Qual a diferença entre Google Ads e Google AdWords?



Por   

 10/07/2020 

Profissional com mais de 12 anos de experiência, responsável pelas estratégias de marketing dos clientes da Orgânica.

Para ter sucesso na internet e alcançar as pessoas que são realmente relevantes para o seu negócio, utilizar a ferramenta certa é essencial. Pois é justamente aí que entra o Google Ads — recurso imprescindível para ajudar a sua empresa a entregar os melhores resultados, na hora certa e ao cliente certo.

Ao fazer uma pesquisa no Google, com certeza você já observou que alguns links aparecem em destaque no resultado. Outra situação comum é acessar um vídeo no YouTube e ver algum anúncio antes ou durante o vídeo. E o que esses dois cenários têm em comum? Eles foram criados e gerenciados via Google Ads!

Se você acompanha as notícias sobre Marketing Digital ou até mesmo trabalha com esse setor, deve saber que o Google AdWords passou a se chamar Google Ads em 2018. Quatro letras saíram do nome da ferramenta, mas novas funcionalidades também surgiram para ajudar o dia a dia de sua empresa.

Quer saber mais? Continue a leitura para ficar por dentro de quais foram as principais modificações nessa ferramenta do Google, suas vantagens e como utilizar os recursos da melhor maneira possível para otimizar seus resultados!

O que é o Google AdWords?

Google AdWords é o antigo nome do principal produto de publicidade da empresa norte-americana Google, lançado em 2000. No entanto, como abordamos no início deste artigo, a ferramenta passou por uma reformulação em 2018 e, desde então, ganhou o nome Google Ads — e é por esse nome que passaremos a chamá-la a partir daqui.

O Google Ads é referência em métricas e dados para planejamento, monitoramento e execução de estratégias no Marketing Digital, sendo, basicamente, a plataforma de anúncios do Google.

Confira como utilizar o Google AdWords:

Com esse serviço, é possível levar um anúncio relevante e que entregue exatamente aquilo que os clientes de sua empresa buscam. Isso é possível graças aos links patrocinados, que são exibidos aos usuários quando eles fazem uma busca pelo Google utilizando uma palavra-chave específica.

Esses anúncios e links podem ser exibidos de diferentes formas, como em formato de vídeo, banner ou em áreas especiais, ganhando visibilidade nos sites parceiros do Google — que, como você pode imaginar, são muitos.

De modo geral, podemos dizer que uma empresa que usa o Ads paga ao Google para que sua marca ganhe destaque na internet. Contudo, é claro que a questão não é tão simples assim, já que não basta apenas pagar para aparecer mais, sendo necessário investir em uma audiência qualifica e que esteja relacionada ao negócio.

Além da mudança no nome e na marca da ferramenta, saiba que a Google também anunciou outras alterações importantes e muito valiosas em 2018. Vamos falar sobre esses pontos a seguir, mas antes, é importante conhecer suas principais funções.

Quer saber mais? Continue a leitura para ficar por dentro de quais foram as principais modificações na ferramenta do Google, suas vantagens ou desvantagens e como utilizar os recursos da melhor maneira possível para otimizar resultados.

Clique no banner abaixo para entender como alcançamos o topo do Google, aumentando 184% nossas vendas!

De 0 a 50 mil visitas por mês: a Orgânica no topo do Google

Como o Google Ads funciona?

Não basta apenas começar a utilizar o Google Ads e fazer um pagamento para que, magicamente, sua empresa seja colocada em destaque nas páginas parceiras do Google. Apesar de simples, esse processo envolve uma série de etapas e funcionalidades.

Para entender melhor como a ferramenta funciona, podemos compará-la a um leilão — uma empresa oferece dinheiro em troca de visibilidade, mas diferentes fatores estarão envolvidos na hora de classificar a posição de um anúncio. Assim, não basta apenas pagar mais, pois é necessário que o anúncio seja de qualidade.

Na plataforma, existem quatro formas diferentes de fazer um anúncio. Conheça mais sobre elas a seguir.

