Planejamento de conteúdo: saiba o que não pode faltar!


Guilherme de Bortoli

Por   

 21/11/2022 

CEO da Orgânica, tem 20 anos de experiência em projetos de marketing digital e vendas.

Tudo que você precisa saber sobre planejamento de conteúdo para mostrar o diferencial do seu negócio — e aumentar suas vendas — está nesse artigo!

Vou te mostrar o passo a passo de:

  • Como pesquisar por referências;
  • Como definir sua pauta;
  • E como construir conteúdos na prática!

Marketing de Conteúdo: os segredos para atrair e engajar sua audiência

Vou começar respondendo uma dúvida frequente:

O que é um planejamento de conteúdo?

Planejamento de conteúdo é um conjunto de estratégias e estruturas que dão vida a um material a ser usado no Marketing de Conteúdo.

A ideia do Marketing de Conteúdo, por sua vez, é criar e distribuir materiais multimídia que chamam a atenção do público e nutrem um relacionamento com ele.

Quando conteúdos são criados a partir de um planejamento com o objetivo de torná-los valiosos, relevantes e irresistíveis para uma audiência específica, o resultado é um enorme engajamento desse público com a marca!

Esse engajamento abre as portas para novas interações, multiplicando ainda mais as oportunidades de vender, e de direcionar o público para tomar decisões específicas dentro da estratégia de Marketing Digital da empresa.

Marketing de Conteúdo funciona porque, em vez de só contar com as propagandas para empurrar um produto ou serviço aos seus clientes ideais, seu negócio oferece materiais ricos que mudam a vida do público — levando-o a lembrar de você na hora de fechar negócio!

Dica: Afinal, o que é conteúdo de valor e como criar?

Primeiros passos para um bom planejamento de conteúdo

Definição de palavras-chave

Imagino que você já tenha ouvido falar da importância das palavras-chave — e não é para menos!

Também chamadas de "keywords" em inglês, são as palavras-chave que guiam novos visitantes até o seu conteúdo.

E como elas fazem isso?

Bem, toda vez que seu possível visitante faz uma pesquisa nos mecanismos de buscas ou nas redes sociais, ele usa um grupo de palavras específicas para encontrar uma resposta na Internet.

Imagine alguém pesquisando por: "O que é um planejamento de conteúdo?". 

Se você analisar pesquisas similares, ou adivinhar quais palavras seu público usará para encontrar as respostas para os problemas que enfrenta, você poderá criar conteúdos com os termos que respondam diretamente a essas buscas!

Ao definir e usar as palavras-chave corretas no corpo do texto, ou na descrição do seu conteúdo multimídia, os algoritmos mostrarão seu material no topo das pesquisas como a resposta definitiva!

Foi assim que você veio parar nesse artigo, não foi?

Por isso, pense em como as pessoas procuram pelo seu serviço ou produto, identificando:

  • Quais palavras elas usam?
  • Para quais perguntas querem respostas?
  • Como posso me antecipar e responder a essas dúvidas?
  • Quais palavras estão diretamente relacionadas às soluções que ofereço?

Pesquisa de referências

Antes de começar seu planejamento de conteúdo, faça pesquisas usando as palavras-chave que você identificou para usar na sua estratégia.

Preste atenção nos seguintes quesitos:

  • Quais resultados aparecem primeiro? Por quê?
  • O que esses resultados deixaram de responder, mas que você poderia responder melhor?
  • O que esses resultados têm em comum que você deveria evitar para não se tornar "mais do mesmo"?

No Marketing de Conteúdo, fazer uma curadoria de referências é importante não só para encontrar brechas entre os resultados ou aumentar suas chances de ranqueamento nas primeiras posições das pesquisas.

A pesquisa também serve para analisar os erros dos outros (para não cometê-los) e destacar a autenticidade do seu negócio dentre todas as opções disponíveis!

Dica: Curadoria de conteúdo: o que é e como fazer?

Brainstorm criativo

Depois que você mapear as palavras-chave e identificar os erros e acertos da competição para fazer melhor no seu conteúdo, você terá de pensar em como se posicionar dentro dessas buscas.

Já sabendo quais palavras seu público usará para caçar respostas, é na parte do brainstorm que você imaginará como se conectar com essa audiência:

  • Criando personas do seu público-alvo;
  • Desenvolvendo um tom de voz que dê personalidade à sua empresa;
  • Selecionando em quais plataformas você encontrará possíveis fãs;
  • E quais tópicos serão mais úteis para atraí-los.

Seleção e organização de conteúdos

Com o brainstorm completo, você terá uma série de ideias para adicionar ao seu planejamento de conteúdo.

