O que é Marketing de Conteúdo e por que é tão estratégico?


Guilherme de Bortoli

Por   

 02/08/2022 

CEO da Orgânica, tem 20 anos de experiência em projetos de marketing digital e vendas.

Olá, talvez você ainda não me conheça! Me chamo Guilherme de Bortoli, sou CEO da Orgânica Digital e fiquei sabendo que você quer entender o que é Marketing de Conteúdo. 

Ultimamente tem bastante gente interessada nesse tema, com a mesma dúvida que você, e o que já posso adiantar é que o Marketing de Conteúdo se trata de uma estratégia tão completa, que eu não vou conseguir te explicar em apenas três linhas!

Por isso, criei este conteúdo para que você compreenda tudo da melhor forma possível. Vamos lá?

Marketing de Conteúdo: os segredos para atrair e engajar sua audiência

O que é Marketing de Conteúdo?

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia de Marketing Digital que utiliza a produção de conteúdo online e o compartilhamento dele para atrair e engajar potenciais clientes — até, naturalmente, transformá-los em clientes do seu negócio!

Mas eu não posso deixar de te alertar: não é porque uma empresa cria e compartilha conteúdo nos canais digitais, que ela está, de fato, colocando essa estratégia em prática.

Quando definimos o que é Marketing de Conteúdo, estamos considerando o conteúdo estratégico, ou seja: aquele que é criado com base em dados que traçam um perfil das preferências do consumidor e se comunica com ele de uma forma persuasiva, tendo como objetivo gerar resultados concretos — ou, se é que posso dizer assim, mais dinheiro no bolso!

É por isso que conhecer as personas e a jornada do cliente da sua empresa, por exemplo, é essencial para qualquer estratégia de Marketing de Conteúdo. Afinal, só tendo esse conhecimento que você conseguirá criar conteúdos que realmente gerem valor para o seu público.

Dica: Por que seu conteúdo não gera vendas? Saiba as causas agora!

Por que o Marketing de Conteúdo é tão estratégico?

Um dos principais motivos que tornam o Marketing de Conteúdo tão estratégico é bem simples: é a estratégia de Marketing Digital que mais se adapta ao comportamento do consumidor.

O Marketing de Conteúdo ganhou força por se apoiar na criação de conteúdo voltada a atender às necessidades e preferências do público, seja no assunto abordado, seja no formato do conteúdo — e assim por diante. Dessa forma, essa estratégia consegue fazer com que a empresa atraia e mantenha um relacionamento com potenciais clientes (e clientes) de forma muito mais eficaz!

Além de tudo, o conteúdo pode ser utilizado na estratégia de SEO, por exemplo, ajudando sua marca a ranquear nos resultados dos mecanismos de busca, como o Google. Assim, quanto melhor os seus conteúdos ranquearem:

  • Mais tráfego será atraído para o seu site e, consequentemente, mais oportunidades para converter visitantes em leads e vendas;
  • Maior será a visibilidade da sua marca, tornando ela mais conhecida e familiar para o seu público.

Entre outros benefícios, o Marketing de Conteúdo também ajuda a educar o mercado, construir autoridade para a marca e fidelizar clientes!

Veja mais no vídeo abaixo, produzido pelo COO da Orgânica, Lauro Becker:

Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing: como se conectam?

É bastante comum as pessoas pensarem que o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo são a mesma coisa — e muito dessa confusão ocorre porque o Inbound Marketing usa o Marketing de Conteúdo como uma das suas principais estratégias!

Porém, existe uma pequena e sutil diferença entre essas duas formas de se fazer Marketing Digital, que pode ser visualizada quando se analisa a operacionalização e o propósito de cada uma das estratégias:

Imagine o caso de uma indústria que comercializa seu produto através de supermercados — um local que ela não tem controle. Nesse caso, gerar leads não vai fazer essa marca vender mais, já que a venda não é realizada de forma direta e, por isso, não deve ser o objetivo dela.

O objetivo dessa marca, na verdade, deve ser influenciar a escolha do consumidor para que, quando ele estiver no supermercado, opte pelo produto dela em detrimento de qualquer outra concorrente que também esteja presente no ponto de venda.

E isso é alcançado através do Marketing de Conteúdo, ao trabalhar elementos que gerem a familiaridade necessária para estimular o desejo e a preferência pelo produto de uma marca específica!

Dica: Marketing de Conteúdo: exemplos para você se inspirar!

No Inbound Marketing, isso não ocorre da mesma forma: apesar de também utilizar o conteúdo nas suas ações, a intenção é diferente.

O objetivo do Inbound Marketing é gerar leads, que terão um relacionamento com a marca nutrido até alcançar a venda — e essa venda é realizada através de um canal que a própria marca tenha controle.

No primeiro caso (o da indústria), até é possível usar o Inbound Marketing para descobrir um potencial cliente e seguir fornecendo conteúdo para ele através de e-mail marketing, por exemplo, mas essa nutrição por e-mail estará usando o Marketing de Conteúdo para gerar necessidade no consumidor, não para vender de forma direta!

Em linhas gerais, essa é a grande diferença entre o Marketing de Conteúdo e o Inbound Marketing! E, se você quiser saber com mais detalhes, sugiro que dê uma olhada no conteúdo abaixo:

Dica: Diferenças entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

O manual do Inbound Marketing

Como planejar o Marketing de Conteúdo?

Existem três etapas fundamentais no planejamento do Marketing de Conteúdo que você deve seguir:

  1. Definição de personas — como você viu anteriormente, todo conteúdo precisa ser embasado nas personas e na jornada do cliente. Por isso, esse é o primeiro e mais importante passo (todo o resto deriva dele!);
  2. Definição de linhas editoriais — a partir dos temas de interesses das personas, crie linhas editoriais para desenvolver os conteúdos;
  3. Calendário editorial — depois de criar suas linhas editoriais, elabore um calendário editorial para organizar sua estratégia e facilitar o plano de ação.