Rede de Pesquisa

Nessa modalidade, os anúncios são exibidos nos resultados de pesquisa do Google a partir de uma determinada palavra-chave. Por isso, ela é muito útil para alcançar pessoas que estão em busca de produtos e serviços específicos.

Imagine uma pessoa que deseja comprar um celular novo, por exemplo. Ao digitar a palavra “celular” no Google e fazer a pesquisa, uma série de anúncios de empresas e lojas que vendem o produto aparecerão tela, chamando a atenção do possível comprador.

Esses anúncios aparecem no início e no fim da página e contam com um aviso de “Anúncio”, mostrando aos usuários que se trata de um link patrocinado. A grande vantagem dessa opção é que as empresas só precisam pagar pelo anúncio quando uma pessoa clica no link e é direcionada à página do negócio.

Rede de Display

Todos os sites, blogs e páginas de notícias que têm uma parceria com o Google estão incluídos na chamada Rede de Display da empresa. Não pense que estamos falando de pouca coisa — os anúncios do Google são exibidos em mais de 2 milhões de sites e em mais de 650 aplicativos, alcançando 90% das pessoas na internet no mundo todo.

Agora imagine ter toda essa imensidão a seu dispor. Pois é justamente isso o que o Google Ads oferece se você optar por anunciar pela Rede de Display. Aqui, você pode recorrer a diferentes funcionalidades, como palavra-chave, remarketing e informações demográficas, por exemplo.

Além disso, é possível fazer as divulgações por meio de banners (que contam com imagens e elementos interativos), pelo Gmail (onde os anúncios vão diretamente para a caixa de entrada das pessoas), por aplicativos (especificamente para dispositivos móveis) ou simplesmente em texto.

YouTube Ads

Muita gente se esquece que o YouTube pertence ao Google, mas a empresa não só é dona da plataforma de vídeos como a utiliza como um de seus principais meios de divulgação. Os anúncios podem ser veiculados tanto no meio de algum vídeo — antes ou durante a reprodução — quanto em vídeos específicos de uma campanha da empresa na plataforma.

Não duvide da potência do YouTube: ele conta com mais de um bilhão de usuários, sendo possível segmentar sua divulgação de acordo com o público-alvo desejado, definindo idade, sexo, localização, entre outros pontos.

Além disso, o pagamento funciona igual à Rede de Pesquisa, em que você só precisará pagar se uma pessoa interagir com seu anúncio. Se ele for pulado antes do fim, também não é necessário fazer o pagamento.

Google Shopping

Essa função é destinada a quem tem um e-commerce e está com dificuldades para anunciar seus produtos na internet. Se esse é o seu caso, o Google Shopping pode ser a solução.

Por meio dessa plataforma, você pode promover seus produtos, aumentar o tráfego de pessoas para o site, gerar mais leads e ainda atrair, quando possível, clientes para a sua loja física.

Para utilizar o Google Shopping, é necessário enviar as informações de seus produtos para o Google Merchant Center, incluindo dados gerais dos artigos, imagens, preços e condições de venda.

Aplicativos

Por fim, você também pode colocar anúncios em aplicativos, alcançando qualquer pessoa que utilize dispositivos móveis, sejam eles Android ou iOS. Assim, sua marca poderá chegar a mais de um bilhão de pessoas na rede do Google, desde a pesquisa Google e o Google Play até o YouTube e as Redes de Display.

O que mudou no Google AdWords?

A mudança do Googles AdWords para o Google Ads não se trata apenas de uma reformulação da marca e o sumiço de quatro letras. Afinal, tudo o que é anunciado pelo Google carrega algum propósito. 

Assim, o objetivo da empresa foi alinhar a ferramenta aos novos métodos de trabalho e à conexão que tanto a sociedade quanto o mercado estão vivendo. Um conceito levado em conta para as mudanças foi o Mobile First. Portanto, foram priorizados o desempenho e o layout para quem utiliza o Google (ou suas ferramentas) a partir de dispositivos móveis.

