos o topo do Google, aumentando 184% nossas vendas? Clique no banner abaixo!

De 0 a 50 mil visitas por mês: a Orgânica no topo do Google

O principal diferencial dessa ferramenta não é apenas a publicidade comum, como nas mídias tradicionais, mas é a possibilidade de levar a sua mensagem para uma audiência qualificada por meio de uma segmentação altamente específica.

No momento exato em que uma busca é realizada, a pessoa vai receber um anúncio de um produto ou serviço relacionado ao que ela está procurando. Para chamar a atenção dos consumidores, esses anúncios são posicionados em locais estratégicos da página, como em seu topo ou rodapé.

Além de marcar presença na área de pesquisa, o Google Ads também pode exibir anúncios em forma de banners e vídeos em diversos sites parceiros do Google.

No entanto, ao longo de sua história, algumas mudanças vêm sendo realizadas pelo Google para melhorar ainda mais a plataforma e trazer mais resultados para os seus anunciantes. Vamos listar o que mudou nos anúncios nos últimos tempos.

Anúncios laterais

Caso você use o buscador do Google em computadores e notebooks deve ter notado que os anúncios laterais, aqueles que ficavam na direita da tela já não existem mais. Essa foi uma das mudanças realizadas em busca de um incentivo para os investimentos em publicidade para o mobile.

Agora, os anúncios aparecem apenas na seção principal, no topo dos resultados orgânicos de busca, conforme já acontecia com o modelo mobile do buscador, uma vez que a tela é menor e a listagem ocupa todo o espaço.

Contudo, vale lembrar que a direita da tela nem sempre ficará vazia, podendo ser utilizada tanto para a exibição de informações específicas de acordo com a pesquisa ou para a listagem de produtos existentes no Google Shopping, também conhecida como PLA, Product Listing Ads.

Quantidade de anúncios na lista de resultados

Outra grande mudança da gigante das buscas foi a redução no número de anúncios a aparecerem no topo dos resultados orgânicos, caindo de 4 exibições para apenas 3, algo que impacta diretamente a concorrência para a primeira página do Google.

Essa redução geral no número de anúncios a serem impressos em tela, menos espaços, gera um impacto direto na maneira como as empresas buscam trabalhar suas campanhas patrocinadas dentro do Google Ads, já que a concorrência por determinadas palavras chaves aumenta, e muito.

Sabemos que não basta aparecer no Google, é preciso buscar estar sempre entre as primeiras posições para chamar a atenção dos usuários e aumentar as conversões para a sua página.

Olhando pelo lado do usuário, essas mudanças são altamente benéficas, uma vez que a poluição visual da página é menor e ele poderá encontrar o que busca com muito mais facilidade os anúncios que são mais relevantes e com mais qualidade para a sua pesquisa.

Por outro lado, ao pensarmos no anunciante, o CPC, Custo por Clique, de determinadas palavras-chave, onde a concorrência já era maior, aumenta, o que pode prejudicar, principalmente, as campanhas dos pequenos e médios anunciantes.

Dentro do contexto dessa mudança, trabalhar a otimização das palavras-chave, os anúncios, a segmentação e a campanha como um todo será mais importante do que nunca para gerar mais leads com custos menores.

Lembrando sempre que o anúncio do Google é a porta de entrada do lead, mas que deve ser investido também nas Landing Pages, conteúdo de qualidade, sites responsivos e várias outras estratégias para maximizar a conversão.

Cor do indicador dos anúncios

Uma mudança que pode parecer simples, mas que tem um grande impacto para os anunciantes foi a mudança da cor da etiqueta que diferencia o resultado orgânico dos anúncios patrocinados pela plataforma.

A diferenciação entre um anúncio e um resultado orgânico de busca é uma etiqueta escrito "Anúncio". Antes, ela aparecia em amarelo, dando um destaque para o usuário de que se tratava de publicidade patrocinada.

Agora, o Google trocou a cor da etiqueta para verde, deixando os anúncios mais parecidos com um resultado orgânico. Dessa forma, aquelas pessoas que não clicam em propagandas, mas estão desatentos podem ser levados para a sua página.

Essa pequena e simples mudança foi capaz de aumentar os cliques recebidos por campanhas e, consequentemente, suas conversões.

Extensão de preço

O objetivo das extensões de preço é demonstrar aos usuários os valores de determinados produtos ou serviços antes mesmo da pessoa clicar no anúncio, chamando a sua atenção.

