Growth Hacking: 8 vantagens para crescer como nunca!


Guilherme de Bortoli

Por   

 13/05/2024 

CEO da Orgânica, tem 20 anos de experiência em projetos de marketing digital e vendas.

✓ Conteúdo criado por humano

Criada pelo empreendedor americano Sean Ellis, a metodologia Growth Hacking não tem uma tradução literal, mas as duas palavras, de certa forma, explicam o conceito: crescimento (growth) e exploração (hacking).

A ideia por trás é basicamente realizar experimentos rápidos para identificar formas mais eficientes de impulsionar o crescimento de um negócio.

Saiba agora como funciona o Growth Hacking, em especial no Marketing Digital, e quais são as principais vantagens!

Masterclass Growth Hacking e o Mercado de Conteúdo

O que é Growth Hacking?

O Growth Hacking é uma metodologia que foca no aproveitamento de brechas do mercado para desvendar oportunidades e desenvolver estratégias de crescimento exponencial.

Por ter um objetivo em comum com Marketing e vendas (o crescimento), se fala muito sobre a metodologia nesses contextos, mas Growth Hacking é mais do que isso:

É um processo de idealização, priorização, testes e análises feito por um time multidisciplinar, que atua nas mais diversas áreas da empresa para otimizar a conversão e a retenção de clientes.

E as ações podem ser formuladas com a combinação de estratégias como:

  • SEO e Marketing de Conteúdo a partir da busca por palavras-chave, da otimização do conteúdo de sites e blogs e técnicas de link building;
  • Testes A/B e otimização de conversão por meio da análise de métricas estratégicas;
  • Parcerias com influenciadores digitais e afiliados, que ampliam o alcance da marca;
  • Automações e integrações de sistemas para melhorar a eficiência operacional e economizar tempo e recursos.

Para que serve o Growth Hacking e como funciona?

A palavra “hacker” geralmente tem uma atribuição negativa, porém o termo faz referência a um indivíduo que busca conhecimento mais detalhado, além do comum.

O profissional que segue essa metodologia, então, faz uma análise da situação desde o ponto onde a empresa está até onde deseja chegar.

A metodologia Growth Hacking, então, é composta por seis etapas:

  1. Formular hipótese;
  2. Selecionar resultados-chave;
  3. Estabelecer meta;
  4. Executar;
  5. Rastrear progresso;
  6. Socializar/Iterar.

O conceito é semelhante ao de Marketing Digital, mas como explica Marcelo Toledo, autor e desenvolvedor de startups, Growth Hacking é um pouco mais abrangente e não se limita apenas a ações de administração mercadológica.

O Growth Hacking pode, por exemplo, ser uma forma de fazer Marketing com base em estudos de oportunidades e aplicação de testes.

Mas o time ou profissional growth hacker precisa consultar outros setores da empresa, como o de desenvolvimento do produto, finanças, operações empresariais e até mesmo recursos humanos.

Veja um exemplo de aplicação da metodologia para a definição de metas:


Definição de Metas com GROWTH HACKING: exemplos

Dica: O que é teste A/B e como ele ajuda a maximizar resultados

Quando o Growth Hacking é útil?

Após entender melhor a metodologia, você deve estar pensando em situações em que ela é bem-vinda, certo?

Confira as melhores aplicações para impulsionar o crescimento rapidamente:

  • Lançamento de novos produtos ou serviços, já que o Growth Hacking cria conscientização rápida, gera interesse e conquista os primeiros usuários a partir de testes que aceleram o processo;
  • Aumento da base de usuários, pois ações desse tipo identificam os canais mais eficazes para aquisição, como campanhas virais, incentivos de indicação ou estratégias específicas de redes sociais;
  • Retenção de clientes por meio de programas de fidelidade, uma comunicação personalizada e melhorias contínuas com base no feedback;
  • Otimização da conversão em sites ou aplicativos com melhorias no design, testes A/B e análises do funil de vendas;
  • Geração de tráfego pago a partir de campanhas em plataformas de anúncios e da segmentação de audiências para otimizar o ROAS;
  • Redução do Custo de Aquisição de Clientes (CAC) através da identificação de canais de aquisição mais acessíveis.

Espero que essas situações ajudem você a entender quando e como o Growth Hacking pode ser uma ferramenta poderosa para o seu negócio!

Com a mentalidade certa e as técnicas adequadas, é possível não apenas sobreviver no mercado competitivo de hoje, mas realmente prosperar!