Mas você deve se atentar ao fato de que, na lista acima, estou falando sobre grandes etapas! Cada uma delas ainda deve se desdobrar em etapas mais específicas e essenciais no planejamento, como o estudo e escolha de palavras-chave e a definição do tom de voz da sua marca, por exemplo.

Confira o conteúdo a seguir para ir a fundo nesse processo:

Dica: Planejamento de Marketing de Conteúdo: 14 dicas para criar o seu

O que é Marketing de Conteúdo para a Orgânica?

O topo do Google

Na Orgânica, a produção de conteúdo é um pilar essencial da nossa estratégia de Marketing Digital: mais de 80% das nossas vendas são decorrentes de ações de SEO, viabilizadas através do Marketing de Conteúdo!

E nós conseguimos isso porque estamos presentes nos micro-momentos da vida dos nossos potenciais clientes: estímulos que ocorrem na rotina deles e que os levam a recorrer ao Google para buscar uma resposta para a necessidade que estão sentindo:

Todas as vezes que repetem esse comportamento e encontram a Orgânica, eles ganham mais conhecimento e consciência sobre quem nós somos, e começam a perceber que conseguimos ajudá-los a encontrar uma solução.

Para isso, estar no topo do Google é essencial, já que são apenas os três primeiros resultados que atraem a maioria dos cliques!

Inclusive, também acaba gerando um efeito que a gente chama de Halo:

O efeito Halo

O efeito Halo é um fenômeno da psicologia no qual uma só característica de algo acaba influenciando em como as pessoas percebem as outras características dessa mesma coisa.

Assim, se uma pessoa tem uma característica considerada muito positiva, por exemplo, há grandes chances de suas outras características também serem valorizadas — sejam elas positivas ou negativas.

No Marketing Digital, esse efeito também ocorre: ao acessar o site de uma empresa, se o carregamento dele não for rápido, com uma boa usabilidade e um bom design, automaticamente entendemos que os produtos ou serviços daquela empresa podem não ser tão bons assim!

O mesmo vale para um conteúdo no blog: se ele for encontrado durante uma busca, mas não responder à dúvida (ou, até mesmo, gerar mais dúvida ainda), a experiência proporcionada por essa perda de tempo é tão negativa, que fica marcada para sempre na nossa cabeça — e, o pior: associada à empresa que nos fez passar por isso. Afinal, a primeira impressão é a que fica! Não é?

E é por motivos como esse que aquelas empresas mais bem posicionadas no Google, por exemplo, tendem a ser consideradas como líderes de mercado, as mais confiáveis e a melhor opção para comprar. Já tinha reparado nisso?

Diversas empresas tiram proveito do efeito Halo para vender mais, mas o que muitas ainda não sabem, pois nunca conquistaram a tão sonhada posição número 1, é o incrível resultado em vendas proporcionado pelo topo do Google:

Mais visibilidade, mais clientes!

Posso dizer que o conteúdo, na estratégia atual da Orgânica, serve para principalmente dois propósitos que se conectam:

  • Ranquear no Google;
  • Atrair potenciais clientes, gerando mais oportunidades comerciais.

Aliás, existem três formas de uma pessoa se tornar um cliente. Ela pesquisa no Google, acha um conteúdo nosso entre os resultados e, através desse conteúdo:

  • Fica encantada e já entra em contato, gerando uma oportunidade imediata para o nosso time comercial;
  • Se interessa por um conteúdo mais avançado — chamado de material rico — e, para acessá-lo, se torna um lead. Nós, então, continuamos a conversa com ela pelo e-mail, nutrindo com algumas ações de Inbound Marketing, até que deseje comprar;

  • Lê o conteúdo do blog, encontra o que queria e vai embora, mas continua a jornada de compra e passa a procurar respostas para outras dúvidas que surgem enquanto avança rumo à decisão de compra — e a Orgânica também aparece dando uma resposta!

Então essa pessoa nos encontra novamente diversas vezes, durante essas novas buscas, fazendo com que a nossa marca se torne cada vez mais familiar para ela — e, dessa maneira, o nível de confiança que ela tem com a nossa marca também aumenta!

Ao mesmo tempo, nós investimos na conscientização dessa pessoa para que ela se convença de que precisa dos serviços que oferecemos e que nós somos a melhor opção de compra.

Eu te convido para conhecer todos os detalhes da nossa estratégia em:

A Orgânica no topo do Google

Conte com a Orgânica para produzir conteúdo!

A essa altura, acredito que não restam dúvidas: a produção de conteúdo é capaz de construir um ativo incrível para sua empresa, fazendo dela uma fonte confiável de aprendizado, inspiração e conexão com seus potenciais clientes!

E aqui na Orgânica, nós sempre buscamos entender onde os nossos clientes querem chegar para oferecermos as estratégias mais alinhadas aos seus objetivos, aplicando o que há de mais inovador no mercado, além de contarmos com uma equipe multidisciplinar, proativa e focada, que te ajudará a atingir os melhores resultados.

Converse com um de nossos especialistas e descubra o que podemos fazer por você!

Atendimento comercial da Orgânica


Você quer Aumentar suas Vendas através do Marketing Digital?

Receba gratuitamente um Diagnóstico de Marketing Digital + Consultoria da Orgânica personalizada para o seu negócio!

Ganhe agora Diagnóstico + Consultoria

Quer uma consultoria gratuita de marketing digital?




Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!