Essa extensão está disponível apenas para resultados de buscas realizadas em dispositivos móveis, sendo que, para o anunciante fazer uso dessa ferramenta, é preciso contar com um site responsivo, ou uma versão mobile, caso contrário, não será possível.

Além disso, para que a extensão seja exibida, o anúncio precisa estar na primeira posição dos resultados.

Uma coisa muito importante para atentar neste ponto é que os preços exibidos na extensão não são atualizados de forma automática, sendo necessário realizar tal alteração manualmente sempre que o preço for alterado no site, como já acontece com anúncios do Google Shopping, que são alimentados por feed.

Para evitar que exista qualquer divergência, é preciso manter todos os preços inseridos atualizados de forma constante, evitando assim que o usuário clique no anúncio com determinado valor e chegue a uma Landing Page com outro valor, perdendo a confiança em sua marca.

Dica: 9 dicas para fazer sua empresa aparecer no Google

Quais são os benefícios de um anúncio no AdWords?

Um anúncio ideal é aquele que alcança as pessoas certas no momento certo, não é mesmo? É por isso que a ferramenta do Google é uma das melhores opções do mercado — afinal, ela promove seu produto ou serviço de forma segmentada, mensurável e direcionada. Veja abaixo as principais vantagens do Google Ads!

Tudo num piscar de olhos

Uma das principais vantagens do anúncio no AdWords é a rapidez com que a campanha vai ao ar, a partir do momento em que os parâmetros da campanha são estabelecidos.

Isso quer dizer que, assim que você tiver definido todas as variáveis essenciais para que o objetivo seja atingido, como o plano de ação com o seu público-alvo, o estudo de palavras-chave, o idioma, a localização e a verba mensal que pretende investir, em algumas horas a sua campanha estará no ar.

Além disso, cabe mencionar que o potencial do Google é impressionante, já que a empresa se tornou onipresente na vida das pessoas e todos utilizam o seu buscador para encontrar as mais diversas informações. Isso torna o AdWords a escolha certa para atrair muitos cliques para o seu negócio.

Dica: Confira nosso post: As 10 melhores ferramentas de palavras-chave!

Sem surpresas no orçamento

Outro benefício do sistema de anúncios do Google é que o orçamento é definido por você! Por exemplo, você pode definir o budget mensal no valor de R$ 3 mil para a sua campanha, mas, caso haja necessidade, é possível redefini-lo a qualquer momento.

Essa é uma maneira segura de fazer um anúncio e ir ajustando a verba investida de acordo com os resultados. Se uma campanha não vai bem, ela pode ser cancelada a qualquer momento. Por outro lado, se ela estiver alcançando ótimos resultados, você pode incrementar o orçamento quando e pelo valor que desejar. 

Se você quer reduzir os custos com a mídia paga, você precisa saber como usar a mídia orgânica! Clique no banner e saiba mais!

Mídia paga e mídia orgânica: Guia completo para conciliar as duas

Custo por clique

Ser cobrado somente quando o anúncio for clicado é mais uma das vantagens da ferramenta. O custo por clique (CPC) também pode ser definido por você, bastando informar qual é o valor máximo que deseja pagar por um clique recebido.

O Google Ads administra a verba, permitindo gastar até 20% a mais do valor estipulado por dia quando o anúncio é exibido mais vezes, fazendo com que o seu link patrocinado não deixe de receber cliques valiosos para o seu negócio.

Da mesma forma, o AdWords diminui os lances nos demais dias, ajustando de acordo com a verba total estipulada para que fique equilibrado ao longo da campanha. Vale destacar, ainda, que se a campanha não for feita com cuidado, o anúncio no AdWords pode se tornar mais caro do que deveria.

Dica: Como investir em links patrocinados?

Por isso, sempre faça a sua campanha com pessoas que entendem do assunto ou procure informações para não cair em nenhuma cilada. Mas se conferir esse post até o fim, pode ficar tranquilo — você não enfrentará nenhum problema!

eBook Planejamento de Marketing Digital

Segmentação

Uma das grandes vantagens de se investir em publicidade dentro do Google é o alto poder de segmentação de público que a plataforma nos oferta, sendo possível criar campanhas altamente específicas.