Passo a passo: como fazer um plano de Marketing Digital em sua empresa

Growth Hacking e outras abordagens

Como o Growth Hacking é pensado para ser ágil e orientado por dados, ele pode (e deve!) ser muito bem aproveitado em outras áreas, como no Marketing.

Ainda ouço, por exemplo, algumas pessoas dizendo que “branding não põe dinheiro no caixa” e outras coisas que considero super equivocadas…

Mas enquanto o branding constrói uma fundação emocional e a longo prazo com os consumidores, o Growth Hacking e o Marketing de Performance conseguem explorar essas relações para gerar crescimento rápido e eficiente.

E olha que não são poucos os estudos que hoje reforçam que o segredo para alcançar resultados melhores — inclusive em rentabilidade — está na união de iniciativas de construção de marca e performance.

Aliás, em um artigo de ninguém mais, ninguém menos que a Harvard Business Review, os autores abordam a existência do “Brand Equity Growth”, que é uma estratégia que une os dois conceitos para impulsionar o retorno financeiro!

Conheça em detalhes, então, 8 vantagens de investir nessa metodologia:

Quais as vantagens de investir em Growth Hacking?

1) Crescimento rápido

Já que o principal objetivo do Growth Hacking é promover o crescimento acelerado das empresas, o profissional analisa diversas áreas da organização, propõe melhorias e trabalha em campanhas visando fechar negócios e ganhar mercado.

Além disso, as estratégias geralmente envolvem custos baixos e muita criatividade!

Um exemplo prático disso pode ser percebido a partir da aplicação de testes A/B em campanhas de Marketing Digital.

Ao otimizar anúncios com base nas preferências do público, essa abordagem pode impulsionar um crescimento da base de forma sustentável e agregar valor à estratégia sem, necessariamente, elevar os custos — o que nos leva à próxima vantagem.

2) Escalabilidade

O segundo benefício que destaco aqui é a capacidade de aumentar os resultados financeiros sem onerar a empresa, mantendo os custos baixos.

O Airbnb é um exemplo disso, pois o serviço fornecido pela empresa é a integração feita entre donos de imóveis e pessoas que desejam alugar.

Os custos e processos operacionais não devem crescer muito ― ainda que a empresa tenha consecutivos aumentos no número de clientes ―, tornando possível a escalabilidade enquanto mantém a lucratividade!

3) Previsibilidade de vendas

Devido à mensuração de resultados, o growth hacker é capaz de prever as vendas em determinado período com base no histórico de transações e nos dados armazenados.

4) Promoção

Outra característica essencial é ter um funil de vendas maior do que aquele geralmente adotado, com uma certa ênfase nas etapas relacionadas ao Sucesso do Cliente:

Funil ampulheta

Isso porque a promoção faz com que a empresa seja conhecida no mercado de forma mais rápida e a custos baixíssimos!

5) Escolha de alternativas

Por meio da integração entre desenvolvimento de produto e Marketing, por exemplo, é possível identificar as melhores oportunidades e aplicar as ferramentas certas para promover o crescimento da empresa.

E, para que o Growth Hacking seja implementado com maestria, a cada decisão que a empresa precise tomar, o growth hacker deve se perguntar quais serão os impactos dessa escolha e de outras alternativas para o crescimento do negócio.

6) Foco em métricas

Para identificar rapidamente as estratégias mais eficazes e orientar as decisões, já te falei que o Growth Hacking faz uso da análise de dados, certo?

Daí também surge a vantagem da definição de métricas de crescimento certas para monitorar, alinhadas aos objetivos estratégicos da empresa.

Dica: 18 KPIs de Marketing para acompanhar e aperfeiçoar

7) Eficiência na aquisição (e retenção) de clientes

Já que um dos objetivos aqui é encontrar maneiras eficazes e econômicas de adquirir clientes, muitas vezes, o Growth Hacking resulta em uma redução nos custos de aquisição de clientes (CAC) e no aumento do retorno sobre o investimento (ROI) em Marketing.

E esse, inclusive, pode ser um ponto-chave para mostrar o impacto das suas ações!

Mas a verdade é que o Growth Hacking não se trata apenas de atrair novos clientes, mas também gerar valor e engajamento, o que contribui significativamente para a retenção deles.