Além disso, a ideia de integrar recursos em um só produto — como o DoubleClick e o Google Analytics 360 Suite, que agora formam o Google Marketing Platform, guarda-chuva onde o Google Ads também está inserido — ganhou muita força. Facilitar o trabalho em conjunto de diferentes equipes e áreas de uma mesma agência ou empresa é uma das demandas reconhecidas pelo Google e colocadas em prática.

A seguir você vai descobrir todas as novas funcionalidades que o Google Ads passou a contar em 2018. Acompanhe!

Implantação de Anúncios Inteligentes

Como o objetivo é atrair os usuários para sua empresa e garantir que eles tenham uma experiência perfeita nessa jornada, uma das mudanças no Google Ads foi a implantação de Anúncios Inteligentes. Mas o que isso significa?

Basicamente, significa que a divulgação é feita em diferentes plataformas, que é o que você conferiu logo acima: os anúncios podem ser colocados na Rede de Pesquisa, nos sites parceiros do Google e por aí vai. 

Não importa o tipo de plataforma — o essencial é que a experiência do cliente seja multicanal e integrada e, além da interação no mundo virtual, também conduza para visitas à loja física e a telefonemas.

Criação do Centro de Integração

Não podemos nos esquecer, também, da criação do novo Centro de Integração do Google Ads. Graças a essa funcionalidade, é possível conectar todos os produtos do Google e até mesmo usar serviços de empresas terceiras para alcançar o melhor desempenho de marketing.

Novas marcas do Google

Desde que as mudanças foram implantadas, as empresas passaram a contar com um benefício e tanto: a possibilidade de utilizar outras marcas do Google na hora de fazer suas ações de marketing. Isso porque, além do Google Ads, foram liberados o Google Ad Manager e o Google Marketing Plataform — como falamos logo acima.

Enquanto o Google Ad Manager combina duas ferramentas muito utilizadas — o DoubleClick for Publishers e o DoubleClick Ad Exchange —, o Google Marketing Plataform absorveu a rede de anunciantes da DoubleClick e o Google Analytics 360. Tudo isso garante que os anúncios alcancem cada vez mais pessoas, por meio de multiplataformas.

Nova forma de adicionar imagens

Ao escolher fazer um anúncio nos sites parceiros do Google, você pode adicionar imagens de forma rápida e prática, o que permite fazer um teste automático de performance e selecionar a opção com os melhores desempenhos. Isso não era possível no Google AdWords. 

Dessa forma, a ferramenta é responsável por otimizar seus resultados, mostrando que a busca pela melhor performance não é algo tão difícil assim — desde que você utilize a internet a seu favor, é claro. 

Dica: Integrando Google Ads com Google Sheets em 5 minutos

Qual foi a principal vantagem das alterações no Google AdWords?

A principal vantagem fica por conta da funcionalidade chamada campanhas Smart, voltada a quem administra o próprio negócio e não tem tanto tempo para cuidar da publicidade. A ideia é oferecer a mesma eficiência, mas com maior facilidade, em um menor tempo e com recursos otimizados.

Com a liberação do acesso de pequenos anunciantes ao Machine Learning, o Google Ads permite que os anúncios se tornem mais eficientes. Além disso, eles são personalizados de acordo com o comportamento do usuário, que é impactado por meio do “aprendizado da máquina”.

Dica: Sucesso em marketing: como saber se a sua agência está entregando resultados?

Assim, o tempo de quem administra o negócio é poupado sem que ocorram perdas na eficiência, já que serão independentes dos anunciantes inexperientes.

Mas as vantagens não param por aí. A interface mais intuitiva e as novas funcionalidades na hora de divulgar seus anúncios também ajudaram a impactar positivamente o ROI dos profissionais que investem em publicidade no Google.

Isso acontece porque o Google Ads ajuda os anunciantes a escolherem as soluções mais acertadas para seus negócios. Isso é feito por meio de uma divulgação confiável e capaz de modificar a experiência dos clientes em diversos canais, com ferramentas que auxiliam e muito no alcance do cliente certo e no momento certo.