São várias formas de segmentação a serem utilizadas, permitindo que a exibição dos anúncios seja altamente eficaz de acordo com a sua estratégia de marketing. Entre as possibilidades podemos destacar:

  • palavras-chave — anúncios são exibidos de acordo com as buscas realizadas pelos usuários na barra de pesquisa do Google, utilizando determinadas palavras, expressões ou frases, levando em conta também o histórico de navegação;
  • tópicos e canais — a ferramenta permite escolher entre vários tópicos específicos, sendo que os anúncios serão exibidos em vários sites que tratam desse determinado tópico, alcançando usuários com esse interesse. Também é possível escolher de forma direta os locais de anúncio;
  • publico-alvo — por meio da segmentação de público-alvo, temos acesso a uma grande gama de dados acerca de usuários, escolhendo aqueles que mais representam a persona de seu negócio, apresentando anúncios não apenas nas buscas, mas durante a sua navegação por sites que mantenham espaços publicitários do Google;
  • local de exibição — a plataforma não trata apenas de anúncios na barra de busca, existem vários outros locais onde é possível exibir a sua marca, produtos e serviços. A ferramenta permite escolher entre essas opções como blogs, sites e o próprio mecanismo de busca;
  • demográfico — a segmentação demográfica é fundamental para uma campanha, visto que o seu público-alvo pode ser bem específico. A Googles Ads permite escolher entre idade, localização, idioma, gênero, entre outras opções;
  • programação — existe uma possibilidade muito interessante e que pode melhorar ainda mais a eficácia de uma campanha, a segmentação por programação, os dias e horários que os anúncios serão exibidos;
  • dispositivos — por fim, temos uma segmentação por dispositivos, na qual você pode escolher se os seus anúncios serão exibidos apenas para smartphones, por exemplo, permitindo ajustar uma campanha unicamente para o mobile.

É preciso lembrar que todas essas segmentações não anulam as outras e é possível combinar todas as possibilidades para criar campanhas altamente efetivas e com um ótimo retorno para a sua empresa, uma das coisas que faz com que o Google se destaque na publicidade digital e torna esse modelo de anúncio muito mais interessante que a mídia tradicional.

Maior alcance

Você já deve ter ouvido alguém falar "dá um google" em algum momento, não é mesmo? O Google se tornou parte de nossas vidas e essa expressão é algo comum para todos nós, já que sempre que temos uma dúvida, recorremos à busca na internet.

As pessoas utilizam a barra de pesquisa do Google para encontrar informações sobre produtos, locais, serviços, tirar dúvidas e muito mais.

Esse momento de busca demostra interesse em algo, e isso pode ser altamente potencial para atrair novos clientes para a sua empresa, apresentando soluções que resolvam o problema enfrentado por quem está realizando a busca.

Esse momento de interesse tem um grande potencial, já que, se uma empresa tem a solução para algum problema, nada mais pertinente do que estar lá e se oferecer para resolvê-lo.

Para você ter uma ideia, o Google detém nada menos que 65% de todas as buscas realizadas na internet, segundo dados apresentados pela comScore.

De acordo com a Estatista, na América Latina, pasme, 92% de todas as pesquisas na internet são realizadas por meio do Google, ou seja, o alcance que seus anúncios podem tomar ao serem inseridos nessa plataforma são enormes.

É praticamente impossível pensar em uma campanha digital eficiente sem utilizar o Google Ads e seus anúncios em buscas.

Mensuração dos resultados

Além de todas as vantagens já descritas até agora, com o Google Ads, o anunciante tem acesso a uma gama de informações valiosas sobre as interações do público-alvo com cada um de seus anúncios.

São várias as opções de verificação como, por exemplo, a contabilização de impressões e cliques, podendo ser identificado os usuários que clicaram em um anúncio e realizaram algum tipo de conversão do site ou página de destino, como compra, preenchimento de formulário ou download de algum material.

Com um controle específico, também é possível manter um "contato" com essa pessoa, o chamado remarketing, no qual são enviados anúncios específicos para quem já teve algum tipo de interação com a sua marca, auxiliando a reforçar a campanha.

Tudo isso é contabilizado e disponibilizado pela plataforma do Google Ads, permitindo assim que o anunciante tenha um controle total do retorno de seus investimentos com anúncios on-line.

Além disso, tendo um controle geral da campanha, você pode perceber quais são os anúncios que recebem mais cliques e quais não demonstram uma boa performance junto aos usuários, permitindo priorizar seus investimentos.

A plataforma ainda demonstra vários outros dados interessantes, como o custo médio de publicidade, resultados de anúncios mobile e diversas outras informações valiosas para melhorar suas campanhas.

Outro ponto a ser observado, é que você pode utilizar ainda o Google Analytics para rastrear o comportamento de seu público-alvo, entender mais sobre seus hábitos como o tempo de pesquisa até a compra, interesses e outros pontos, e criar campanhas mais eficazes.