8) Compreensão do mercado e dos clientes

Estratégias de Growth Hacking, frequentemente, envolvem a interação direta com clientes e uma análise detalhada do mercado. Aí, um dos efeitos colaterais relevantes é a compreensão mais profunda das necessidades e preferências dos clientes.

Adotando uma postura proativa na compreensão disso, as empresas conseguem ajustar suas estratégias de forma mais ágil, se mantendo alinhadas com as expectativas dos consumidores.

Dica extra

Acesse nosso manual definitivo do Inbound Marketing para aprender tudo sobre a metodologia que revolucionará a forma com que sua empresa conquista e retém clientes!

O Manual definitivo do Inbound Marketing

Como montar o time de Growth ideal?

Para montar um time de Growth, tenha a certeza de que você compreendeu os objetivos e necessidades da sua empresa, para alinhar essas expectativas a perfis profissionais adequados.

Digo isso porque não existe bala de prata: não há uma formação que seja perfeita para todas as situações.

Você precisará ter clareza dos desafios a serem enfrentados e quais competências são necessárias para lidar com cada um deles — até porque as equipes de Growth geralmente são bem pequenas.

Então, o que posso dizer é que seu time deve ter especialistas com habilidades complementares — pessoas com experiência em análise de dados, tecnologia e Marketing (conteúdo, SEO, mídias pagas, automação…).

Mas também pode ter outros, conforme a necessidade!

Além disso, seu time deve ser focado na valorização de uma cultura de experimentação, o que também abre portas para a constante colaboração entre equipes, por exemplo.

Para o Growth Hacking funcionar de fato, você precisará que a comunicação seja muito fluida para agilizar as análises e as decisões!

Guia prático: como escolher as Melhores Estratégias de Marketing para sua empresa

Estratégias e ações para crescimento exponencial

A criatividade é um dos principais ingredientes do Growth Hacking: as equipes devem explorar ideias inovadoras para crescer em uma velocidade que não é a convencional!

Afinal, se fosse simples e óbvio, todo mundo estaria fazendo. Concorda?

Por exemplo, uma estratégia que ganhou destaque foi a gamificação para aumentar o engajamento do usuário, incentivando a atingir metas diárias de ações e recompensando com pontos e distintivos virtuais.

Outro ponto importante, e que já mencionei acima, é a integração de estratégias.

Conhecer os diferenciais de cada abordagem, suas aplicações e os resultados esperados, faz com que você tenha mais chances de colher resultados, direcionando recursos para aquelas que proporcionam o melhor retorno!

Agora pensando em estratégias e ações específicas, você pode:

  1. Criar conteúdo capaz de viralizar, que leve sua marca a novos públicos rapidamente;
  2. Investir em conteúdo evergreen, que continua relevante ao longo do tempo, para gerar tráfego contínuo e leads; 
  3. Lançar programas de indicação, que usam o poder do “boca a boca” para ganhar mais clientes;
  4. Experimentar diferentes canais de aquisição para descobrir quais oferecem o melhor retorno sobre investimento; 
  5. Testar continuamente tudo, desde as cores de um botão até o layout de um e-mail. Isso pode revelar insights valiosos que aumentam a conversão!

Essas estratégias e ações não só elevam os números: elas mudam a maneira como interagimos e entendemos nossos clientes!

Até porque o Growth Hacking não é apenas sobre crescimento rápido, é sobre crescimento inteligente.

Dica: A Orgânica é uma Agência de Marketing Digital que une conteúdo de alto nível à performance para impulsionar o crescimento de empresas famintas por resultados. Saiba mais!

Cresça como nunca com a Orgânica!

O Growth Hacking abraça uma abordagem orientada por experimentos, e as palavras "crescimento" e "exploração" resumem sua essência:

Ele aproveita as brechas do mercado para criar oportunidades e estratégias de crescimento exponencial!

E, se você precisar de ajuda especializada, a Orgânica é a sua grande parceira estratégica para o crescimento. Peça agora mesmo um Diagnóstico + Consultoria de Marketing Digital grátis e receba recomendações dos nossos especialistas!


Você quer
aumentar suas vendas
através do Marketing Digital?

Receba gratuitamente o Diagnóstico Content+Performance, a metodologia de Marketing Digital da Orgânica!

Quero saber como Vender Mais

Quer uma consultoria gratuita de marketing digital?

Assine nosso blog

E entenda como transformar audiência em vendas.

Assine nosso blog

E entenda como transformar audiência em vendas.