Como criar uma conta no Google Ads?

Criar a sua conta na ferramenta é muito mais fácil do que você imagina. O primeiro passo é acessar a página do Google Ads e, em seguida, clicar em “Comece agora”.

Depois desse primeiro passo, você será direcionado a uma nova tela onde deverá digitar seu e-mail do Google com o qual deseja vincular à conta do Ads e ao seu site. Caso você não tenha uma conta Google, será necessário criar uma. Depois é só selecionar a opção “Continuar”.

O Google então dará início a uma configuração guiada, em que é possível ver todos os detalhes necessários para criar a conta na plataforma. Assim, você deverá preencher alguns dados e, caso queira, fazer uma campanha teste. Entre as informações necessários estão aquelas relacionadas à sua empresa, às da primeira campanha e à forma de pagamento.

Como anunciar no Google Ads?

Agora que você já sabe como criar uma conta no Google Ads, é hora de partir para a ação — ou seja, criar um anúncio. Quer aprender a usar a ferramenta e a fazer divulgações de sucesso para garantir resultados cada vez melhores para sua empresa? A gente explica como!

Confira o passo a passo rápido e detalhado que preparamos para você:

  • no painel do Ads, clique na aba “Campanhas” para começar a fazer seu primeiro anúncio. Em seguida, selecione “Nova Campanha”;
  • como já abordamos, a ferramenta oferece diversas formas de divulgar seus anúncios. Se você já sabe qual é a melhor opção para sua estratégia, é hora de fazer a sua escolha. Lembre-se: você pode optar por Rede de Pesquisa, Rede de Display, YouTube Ads, Google Shopping ou aplicativos;
  • escolhido o tipo de publicidade, agora você deve configurar a campanha. A plataforma é bastante intuitiva, então você não terá nenhuma dificuldade quanto a isso. É necessário preencher todas as informações solicitadas, que incluem metas (as ações que você deseja que os usuários tomem), o endereço de seu site, localização, orçamento, entre outras;
  • não está se esquecendo de nada? Há outro dado muito importante a ser acrescentado antes da finalização a configuração da campanha: o nome de sua campanha! Portanto, lembre-se disso;
  • com tudo isso pronto, agora vem a fase de escolher o visual do anúncio. É possível definir desde o que aparecerá no título e na URL até na descrição do anúncio;
  • nada como uma boa revisão pra ver se está tudo certo e de acordo com o seu planejamento, certo? Portanto, não deixe de fazer uma revisão completa da campanha;
  • se tudo estiver correto e do jeito que você deseja, basta dar início à divulgação e começar a mensurar os resultados com a ajuda do Google Ads.

Como otimizar seus resultados no Google AdWords?

Em um mercado cada vez mais competitivo, disputar a atenção do usuário na internet não é uma tarefa simples. Portanto, é importante estar atento aos principais dados (ou métricas) de seus consumidores e traçar padrões de comportamento, com o objetivo de conhecer melhor quem está do outro lado e o que você pode oferecer para melhorar sua experiência.

Com os anúncios voltados para o marketing digital, é possível atingir determinados grupos de pessoas de forma simples e prática, engajando os consumidores e conquistando até mesmo novos clientes.

No entanto, quando o assunto é os anúncios, a concorrência é grande. Portanto, é essencial otimizá-los para entregar os resultados que você espera. Se você já passou por uma situação em que não conseguia maximizar seus resultados, nada de se preocupar — separamos as principais maneiras de otimizar os resultados utilizando o Google Ads.

Otimize seus resultados em Marketing Digital conciliando Mídia Paga com Mídia Orgânica! Clique no banner e saiba como!
 

Guia completo: Como conciliar mídia paga e mídia orgânica

Melhore sua oferta

Mesmo que um anúncio tenha muitas segmentações, ele pode acabar não chamando atenção entre tantos concorrentes. Por isso, tornar a sua oferta o mais diferenciada possível é fundamental para obter os melhores resultados.