Como os anúncios no Google AdWords funcionam?

Como você viu até aqui, o Google AdWords possibilita a criação de um anúncio da sua empresa, produto ou serviço para que seja publicado nos resultados de busca do Google e também na sua rede de sites parceiros (Google Adsense). Ou seja, são anúncios pagos e que aparecem mais bem posicionados nos resultados da busca relacionada a determinada palavra-chave.

Ao realizar uma pesquisa no Google, ele busca em sua biblioteca de conteúdos relacionados ao termo e os publica na página de resultados, respeitando primeiramente a ordem dos links patrocinados, que ficam posicionados no topo e na lateral direita da página.

Assim, uma campanha de link patrocinado permite que você apareça na frente dos resultados orgânicos.

Pelo acompanhamento dos relatórios de desempenho disponíveis no AdWords, você obtém dados precisos de toda a sua campanha, como ROI, avaliação do tráfego, avaliação do conhecimento da marca, vendas e conversões, e assim consegue detectar, pelas medições, o que está indo bem ou não na sua campanha de links patrocinados.

Essa é a melhor forma de saber em tempo real se algo precisa ser melhorado e/ou ajustado a tempo de salvar a campanha ou se o melhor é que ela seja abortada para direcionar a verba em outras ações que tragam resultados consistentes e de acordo com as expectativas da empresa.

Agora que você entendeu como funciona o Google AdWords, vamos detalhar cada funcionalidade da ferramenta para ajudar em sua estratégia. Acompanhe!

Rede de pesquisa

Essa rede integra as páginas nas quais a sua campanha publicitária será exibida. Com isso, os links patrocinados não aparecem somente nos resultados das pesquisas, mas também em sites do Google (como o Google Play), portais parceiros da empresa (como Uol e Terra) e afiliados do Google Adsense.

Rede de display

Outra forma de aumentar o alcance dos anúncios, a rede de display inclui campanhas gráficas, como banners interativos que são exibidos em sites do Google, como YouTube, Blogger e Gmail.

YouTube Ads

Por integrar a rede de display do Google, o YouTube Ads permite a criação e divulgação de anúncios em diversos formatos, desde vídeos até gráficos. Além disso, é possível escolher quando e onde sua campanha será exibida na plataforma e para qual público ela será apresentada.

Anúncios para listas de e-mail

Esse recurso oferecido pelo Google AdWords é muito efetivo e, na prática, significa exibir seus anúncios somente para pessoas que se cadastrarem na lista de e-mails de seu site.

Isso quer dizer que suas mensagens serão enviadas apenas para consumidores que demonstraram algum interesse em seu serviço ou produto e, por isso, as chances de uma alta taxa de conversão serão muito maiores.

Call only

Um botão de chamada dificilmente pode ser ignorado, não é mesmo? Essa é a proposta do call only, uma opção com o telefone de sua empresa no próprio anúncio. Assim, quando o consumidor tocar no botão em seu smartphone, ele será direcionado diretamente para fazer a chamada, e não para um site.

Uma vantagem dessa técnica é que você só precisará fazer o pagamento no momento em que a chamada for realizada. Portanto, se o seu negócio pode se beneficiar com contatos por telefone, essa pode ser a opção ideal de anúncio no AdWords.

Dica: Por que aparecer no Google pode influenciar as vendas da empresa?

Google Shopping

Todos os dias as pessoas fazem os mais diversos tipos de buscas no Google, inclusive, relacionadas com produtos e serviços. De olho nessa demanda, a empresa criou o Google Shopping, uma ferramenta de exposição de produtos e comparação de preços.

Ou seja, temos buscas diretas por produtos e serviços que sua empresa pode atender, uma forma a mais de exibir as suas soluções aos usuários da ferramenta de busca.

Para quem trabalha com vendas, anunciar com o auxílio do Google Shopping é uma estratégia obrigatória, porém, aqui existem algumas diferenças em relação ao funcionamento do Google Ads, em geral.

Aqui, a plataforma da gigante de buscas realiza um relacionamento entre o que a pessoa está procurando e o seu histórico de navegação, levando o anúncio até onde ele está.

É por isso que, muitas vezes, navegamos por diversos sites diferentes e vemos sempre os mesmo anúncios em cada um deles, é porque o algoritmo do Google verificou que aquele anúncio é relevante para você.