Para não se perder no mar de opções — e ficar de olho nos materiais que trarão maiores resultados — pense no formato de mídia que fará mais sentido de ser publicado na plataforma em que você atrairá sua audiência:

  • Um e-book funcionaria bem no seu blog, por exemplo;
  • Um vídeo serviria para atrair pessoas no YouTube de forma orgânica;
  • Um carrossel de imagens faria todo sentido nas redes sociais; e por aí vai!

Essa etapa é essencial para ter uma visão aérea de tudo que estiver dentro da sua estratégia, e de como as peças de conteúdo se comunicam para direcionar seu público até seu site, perfil, ou time de vendas.

Com seus tipos de conteúdos organizados e alinhados, você investirá seus recursos apenas na criação de materiais que aproximarão o seu negócio dos resultados que espera obter, ignorando métricas de vaidade e tendências irrelevantes!

Como fazer um plano de Marketing Digital em sua empresa

Como fazer um Planejamento de Conteúdo único e diferente?

Converse com o time de vendas

Minha maior dica para um planejamento de conteúdo único e eficiente, é entender como o setor comercial da sua empresa faz para fechar vendas!

Quando o cliente fala com o time de vendas, ele busca entender por qual razão sua empresa é diferente de todas as outras empresas do setor — e pouca gente terá uma explicação melhor para convencer seu público do que o setor comercial!

Além de estar em contato com o consumidor, a equipe comercial carrega na cabeça todas as prioridades definidas pelos executivos também!

Essa é uma perspectiva única, que leva em consideração a teoria do "Golden Circle" (ou Círculo Dourado, traduzido do inglês) onde:

  • Primeiro a empresa narra "o porquê" de fazer o que faz;
  • Depois mostra "como" ela faz o que faz;
  • E, por último, mostra "o que" ela faz.

Levantar essas informações ajudará na criação de uma referência original, que deverá ser usada no planejamento de conteúdo para criar materiais úteis e incopiáveis!

Peça feedbacks aos clientes

E não imagine coisas: faça pesquisas com quem já comprou de você!

Pergunte o que acharam dos produtos ou serviços, o que você poderia melhorar ou o que eles acham que torna sua empresa diferente de todo o resto.

A boa notícia é que os clientes (em sua grande maioria) ficarão felizes de te darem um feedback, então não tenha medo de perguntar o que quiser!

Foque em mostrar o seu diferencial

Não tente se diferenciar apenas usando técnicas que levam seus conteúdos ao público, mas não contam a ele como é que sua empresa funciona — ou quais são os valores da entidade que é o seu negócio!

Digamos que você venda mochilas.

Você pode colocar um monte de fotos de mochilas na loja virtual do seu negócio, criar conteúdos explicando como as mochilas são importantes para carregar objetos, e esperar os consumidores sentirem a necessidade na pele para realizarem alguma compra.

Ou você pode ir além e mostrar o seu diferencial!

Aproximação entre cliente e marca / Reconhecimento de marca

Em vez de só publicar conteúdos sobre a importância das mochilas para carregar as coisas, use o Storytelling (a técnica de contar histórias no Marketing Digital) para mostrar não só "como" suas mochilas são feitas, mas também:

  • Mostrar como sua empresa se importa com a vida dos animais que são abatidos para providenciar o couro que é usado na confecção das mochilas;
  • Evidenciar como esses animais são bem tratados, e como é importante para o processo da sua empresa que eles não sofram em nenhum momento da produção;
  • Como sua marca se compromete a diminuir a emissão de carbono na confecção das peças;
  • E tudo que torna sua loja menos uma "fábrica" e mais uma personalidade com a qual seus possíveis clientes sentirão prazer de mergulhar nessa cultura compartilhada — e não apenas consumir!

Dica: Do storytelling ao storyselling: como criar conteúdos que vendem

Chegou a hora de criar!

Agora que você sabe tudo que precisa para fazer seu Planejamento de Conteúdo à prova de falhas, você pode começar a criar seus materiais!

Aproveite que você está aqui no blog e use Orgânica como referência: em termos de Marketing de Conteúdo, ela usa as estratégias mais avançadas do Inbound Marketing para vender ainda mais — exatamente o resultado que você espera alcançar, né não?

Comece completando o Diagnóstico de Marketing Digital Gratuito aqui da agência e descubra o que você precisa fazer para atrair, nutrir e converter ainda mais gente para o seu negócio!


Você quer Aumentar suas Vendas através do Marketing Digital?

Receba gratuitamente um Diagnóstico de Marketing Digital + Consultoria da Orgânica personalizada para o seu negócio!

Ganhe agora Diagnóstico + Consultoria

Quer uma consultoria gratuita de marketing digital?




Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!