E como fazer isso? Basta incluir o máximo de informações ao fazer a oferta, mostrando os diferenciais de seu produto e como ele se destaca no mercado. Conheça alguns pontos importantes:

  • depoimentos de outros clientes;
  • portfólio com todos os produtos;
  • formas de pagamento diferenciadas;
  • descrições chamativas e que mostrem a exclusividade da empresa.

Confira esse exemplo de depoimento de cliente que pode ajudar a melhorar a oferta: 

Seja criativo

Criatividade e inovação são elementos imprescindíveis em qualquer anúncio, já que sua função é chamar a atenção do público. Assim, uma divulgação que apenas apresente mais do mesmo e que não tenha nenhum diferencial, sem dúvida não terá os resultados esperados, certo?

A melhor forma de fugir de um cenário negativo é incorporar a criatividade em todo o seu mix de conteúdos. Nesse momento, vale diversificar o tipo de anúncio e investir em imagens chamativas, banners, vídeos e até mesmo em GIFs, por exemplo.

Acompanhe seus anúncios diariamente

O Google Ads conta com um sistema de aprendizado que incorpora todos os dados da campanha aos resultados obtidos. Dessa forma, analisar tudo isso é fundamental para otimizar o desempenho da campanha e ver se tudo está de acordo com seu planejamento.

Acompanhar diariamente as veiculações também vai ajudar você a evitar surpresas ao final do mês, além de auxiliar o algoritmo da ferramenta a entender qual é o seu objetivo e qual é a melhor forma de atingi-lo.

Como o Índice de Qualidade é calculado?

O Índice de Qualidade é um recurso que faz com que o Google Ads funcione de uma forma mais justa para as empresas, já que coloca em destaque os negócios que oferecem anúncios que são realmente relevantes para o público. Ele é calculado a partir de três pontos:

  • taxa por clique (CTR): o Google utiliza o CTR para avaliar a palavra-chave que disparou o anúncio, ou seja, o número de vezes em que um anúncio recebeu um clique dividido pelo número de vezes que a divulgação apareceu para alguém. Quanto mais cliques, mais relevante é o anúncio — por isso o CTR é o fator mais importante do Índice de Qualidade;
  • relevância do anúncio: aqui é indicado o valor da palavra-chave em relação à mensagem do anúncio. Se alguém fizer uma pesquisa usando uma determinada palavra-chave e encontrar um anúncio de acordo com a palavra, isso significa que ele tem relevância. Os status de relevância variam entre acima da média, na média e abaixo da média;
  • landing pages: como é necessário que as páginas tenham uma boa usabilidade em dispositivos móveis, algo essencial nos dias de hoje, as Landing Pages (ou páginas de destino) são muito importantes hoje em dia. Se uma pessoa acessou uma página por meio de um anúncio e sua expectativa não foi alcançada, ela rejeitará a página e voltará a fazer uma pesquisa no Google, certo? Daí a importância de uma boa Landing Page para a qualidade do anúncio.

Com tudo isso em mente, podemos dizer que, quanto mais relevante for um anúncio, as Landing Pages e as palavras-chave, maior será a probabilidade de alcançar um melhor Índice de Qualidade.

Quais são as vantagens do Google Ads?

Agora que você já conhece as principais informações relacionadas ao Google Ads, chegou o momento de entender por que a ferramenta pode ser uma ótima ajuda em sua empresa.

Imagino que, depois de tudo o que abordamos, você já tenha identificado boas razões para investir nessa estratégia de anúncios, certo? Contudo, para auxiliá-lo nessa decisão, separei diversas vantagens do Google Ads que são bem interessantes.

Possibilita um maior controle sobre seus gastos

A cobrança da ferramenta pode ocorrer com base no famoso CPC, ou custo por clique. Assim, você só terá que pagar o Google caso um usuário clique em um de seus anúncios, sendo possível determinar um limite de gastos.

Dessa forma, você poderá impor restrições de orçamento, sejam elas diárias, mensais ou por campanha, possibilitando um maior controle sobre seus investimentos.