Aplicativos móveis

O Google Ads também é uma opção interessante para anunciar dentro de aplicativos móveis, ou até mesmo para anunciar o seu próprio aplicativo.

Existem várias opções de anúncios nesse caso, que visam estimular a interação com a sua campanha por meio de dispositivos móveis, ou o download de seu app.

Para a promoção pode-se utilizar as redes de pesquisa ou de display, remetendo para a sua página de captura ou para o download na Play Store.

Lookalike

Essa ferramenta é muito interessante é pode ser utilizada como um recurso de segmentação, para alcançar um público que não é a sua audiência direta, mas que tem uma grande semelhança, podendo consumir seus produtos e serviços da mesma maneira.

Esse modelo de segmentação pode ser aplicado em vários anúncios do Google como a Rede de Display, Pesquisa, Gmail e YouTube. O Lookalike permite criar listas que são atualizadas constantemente de acordo com os visitantes de seu site.

Ou seja, é possível fazer com que seus anúncios apareçam não apenas para o público configurado na campanha, mas também para quem tem um perfil parecido com os usuários que clicam em seus anúncios.

Remarketing

O remarketing é uma estratégia muito interessante que é possível aplicar com o Google Ads, fazendo com que seus anúncios "persigam" os usuários em sua navegação por outros sites.

Por exemplo, quando uma pessoa clica em um anúncio, mas não efetua a compra por algum motivo qualquer, podemos configurar o Google Ads em uma campanha de remarketing, fazendo com que anúncios acerca daquele produto ou serviço apareçam em sua navegação.

Podemos dizer que o remarketing é uma estratégia poderosa para aumentar a conversão de vendas, fazendo com que o lead se lembre constantemente do produto e acabe fechando a compra.

Como as posições dos anúncios são definidas?

Existem algumas regras simples quando falamos sobre a forma que as posições dos anúncios são exibidas aos usuários no mecanismo de buscas do Google. Vamos falar sobre os dois pontos a serem verificados e como se dá essa verificação por meio de uma média.

Índice de Qualidade

O primeiro item é o índice de qualidade, que é uma avaliação realizada pelo próprio Google e determinada o grau de relevância das palavras-chave, do anúncio e da página de destino para o usuário que está realizando a busca.

Esse índice é fundamental para a composição da posição que seu anúncio vai ser exibido no mecanismo de buscas, demonstrando que não basta pensar apenas no anúncio, mas temos de trabalhar também a página de destino e toda a sua relevância para o usuário.

Lance do CPC máximo

Todas as campanhas de marketing dentro do Google Ads funcionam como leilões, nos quais é preciso definir o quanto a sua empresa está disposta a pagar por cada clique em seus anúncios.

Ou seja, trocando em miúdos, quem aceitar pagar um valor mais alto por clique, pode ocupar um destaque maior na Rede de Display ou listagem de buscas, tendo maiores chances de atrair a atenção dos usuários.

Quando a campanha é configurada e o orçamento é determinado, é preciso inserir o CPC máximo, sendo assim, aquele será o seu maior lance para aparecer em uma determinada pesquisa.

Ad rank

Mesmo que os valores máximos por clique sejam importantes, não é quem paga mais que aparece em maior destaque, já que o Google criou uma métrica para fazer uma média entre os valores investidos e a relevância do anúncio para o usuário.

O posicionamento final do anúncio se dá pelo Ad rank, um valor médio composto pelo Índice de qualidade e o CPC máximo.

Sendo assim, podemos fazer campanhas bem posicionadas e que disputem os primeiros lugares de exibição, focando na qualidade e relevância de nossos anúncios e páginas de destino, preservando o orçamento da campanha.

Como o AdWords está estruturado?

O Google Ads é uma plataforma simples e altamente intuitiva, facilitando a sua configuração, com um fácil aprendizado. A dificuldade não está em lidar com a ferramenta, mas sim em entender a configuração de campanhas.

Entender a plataforma auxilia nesse processo, facilitando a criação de seus anúncios de uma forma mais eficaz e com maior alcance, reduzindo também os gastos com a ferramenta. O Google Ads é dividido em quatro níveis.

Conta

O primeiro passo para lidar com a plataforma do Google Ads é criar a sua conta, um processo bem simples e que só necessita de um Gmail ativo para o cadastro.

Depois disso, pode-se configurar questões de acesso, permitindo a entrada de outros usuários, o que é interessante para o trabalho em equipe. Também é aqui que se pode vincular as ferramentas de apoio como Analytics e Search Console.