Não gosta do modelo por CPC? Também há a cobrança por COM, feita a cada mil impressões de página. Isso quer dizer que, caso uma pessoa clique no anúncio e visite sua página, mas não faça nenhuma compra ou interação, você também não será cobrado.

Demanda um baixo custo de investimento

Ao mesmo tempo em que possibilita um melhor controle de gastos com anúncios, o Google Ads também oferece custos menores de investimento. Tem dúvida quanto a isso? Basta fazer um orçamento com um portal de notícias famoso — só não se assuste com o preço!

Portanto, saiba que é muito barato apostar na estratégia de links patrocinados. Algumas palavras-chave podem até exigir um investimento maior, já que são muito concorridas, mas, mesmo assim, o custo é menor do que fazer uma divulgação por outros formatos.

Conta com grande poder de segmentação

A ferramenta ainda oferece diferentes possibilidades de segmentação de um anúncio, sendo esse um de seus grandes diferenciais. É possível, por exemplo, expor seus produtos de acordo com a pesquisa de uma palavra-chave específica ou pela definição do público-alvo.

Outras formas de segmentação incluem em quais sites o anúncio será exibido, a idade e a localização do usuário, entre diversos outros aspectos. Vamos combinar: com tudo isso, levar o produto certo, para a pessoa certa, será muito mais fácil, certo?

Oferece informações detalhadas sobre desempenho

Quem cria uma estratégia de marketing sabe que mensurar os resultados é uma das partes mais importantes do planejamento. Afinal, isso é necessário para que a equipe entenda se o orçamento está sendo bem utilizado e se a campanha está seguindo o caminho certo. Pois saiba que essa é mais uma funcionalidade do Google Ads!

Seja qual for o tipo de anúncio escolhido, todas as informações relacionadas à campanha serão repassadas a você, de forma bem detalhada. Com esses dados em mãos, você pode observar quais anúncios estão tendo um menor ou maior Retorno sobre o Investimento (ROI) e fazer ajustes quando necessário. 

Neste artigo, apresentei para você toda as principais informações relacionadas ao Google Ads, desde o que é essa ferramenta, quais foram as principais mudanças recebidas depois de sua atualização e as vantagens para quem utiliza a ferramenta ao administrar suas ações de Marketing Digital. Falei também sobre o que deve ser feito para otimizar os resultados da sua empresa.

É importante destacar que, ao usar o Ads, algumas empresas podem acabar encontrando dificuldades, seja na hora de criar um anúncio ou no momento de elaborar a estratégia do negócio. Por isso, contar com uma agência parceira pode ser a solução!

Que tal recorrer à Orgânica Digital para fazer anúncios de sucesso e alcançar grandes resultados? Atuamos desde o planejamento até a execução e análise de todas as etapas necessárias de uma campanha de marketing, ajudando o seu negócio a crescer e a chamar cada vez mais atenção no mercado.

Aqui vai uma dica: acesse a nossa página e saiba tudo o que a Orgânica oferece para alavancar o desempenho de sua empresa no universo de vendas digital!

 

Perguntas Frequentes: 

🔴 Qual a diferença entre Google AdWords e Google Ads?

Se você acompanha as notícias sobre Marketing Digital ou até mesmo trabalha com esse setor, deve saber que o Google AdWords passou a se chamar Google Ads em 2018. Quatro letras saíram do nome da ferramenta, mas novas funcionalidades também surgiram para ajudar o dia a dia de sua empresa.

📗 O que mudou no Google AdWords?

A mudança do Googles AdWords para o Google Ads não se trata apenas de uma reformulação da marca e o sumiço de quatro letras. Afinal, tudo o que é anunciado pelo Google carrega algum propósito. 

🔴 Qual foi a principal vantagem das alterações no Google AdWords?

A principal vantagem fica por conta da funcionalidade chamada campanhas Smart, voltada a quem administra o próprio negócio e não tem tanto tempo para cuidar da publicidade. A ideia é oferecer a mesma eficiência, mas com maior facilidade, em um menor tempo e com recursos otimizados.



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!