Campanha

No nível de campanha podemos criar nossas campanhas de forma separada, com anúncios, segmentação, valores, todas as possibilidades individualizadas em relação às outras, permitindo o uso de várias estratégias diferentes.

Além disso, podemos criar campanhas exclusivas para cada canal, por exemplo, algo específico para o YouTube, outra direcionada apenas para a Rede de Display, entre outras. Lembrando que é possível criar várias e todas elas são editáveis.

Grupo de anúncios e palavras-chave

Os grupos de anúncios são outra forma de compartimentação, dessa vez, dentro de uma única campanha. Podemos utilizar desse nível quando temos o mesmo objetivo geral a nível de campanha, mas queremos que cada grupo de anúncios tenha uma segmentação diferente.

É possível criar palavras-chave para cada grupo de anúncio como também determinar os lances para CPC máximo.

Anúncios

Por fim, o último nível é o anúncio, onde realmente é criada a publicidade que será anunciada aos usuários da plataforma do Google.

Um anúncio de texto simples é composto de dois títulos, um espaço de descrição, a url final e um caminho, podendo ser utilizadas palavras-chave para completar esse local.

Como fazer um anúncio no Google AdWords?

Agora que já conhece tudo sobre a ferramenta, é hora de saber como criar seus anúncios na prática! Confira um passo a passo para colocar suas campanhas no ar de forma fácil e rápida:

  1. acesse o site do Google Ads e faça o seu cadastro. Caso você já tenha uma conta no Google, basta informar o seu login e senha para continuar;
  2. chegou ao painel do AdWords? É hora de fazer seu primeiro anúncio! Para isso, vá na aba “Campanhas”, no canto esquerdo da tela. Clique no círculo em azul com o sinal de adição e selecione “Nova Campanha”;
  3. como você conferiu neste post, o Google Ads oferece diversos formatos de anúncios. Por isso, escolha o mais adequado para a sua estratégia — vale selecionar Rede de Pesquisa ou de Display, YouTube Ads, Google Shopping ou qualquer outro formato que desejar;
  4. agora é o momento de configurar a sua campanha. Preencha as informações solicitadas pela plataforma, incluindo local, idioma, orçamento e metas, que são as ações que você deseja que os consumidores adotem. Lembre-se de colocar o endereço de seu site e escolher o nome para a campanha;
  5. preencheu todas as informações corretamente? Em seguida, você vai poder conferir a parte visual do anúncio. É nessa hora que você precisa definir informações como o que vai aparecer no título, na descrição do anúncio e na URL;
  6. por fim, não se esqueça de revisar toda a sua campanha. Pronto, agora é só dar início à divulgação e começar a aproveitar todas as vantagens que o Google AdWords têm a oferecer.

Tenha em mente que para atingir resultados eficientes é necessário que a sua empresa conte com a ajuda de especialistas em Marketing Digital. Então, se você quer alcançar bons resultados em suas campanhas de Google AdWords, clique no banner abaixo e entre em contato com um de nossos consultores agora mesmo!

Use o Marketing Digital para vender mais!

Como você viu neste post, o Google Ads é uma ferramenta de alta potencial de sucesso, em que você tem total controle sobre o orçamento e pode aumentar suas chances de atingir o público desejado, já que poderá decidir em quais pesquisas o seu anúncio vai aparecer.

Se usado de forma adequada, a plataforma pode ajudar você a pensar na campanha de publicidade como mais um canal de vendas da sua empresa e garantir resultados cada vez melhores em seu dia a dia!

Agora que você já sabe como funciona o Google AdWords, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de outras dicas como esta, além de novidades, informações sobre cursos e palestras, e curiosidades sobre a área. Tem muita coisa boa por lá! 

 

Perguntas Frequentes

🔴 O que é o Google AdWords?

O Google Ads, novo nome da plataforma, é uma ferramenta de publicidade on-line que exibe anúncios em forma de links patrocinados assim que uma pessoa realiza uma busca, baseando seus resultados nas palavras-chave usadas no momento da pesquisa.

📗 Quais são os benefícios de um anúncio no AdWords?

Tudo acontece em um piscar de olhos, você não tem surpresas com gastos extras, paga apenas por clique nos seus anúncios, pode segmentar o seu público, ter um maior alcance na sua marca e mensurar os resultados.

🔴 Como as posições dos anúncios são definidas?

Alguns pontos são avaliados para que os anúncios se posicionem. São eles: índice de qualidade, lance do cpc máximo e ad rank. 
 



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!